sábado, 12 de setembro de 2009

Porque hoje é sábado, uma bela mulher

A bela atriz Leticia Spiller

Briatore insinua homossexualidade de Nelsinho Piquet

Ex-chefe de Nelsinho Piquet na Renault, Flavio Briatore mostrou-se extremamente irritado com a iniciativa do piloto em colaborar com as investigações da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) sobre uma suposta armação para Fernando Alonso vencer o GP de Cingapura do ano passado.Ao ser questionado sobre o assunto, o dirigente atacou o brasileiro pelo lado pessoal, insinuando que Nelsinho é homossexual - nesta sexta-feira (11/9), a Renault anunciou que vai abrir um processo na França contra o piloto e seu pai, Nelson Piquet, por "chantagem"."Ele me acusou de ter rompido uma relação com um amigo. Devo dizer isso porque não quero ser acusado injustamente. Nelsinho vivia com um senhor, não se sabe que relação eles tinham, mas o pai estava muito preocupado. Eles viviam juntos e o pai pediu que eu interferisse. Fiz então com que Nelsinho mudasse de Oxford para o prédio que eu moro em Londres, para que eu tivesse controle", afirmou o dirigente, em entrevista à rádio Jovem Pan.

O vídeo da semana

video

Maradona canta, pobre Argentina.

Aécio diz que disputa com Serra é absolutamente saudável

Da Folha Online:
O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), classificou nesta sexta-feira como "absolutamente saudável" a disputa com o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), pela indicação do partido para disputar a Presidência da República em 2010. Aécio negou que esteja em guerra contra o colega paulista e disse que eles são "companheiros". "É natural que um partido da dimensão do PSDB, que tem um projeto de Brasil como tem o PSDB, tenha alternativas. Vejo isso [a disputa com Serra] como algo absolutamente saudável", afirmou o tucano em entrevista divulgada por sua assessoria. Aécio explicou que a aproximação do PMDB de Minas à sua pré-candidatura é uma forma de o Estado ter uma papel mais efetivo na construção do Brasil depois de 2010.
O governador mineiro voltou a cobrar investimentos do governo federal, especialmente para a Copa de 2014 no Brasil. Aécio disse que aguarda um cronograma sobre as obras do metrô e dos aeroportos de Belo Horizonte. Aécio fez uma cobrança pública nesta semana sobre os investimentos do governo federal em Minas. Ontem, Aécio criticou o "descaso" do governo Lula com o metrô, as rodovias federais, o aeroporto de Confins e ainda o fato de não constar na proposta orçamentária de 2010 as compensações para as perdas estaduais com exportações, previstas na lei Kandir.

PPS vai entrar com ação no TSE contra Lula por antecipar propaganda eleitoral

O PPS vai ingressar na semana que vem com ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por propaganda eleitoral antecipada. O presidente do partido, Roberto Freire (PE), disse que Lula agiu politicamente, com fins eleitorais, durante cerimônia realizada pelo governo em Fortaleza nesta quinta-feira --na qual teria feito campanha em prol da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), pré-candidata do PT à presidência da República. O PPS vai pedir que Lula, além de pagar multa pela suposta propaganda antecipada, também tenha que ressarcir os cofres públicos pelos custos do evento. "Ele só vai se preocupar em respeitar a lei no dia em que o seu bolso for atingido. Estou vendo se é possível solicitar o ressarcimento de Lula, como pessoa física, para sair do seu bolso. Isso custou combustível da aeronave que levou o presidente, gastos de segurança. É dinheiro público para ele fazer campanha contra a lei", disse Freire à Folha Online. No discurso, Lula disse que "ano que vem o bicho vai pegar"porque ele vai ter que "trabalhar com muito carinho" devido às restrições impostas pela Justiça Eleitoral. O presidente afirmou que não poderia citar nomes de candidatos governistas à presidência "porque senão a televisão grava e a justiça eleitoral pega". Freire disse que as palavras do presidente foram uma "confissão" de que usou um evento público para fazer campanha pró-Dilma. "O presidente chegou até a uma certa desfaçatez. Ele sabe que está infringindo a lei, é uma confissão antecipada, ele mesmo afirmou que não poderia dizer os nomes dos candidatos", afirmou Freire.

Deputados aproveitam aumento do STF para tentar reajustar próprios salários

Um grupo de deputados quer pegar carona no aumento salarial aprovado esta semana pela Câmara para os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e colocar em discussão um projeto que equipara os salários dos três Poderes. Os parlamentares articulam nos bastidores a elaboração de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) para assegurar que os vencimentos da Suprema Corte sejam repassados para deputados, senadores e para o presidente da República. Se a proposta de reajuste do STF também for aprovada pelo Senado, os ministros vão passar a ganhar R$ 25.725 --logo após aprovação-- e R$ 26.723 a partir de fevereiro de 2010. Atualmente, o salário dos ministros é de R$ 24.500, uma diferença de R$ 7.988 para o salário dos deputados, que é de R$ 16.512, e de R$ 13.080 para o vencimento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é de R$ 11.420. Os deputados, no entanto, ainda não entraram em acordo sobre quando esta PEC deveria entrar na pauta de votações da Câmara. Uma das ideias é que a equiparação só tenha validade para os parlamentares e o presidente que tomarem posse em 2011. Outros avaliam que a matéria pode ter efeitos práticos na contas deles já em 2010.

Governo dá prazo para empresas entregarem nova proposta de caças

Da Folha Online:
As empresas que estão na disputa para oferecer os 36 aviões de caça ao Brasil têm até o próximo dia 21 para apresentarem suas novas propostas. O prazo foi divulgado nesta sexta-feira pelo Ministério da Defesa depois que a FAB (Força Aérea Brasileira) informou que as empresas poderão melhorar suas propostas. Apesar da preferência do governo brasileiro pela francesa Dassault, estão na disputa a norte-americana Boeing e a sueca Saab. Reportagem publicada na Folha informa que as empresas aceitaram melhorar preços e condições de suas ofertas para fornecer os caças depois que o governo brasileiro divulgou a preferência pela francesa Dassault. O comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, disse na nota que a FAB fará a "análise técnica" do processo de compra e que o governo vai analisar a parte "política e estratégica". A previsão é que a FAB conclua a parte técnica até o fim de outubro. Saito adotou o mesmo discurso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a compra dos caças. Hoje, em entrevista em Ipojuca (PE), Lula deixou claro que a decisão sobre a aquisição dos aviões é política e estratégica e será tomada pelo presidente da República. Na nota, a FAB justifica a abertura do processo para que as outras empresas modifiquem suas propostas. "O governo francês já assumiu o compromisso de fazer esforços para ofertar caças Rafale (Dassault) a preços competitivos, razoáveis e comparáveis aos pagos pelas Forças Armadas da França, além de transferência de tecnologia, entre outros pontos. Nesta semana, os outros dois concorrentes também divulgaram o interesse de aprofundar as ofertas", diz.

Promotoria denuncia quadrilha suspeita de explorar transexuais no Rio

Da Folha Online:
O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou nesta sexta-feira seis pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha que explorava sexualmente transexuais --inclusive adolescentes- na orla de Copacabana, na zona sul.
A denúncia da promotora Ana Lúcia Melo também pediu a prisão preventiva dos envolvidos, que responderão pelos crimes de rufianismo (exploração sexual), tráfico de pessoas e submissão de criança ou adolescente à prática da exploração sexual. Cinco integrantes da quadrilha foram presos nesta semana por policiais da Dcav (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima), mas o prazo da prisão termina neste sábado (12). A denúncia da Promotoria acrescenta Maria Pimentel de Oliveira aos suspeitos. Conhecida como Pimentel, ela é acusada de controlar um dos pontos de prostituição de transexuais e de assumir os pontos antes explorados presos. Segundo a denúncia, a quadrilha operava desde agosto de 2002 e "tinha total controle de toda a prostituição feita por travestis em Copacabana". Era exigido, mediante ameaça, o pagamento de R$ 50 a R$ 150 por semana para uma "autorização" para se prostituir nas ruas do bairro. Caso não pagassem, a quadrilha cobrava multas de R$ 500 a R$ 1.000. Escutas telefônicas autorizadas pela Justiça comprovaram que o dinheiro era recolhido por três integrantes. O grupo é acusado de explorar entre 60 e 120 transexuais --dependendo da época do ano-- trazidos principalmente de Minas e São Paulo.

Professora demitida por vídeo sensual vira dançarina em Salvador

A professora de 28 anos demitida após a divulgação de um vídeo em que ela aparece dançando sensualmente ao lado de um grupo de pagode, em Salvador, vai estrear, nesta sexta-feira (11), como dançarina da banda “O Troco”. “Desde o início da polêmica a banda se propôs a ajudar, inclusive com um show realizado nesta semana cuja renda foi destinada a ela. Ela não queria aceitar porque gosta muito da profissão de professora, mas infelizmente como ela não conseguiu outro emprego e a entrega de currículos não teve êxito, ela decidiu aceitar. A proposta é muito boa”, diz a empresária da professora ao G1. O valor da proposta não foi revelado e o tempo de contrato ainda está sendo discutido. As imagens que geraram polêmica e levaram à demissão foram registradas em meados de junho deste ano, por várias pessoas que estavam na plateia de uma casa noturna e usaram câmeras de celular. O 'flagrante' aconteceu durante uma apresentação do grupo do qual ela passará a fazer parte. O vídeo em que a professora aparece fazendo a coreografia da música "Todo enfiado" já teve mais de 100 mil acessos. O advogado da professora entrou com processo na Justiça de Salvador para tirar da web e proibir qualquer forma de exibição do vídeo em que ela apareça.
*As informações são do Portal G1

Registros de queimadas em Manaus aumentam quase 200% em um ano

O número de ocorrências de incêndio em áreas florestais de Manaus saltou de 22, em todo o mês de setembro do ano passado, para 156, apenas nos primeiros oito dias deste mesmo mês em 2009. De janeiro a agosto deste ano, o Corpo de Bombeiros do Amazonas registrou 443 focos, contra 226 no mesmo período do ano passado. O comandante do Corpo de Bombeiros do Amazonas, Antônio Dias, explicou que a queima de lixo residencial é a principal origem dessas queimadas. Por causa da falta de chuvas e das altas temperaturas, a queima de lixo pode se transformar em um grande incêndio, sobretudo em áreas de vegetação farta e seca. As queimadas ocorrem, segundo Dias, tanto em áreas particulares quanto em públicas. O aumento das queimadas na cidade intensificou-se em agosto, quando os bombeiros tiveram que atender a 200 chamados da população. Em relação ao mesmo período de 2008, o número de ocorrências aumentou 240%. Apenas ontem (10) foram registradas 26 ocorrências.
*Com informações da Agência Brasil

Economia brasileira cresce 1,9% no 2º trimestre e sai da recessão, diz IBGE

Clique para ampliar
No Portal G1:
A economia brasileira saiu da recessão no segundo trimestre de 2009, quando cresceu 1,9% em comparação aos três meses imediatamente anteriores, segundo dados do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (11). A recessão técnica, de acordo com economistas, configura-se quando uma nação registra contração da economia por dois trimestres consecutivos.
No Brasil, isso ocorreu no quarto trimestre de 2008, quando o PIB ficou negativo em 3,6%, e no primeiro trimestre deste ano, quando a retração foi de 0,8%.
Na comparação anual, no entanto, o PIB ainda mostra retração: queda de 1,2% sobre o segundo trimestre do ano passado, quando a economia ainda não havia sido atingida pela crise financeira mundial. Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 756,2 bilhões no segundo trimestre.
No acumulado do ano até junho, a economia "encolheu" 1,5% em relação ao mesmo período de 2008. Nos últimos 12 meses até junho, há alta de 1,3% na comparação anual. O desempenho da economia ficou dentro da expectativa do governo federal, que previa crescimento entre 1,8% e 2%.

Pré-sal: acordo livra PT e PSDB de desgaste

No Correio Braziliense:
Líder do PMDB na Câmara, o deputado Henrique Eduardo Alves (RN) costurou um acordo que livra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), do desgaste de resolver, antes das eleições de 2010, a polêmica da distribuição dos royalties decorrentes da exploração de petróleo na camada pré-sal. Relator do projeto que trata do regime de partilha, Alves incluirá no texto dispositivo segundo o qual uma lei complementar aprovada até 2011 definirá o rateio dos recursos. Ou seja, caberá ao próximo presidente da República o ônus de fixar novos critérios de repartição dos royalties, tema que coloca em trincheiras opostas estados produtores e não produtores de petróleo.Cotado para vice de Serra na campanha presidencial de 2002, posto que depois foi ocupado pela deputada Rita Camata (PMDB-ES), Alves ajudará o tucano, com a mudança no projeto, ao livrá-lo de ser obrigado a defender privilégios a estados produtores, como São Paulo, na divisão das verbas. Serra é pré-candidato ao Planalto. Se fosse forçado a entrar num embate público sobre o destino dos royalties, compraria briga com as unidades da Federação não produtoras de petróleo, que são a grande maioria. Entre elas, Minas Gerais, governado por Aécio Neves. Outro presidenciável do PSDB, Neves alega que o “bilhete premiado” é um patrimônio da União a ser compartilhado por todos os entes federados.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

A droga de Maradona

Charge Sinfronio-Diário do Nordeste

Exército retoma trabalho de distribuição de água em Alagoas

O Exército retomou a distribuição de água para as regiões de Alagoas que sofrem com a seca. O trabalho estava suspenso por falta de dinheiro. Três municípios já foram beneficiados. No trajeto para Ouro Branco, o caminhão encontra muitos obstáculos. Os moradores tentam ajudar, mas o jeito é retirar um pouco da água para diminuir o peso do caminhão. Com quase três horas de atraso, o carro-pipa chega ao local de entrega, mas a água não é suficiente para quem esperou mais de um mês por este momento. “Muita gente não tem cisterna para beber, então fica esperando esta água chegar”, disse a agricultora Leonice da Silva.
A cisterna da comunidade já estava completamente vazia. Em Alagoas, a Operação Pipa D’Água foi retomada pouco mais de um mês depois de ter sido encerrada. Por enquanto, apenas três municípios estão sendo abastecidos pelos caminhões-pipa: Ouro Branco, Maravilha e Poço das Trincheiras. O registro de chuva nas três cidades, desde julho, quando começou o período chuvoso, foi pouco significativo.

Americana presa, tenta fazer strip tease

Após ser presa no sábado por desordem em Naples, no estado da Flórida (EUA), a norte-americana Veronica Hope Viani, de 22 anos, fez um “striptease” gratuito para os policiais, segundo o jornal “Naples Daily News”. Enquanto era algemada, Veronica gritou e mostrou os seios para os agentes. Segundo o relatório policial, a jovem estava alcoolizada e provocou confusão dentro de um bar.
Ela quase atingiu um casal com seu carro no estacionamento. Além disso, chamou o casal para briga. Depois, Veronica entrou no banheiro do bar e começou a bater na parede. Após ser presa, a mulher foi colocada no banco de trás do carro policial. Mesmo algemada, ela começou a bater a cabeça contra a divisória, de acordo com o relatório policial.

O voto de Marco Aurélio Mello

Na Folha de São Paulo:
Numa tentativa de mudar o rumo do julgamento sobre a extradição do ex-militante de extrema-esquerda Cesare Battisti, 54, o ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello tentará mostrar aos colegas, em seu voto, que os crimes pelos quais o italiano foi condenado já prescreveram.
Mello pediu vista anteontem e o julgamento não terminou. Ele prometeu entregar seu voto em duas semanas. A maioria dos ministros da corte apoia a extradição de Battisti. O relator, Cezar Peluso, e outros três ministros entenderam que o ato do ministro Tarso Genro (Justiça), ao conceder o status de refugiado ao italiano, foi ilegal.
Sobre sua entrega à Itália, avaliam que os crimes foram "comuns", e portanto, passíveis de extradição. O presidente do STF, Gilmar Mendes, sinalizou que também entende dessa forma.
O voto de Marco Aurélio poderia mudar o dos colegas. Ele já adiantou que irá estudar os prazos prescricionais. O relator afirmou em seu voto que a condenação ainda não prescreveu, ao entender que o prazo foi interrompido por episódios ocorridos ao longo do tempo. Para ele, o prazo acaba em 2013.
Outra linha do voto de Marco Aurélio será mostrar que, segundo o ordenamento jurídico brasileiro, a delação premiada de outro envolvido não serve para condenar alguém. "É muito fácil livrar a própria pele desse jeito. E, neste caso, foi justamente o chefe do grupo que o delatou."

Censura: Até tu hermano?

Na Folha Online:
O jornal argentino "Clarín", alvo de uma fiscalização com mais de 150 homens da receita federal argentina nesta quinta-feira, anunciou ter recebido uma mensagem oficial escrita pelo chefe do órgão, Ricardo Echegaray, dizendo que não ordenou a operação, lançada no dia em que a publicação, crítica do governo e oposta a um projeto de reforma da lei de telecomunicações, divulgou um suposto subsídio irregular concedido pelo ONCCA (Escritório Nacional de Controle Comercial Agropecuário), também dirigido pelo chefe da receita.

Segundo a denúncia publicada pelo jornal, o órgão agropecuário dirigido por Echegaray, identificado como "ultrakirchnerista" pelo texto, concedeu subsídio de mais de 10 milhões de pesos (R$ 4,7 milhões) a uma empresa pecuária que não tinham licença para operar. A empresa teria recebido uma inscrição temporária apenas depois de ter sido paga, como uma forma de disfarçar a suposta ilegalidade.
Fiscais da receita também foram a outros prédios do Grupo Clarín, também proprietário dos jornais "Olé" e "La Razon", de emissoras de TV, rádio, provedores de internet e TV a cabo.

Aumento do número de vereadores só vale para 2012

Na Folha Online:
O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Carlos Ayres Britto, disse nesta quinta-feira que a ampliação do número de vereadores do país, aprovada na noite de ontem na Câmara em primeiro turno-- só deve entrar em vigor nas eleições de 2012, sem efeitos retroativos.
Britto disse acreditar que uma decisão do Congresso não pode substituir a escolha dos eleitores --que elegeram os vereadores que atualmente exercem mandato. "A jurisprudência do TSE entende que se pode aumentar o número de vereadores, mas só vale para a legislatura subsequente. Uma emenda não pode substituir a voz das urnas", afirmou.
A Câmara aprovou na noite desta quarta-feira, em primeiro turno, a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) dos Vereadores. A proposta pretende criar 7.709 novas vagas de vereadores no Brasil, elevando o atual tamanho das Câmaras Municipais em 14,8%. O cálculo do novo número de vagas foi feito pela Folha com base nas regras da PEC e em dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) sobre a população brasileira --referentes ao dia 01 de julho de 2009.
O texto foi aprovado por 370 votos a 32, com 2 abstenções, e ainda precisa passar por votação em segundo turno para ir à promulgação.
Os suplentes de vereadores, que pressionaram o Congresso pela votação do texto, acreditam que as Câmaras Municipais poderão dar posse imediata aos novos vereadores depois que a PEC for promulgada --uma vez que o texto prevê eficácia imediata da medida, mas sem retroatividade. No entendimento de Britto, porém, o número de vereadores deve crescer somente nas próximas eleições municipais.

Italiano preso por beijar a filha é libertado

O turista italiano preso em Fortaleza (CE) desde a última terça-feira (1) por ter beijado a filha na boca deixou o hospital onde estava internado e já está na casa de familiares da mulher.
Ao saber da decisão da Justiça que concedeu sua liberdade provisória, ele disse, segundo seu advogado, que se sente "aliviado com a sensação de liberdade".
O italiano também disse ao advogado Flávio Jacinto da Silva que agora terá "a oportunidade de provar sua inocência". Segundo Silva, ele pode voltar para sua casa em Guidonia, a cerca de 27 km de Roma, na Itália, já no próximo domingo (13), por meio de um voo Fortaleza-Lisboa.
Nesta quinta, a juíza Cristiane Maria Martins Pinto de Faria concedeu a liberdade provisória ao estrangeiro. Ela impôs condições ao italiano que, caso não sejam cumpridas, podem levar até a revogação da liberdade. Apesar de poder voltar à Itália, ele deverá comparecer a todos os atos processuais no Brasil até o fim do julgamento. Seu advogado disse, no entanto, que existe a possibilidade de ele prestar depoimento na Itália, sem precisar vir ao Brasil.

A Estudantina é real

Quem nunca foi ao Rio de Janeiro pode achar que a Estudantina Musical, com seu ambiente familiar e som da melhor qualidade, é uma obra de ficção de Glória Perez. Mas a gafieira é real. Foi criada em 1932, na rua Paissandu, no Rio, como alternativa aos velhos bailes da década de 30. Em 1942, mudou-se para o número 75 da Praça Tiradentes. Desde 1978, passou a habitar o número 79, na mesma calçada, sob direção de Isidro Page.
As regras rígidas da gafieira não se aplicam somente aos personagens das novelas. Se o doutor Lucas (Murilo Rosa) foi repreendido ao tentar beijar Duda (Tania Khalill) no local, em Caminho das Índias, isso também acontece com os casais da vida real, mesmo que sejam marido e mulher. Brigas também são proibidas. Outro fato que se repete fora da ficção é o carinho que os freqüentadores têm pelo local. ''Cerca de 2000 casamentos já foram festejados na Estudantina'', relembra Isidro Page.

Uma prova de amor

O diretor Nick Cassavetes, ao contrário do pai, o grande cineasta John Cassavetes, é um diretor dado a banhar seus filmes em lágrimas. Em 2004, ele despedaçou corações com "Diário de uma Paixão". Agora com "Uma Prova de Amor", que estreia no Brasil nesta sexta-feira, ele coloca em foco uma adolescente com câncer terminal.
Baseado num romance de Jodi Picoult, "Uma Prova de Amor" parte de uma premissa bastante interessante para se entregar a uma resolução frustrante. A filha mais velha de Sara (Cameron Diaz) e Brian (Jason Patric) tem leucemia e ninguém da família (incluindo o irmão) possui uma medula compatível.
Por isso, um médico os aconselha a conceber um bebê em laboratório com as características necessárias para se tornar doador. Assim nasce Anna que, 11 anos mais tarde, interpretada por Abigail Breslin (a protagonista de "A Pequena Miss Sunshine"), resolve processar os pais para que eles parem de retirar órgãos e estruturas de seu corpo para doar para a irmã mais velha, Kate (vivida por Sofia Vassilieva), que agora precisa de um rim.
Para isso, Anna conta com a ajuda de Campbell (Alec Baldwin), um advogado falastrão que a ajudará a levar o caso aos tribunais. A atitude da caçula desmorona a estrutura familiar quando o perfil real de cada membro vem à tona.

Renault poderá processar Nelsinho Piquet

As afirmações de Nelsinho Piquet geraram indignação na Renault. O presidente da montadora, o brasileiro Carlos Ghosn, se reuniu com o chefe da equipe, Flávio Briatore, para pedir explicações sobre o episódio. Segundo o site da emissora norte-americana Speed TV, o piloto brasileiro poderá ser processado pela escuderia francesa.O escândalo envolvendo Nelsinho e Renault no Grande Prêmio de Cingapura de 2008 pode até mesmo causar a saída da equipe francesa da Fórmula 1. Os dirigentes da montadora francesa não teriam gostado da repercussão negativa que o episódio teve à imagem da empresa.Nesta quinta-feira, foi divulgado um dossiê revelando as declarações de Nelsinho Piquet nas investigações realizadas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) sobre o acidente do piloto brasileiro no GP de Cingapura. Nelsinho acusou ter sido orientado por Briatore e pelo diretor de engenharia da Renault, Pat Symonds, a bater intencionalmente para provocar a entrada do safety car e beneficiar seu companheiro de equipe, Fernando Alonso.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Mexida no time de Lula

Charge de Sinfronio-Diário do Nordeste

Em noite de gala de Nilmar, Brasil vence Chile

Debaixo de muita chuva, o Brasil venceu o Chile por 4 a 2, ontem, quarta-feira, no Estádio Pituaçu, em Salvador. Sem quatro titulares, o reserva Nilmar marcou três gols e garantiu mais uma vitória para a seleção de Dunga. Com o resultado, o Brasil está em uma série invicta de 19 jogos. Quem esperava que Adriano brilharia atuando no lugar do suspenso Luis Fabiano teve de bater palmas para Nilmar. O ex-colorado atuou na vaga de Robinho, que se machucou contra a Argentina, sábado passado. O Imperador, após um primeiro tempo razoável, sumiu na etapa final. O Brasil jogou com um a menos desde os quatro minutos do segundo tempo, quando Felipe Melo foi expulso - o chileno Sanchez recebeu também o vermelho, só que aos 33, quando o placar já estava 4 a 2.
No blog do Noblat:
Manchete do jornal La Nación depois da derrota da Argentina por 1 x 0 diante do Paraguai:
"La noche en que la Argentina mostró su peor cara y perdió hasta su historia ".
(Não tem preço!)

Caminho das Indias: Opasch expulsa Maya

Opash descobre mentira de Maya. Ele lê carta que ela havia escrito para Raj e fica pasmo ao saber que Niraj é um dalit.
Ele desce as escadas de casa no momento em que Maya volta com Niraj no colo, sem ter conseguido entregá-lo a Bahuan.
“Você enganou meu filho! Me enganou! Enganou nossa família inteira”, ele grita e começa a xingá-la.
Logo depois surgem os outros parentes. Todos ficam pasmos com a revelação. Indira desmaia. Opash continua a gritar com Maya:
“Eu não sou mais responsável por você. Você não é a viúva do meu filho! É a mulher que desvirtuou meu filho nessa vida e na outra. Fora daqui! Fora!”, ele diz, expulsando Maya.
Se tiver curiosidade, leia aqui as dez principais cenas do ultimo capítulo.

Filho prende o próprio pai em flagrante

Um cabo do Exército prendeu o próprio pai na noite de quarta-feira (9) em Roncador, a 65 km de Campo Mourão, no Noroeste do Paraná. O militar viu o pai matar a facadas um homem. O crime ocorreu às 21h, no Bairro Anchieta, de acordo com a PM.
O cabo, que trabalha no 33º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz), de Cascavel, contratou José Farias de Carvalho, 75 anos, para levar sua mudança até o Oeste. O pai do militar, no entanto, não sabia do acordo e, ao ver Carvalho entrando na casa, acreditou tratar-se de uma invasão, acertando uma facada no tórax do homem. Carvalho foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu ao ferimento e morreu.
Diante do crime, o cabo deu voz de prisão ao próprio pai, que, segundo ele, estaria embriagado. Depois da chegada da Polícia Militar, o homem seguiu para a delegacia local, onde foi autuado em flagrante por homicídio.

Um caso de incesto em Minas Gerais

Sueli: filha, neta e amante ao mesmo tempo
Há dois meses, a dona de casa Sueli dos Reis Brandão, de 54 anos, entrou com uma ação de investigação de paternidade na Justiça de Minas Gerais. Ela afirma ser herdeira de parte de um patrimônio estimado em US$ 3 bilhões. A história da qual Sueli quer fazer parte está descrita em um processo de 118 volumes e 50 mil páginas, mas poderia ter sido escrita em linhas menos técnicas e mais cruas por Nélson Rodrigues. Ela diz ser integrante de uma família que lembra aquela criada por Nélson em Álbum de família, peça proibida pela censura em 1946, porque tratava de incesto. Sueli afirma à Justiça ser, ao mesmo tempo, filha e neta do empresário mineiro Antônio Luciano Pereira Filho, morto em 1990. Ela diz ser fruto de uma suposta relação incestuosa entre Antônio Luciano e uma de suas filhas, Ana Lúcia Pereira Gouthier. Afirma também ter sido amante do próprio pai, um personagem que nem Nélson Rodrigues teve a ousadia de criar.
Leia reportagem completa aqui na Revista Época Online

Casamento gay movimentou sociedade em Recife

No final da tarde do último Sabado (05/09/09), por volta das 17h30, na Coudelaria Souza Leão, no bairro da Várzea, no Recife, 800 pessoas estavam reunidas para ver o casamento mais esperado - e inusitado - da cidade: o dos arquitetos Zezinho Santos, de 42 anos, e Turíbio Santos, de 40 anos. Essa foi a primeira união gay celebrada de forma tradicional em Pernambuco e em todo Nordeste, com direito a cortejo de daminhas e pajens, 23 padrinhos e madrinhas e bênção religiosa, feita pelo pastor Ricardo Nascimento, da Igreja Cristã Inclusiva. Cerimônia ao ar livre, de um casal que nunca teve vergonha de mostrar a relação homoafetiva, mesmo morando no estado em que 27 homossexuais foram mortos no ano passado, vítimas do preconceito.
A high society pernambucana - e brasileira, já que a festa contou com a presença de figuras nacionalmente conhecidas, como o ator Miguel Falabella e as atrizes Araci Balabanian e Mônica Torres - viu Zezinho e Turíbio entrarem de mãos dadas, e ladeados pelas respectivas mães, ao som da marcha nupcial - tocada por uma orquestra com mais de 20 músicos -, no altar para selar a união que já dura nove anos.
Após o culto, os arquitetos receberam os cumprimentos de todos. Entre eles, do empresário Inácio Miranda e da administradora Silvana Queiroz, que chorou durante a cerimônia. “Foi lindo. Com certeza, esse momento ajudou a diminuir um pouco do preconceito contra homossexuais na sociedade pernambucana. E eles são pessoas maravilhosas”, afirmou. Para a colunista social da Folha, Paula Imperiano, essa foi “uma lapada para os preconceituosos”. Na opinião de Sílvia Rocha, “o que importa é a felicidade deles”.
*Com informações do Jornal Folha de Pernambuco

Pessoas altas são mais felizes, diz estudo

Pessoas altas são mais felizes, concluiu um estudo americano publicado na revista Economics and Human Biology. De acordo com a pesquisa, conduzida por uma equipe da Universidade de Princetown, em Nova Jersey, os verticalmente favorecidos costumam ser mais otimistas em relação à vida e menos propensos a sentir emoções negativas, como tristeza ou dor. Para o levantamento, foram entrevistados mais de 454.065 adultos americanos. Os pesquisadores observaram então que os homens que descreviam suas vidas como "a pior possível" eram em geral cerca de 2 centímetros mais baixos que a altura média. No caso das mulheres, aquelas que se viam na escala mais baixa da felicidade eram 1,3 centímetros menores que a média.
A descoberta reforça a teoria de que os mais altos têm mais chances de alcançar seu máximo potencial cognitivo, avaliaram os cientistas, já que má nutrição e doenças na infância podem barrar o crescimento e limitar o desenvolvimento intelectual.
"Existem boas evidências de que as funções cognitiva e física se desenvolvem juntas", disseram os pesquisadores. "É essa falta de desenvolvimento cognitivo que será responsável por baixos níveis de educação e piores salários na vida adulta, o que, em troca, são quase inteiramente responsáveis para níveis baixos de autoavaliação da vida e resultados emocionais pobres".
Leia mais sobre felicidade aqui

Avião faz pouso de emergência em aeroporto do Amazonas

O piloto de uma aeronave fez um pouso de emergência logo após decolar do Aeroporto Bento Ribeiro, em Maués (AM), que fica a mais de 250 quilômetros de Manaus, nesta quarta-feira (9). Ninguém ficou ferido. A aeronave, que faz transporte de malotes, aterrissou em Maués às 7h30, vindo de Manaus. Logo em seguida, o piloto decolou para uma viagem até Parintins (AM). Cinco minutos depois, ele percebeu que um dos motores estava falhando e decidiu voltar para o Aeroporto Bento Ribeiro. Pouco antes de concluir a manobra, o outro motor também parou e o piloto precisou aterrissar de 'barriga' na pista.
De acordo com a Prefeito Municipal de Maués, os vôos para o município foram cancelados nesta quarta-feira. A medida foi tomada para que a aeronave pudesse passar pela perícia aeronáutica.

Chuva faz governo decretar emergência em 64 cidades de SC

Na Folha Online:
As tempestades que atingiram parte de Santa Catarina no início desta semana fizeram com que o governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) decretasse situação de emergência nos 64 municípios afetados. De acordo com a Defesa Civil, os temporais atingiram mais de 88 mil pessoas no Estado, causaram quatro mortes e deixaram 170 feridos. Entre os municípios afetados, está a cidade de Guaraciaba, a mais devastada por um tornado que atingiu Santa Catarina. O município decretou situação de calamidade pública. De acordo com o Epagri/Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia), os ventos na região chegaram a mais de 120 km/h. De acordo com o governo, o objetivo do decreto é acelerar a liberação de recursos aos municípios atingidos pelas chuvas, e agilizar o atendimento às vítimas. Até a noite desta quarta-feira, mais de 17 mil pessoas já haviam deixado suas casas, sendo que há 16.115 desalojados --estão hospedados nas casas de familiares e amigos--, e outros 1.478 estavam desabrigados, ou seja, dependem de abrigos públicos. Hoje, a secretária nacional da Defesa Civil, Inove Valente, esteve em Santa Catarina para visitar as áreas mais atingidas pelas chuvas. Porém, devido ao mau tempo, o governador e ela não puderam sobrevoar as regiões afetadas.

Relator diz que Tarso extrapolou função ao conceder refúgio e STF suspende sessão

Na Folha Online:
O STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu por cerca de duas horas o julgamento do pedido de extradição do ex-militante Cesare Battisti depois que o vice-presidente da Corte, Cezar Peluso, apresentou seu voto preliminar contestando a decisão do ministro Tarso Genro (Justiça) de conceder refúgio político ao italiano. Peluso é o relator do caso e sustentou que o Judiciário pode reavaliar o benefício. Além disso, sinalizou que é a favor da extradição do italiano. Oito ministros ainda precisam apresentar seus votos.
Com o posicionamento de Peluso, os ministros devem avaliar primeiro se o refúgio tem respaldo legal e, na sequência, decidir sobre o pedido de extradição do governo italiano.
Na avaliação de Peluso, Tarso extrapolou sua função durante a avaliação do benefício e usou argumentos de extradição para justificar o refúgio. "A concessão do benefício não atende às condições de refúgio. O ato é ilegal e ineficaz e não pode se opor à extradição", afirmou.
O relator questionou os fundamentos da decisão de Tarso e disse que a decisão do governo brasileiro representava "uma política gratuita e pesada de afronta à independência à Justiça italiana. "[É preciso] Convincentes provas objetivas e [que haja a] continuidade da perseguição e a probabilidade de sua continuação no futuro", disse.
Ao comentar os quatro assassinatos que levaram o governo italiano a condenar Battisti, Peluso ironizou a versão de crime político lembrando que um ocorreu em um açougue. "Crime político no açougue?", ironizou.
Peluso lembrou que o refúgio concedido por Tarso em janeiro contrariou decisão anterior do Conare (Comitê Nacional para Refugiados), órgão subordinado ao Ministério da Justiça e que considerou os crimes cometidos por Battisti comuns, e não políticos, como alega a defesa do italiano. "A decisão do Conare está correta, o ato é ilegal", disse.
O entendimento do Conare foi similar ao dos tribunais da Itália, da França e da Corte Europeia de Direitos Humanos. Ontem, Tarso limitou-se a dizer que sua posição é sabida. "Minha expectativa já manifestei. A jurisprudência que o país adotou até agora, que baseou meu despacho, será mantida."

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Governo recua e diz que compra de caças franceses não foi concretizada

Charge-Sponholz:http://www.sponholz.arq.br/

Ministro do STF avisa Lula de que ele terá de depor em ação sobre mensalão

O ministro Joaquim Barbosa, relator da ação penal do mensalão, enviou ofício ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva informando que o presidente da República foi arrolado como testemunha de defesa pelos réus Roberto Jefferson e José Janene.
Jefferson, atual presidente nacional do PTB, teve seu mandato de deputado federal cassado pela Câmara em 14 de setembro de 2005. Janene, ex-líder do PP, foi inocentado pela mesma Casa em 6 de dezembro de 2006.
O Código de Processo Penal faculta ao presidente, entre outras autoridades, ser inquirido em local, dia e hora previamente ajustados com o juiz, podendo depor pessoalmente ou por escrito. O Ministério Público Federal e os advogados dos 39 réus podem fazer perguntas a serem deferidas pelo relator.
O vice-presidente José Alencar, indicado como testemunha pelo deputado Valdemar Costa Neto, optou por responder por escrito. O presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), foi arrolado pelo réu José Rodrigues Borba.

Polícia Federal prende 24 em megaoperação contra roubo de cargas no Rio

Na Folha Online:
A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira 24 suspeitos, entre eles policiais civis e militares, acusados de participar de uma quadrilha especializada em roubos de cargas, arrombamento de cofres e caixas eletrônicos. Cerca de 300 agentes participam da megaoperação chamada "roubo noturno" que tem o objetivo de cumprir 58 mandados de prisão.
De acordo com a PF, a ação ainda conta com o apoio de policiais civis e militares, devido ao envolvimento de servidores dessas corporações, além de agentes do Ministério Público. O número de policiais presos ainda não foi divulgado.
"A participação dos policiais nas quadrilhas visava a garantir o sucesso da empreitada criminosa, seja através da execução direta dos crimes, ou na segurança e impunidade dos envolvidos", explicou o Promotor de Justiça Paulo Wunder, Coordenador de Segurança e Inteligência do MP Estadual.
Ele ainda acrescentou que "após quase dois anos de investigações, a polícia descobriu que as quadrilhas agiam há quase dez anos e que eram interligadas, pois tinham o envolvimento dos mesmos policiais".
As buscas e apreensões acontecem em 12 cidades do Rio --Macaé, Nova Friburgo, Duque de Caxias, Guapimirim, São Sebastião do Alto, São João de Meriti, São Gonçalo, Teresópolis, Itaguaí, Campos, Cachoeiras de Macacu, Niterói--, além de Além Paraíba, em Minas.

Caças vão criar 6 mil empregos. Na França.

No site do Claudio Humberto:
Diretor-geral internacional da francesa Dassault, fabricante dos trinta e seis aviões de combate Rafale que o Brasil vai comprar no acordo assinado com o presidente Nicolas Sarkozy, Eric Trappier comemorou antecipadamente, num blog do jornal Libération, a criação de seis mil empregos na França, no mínimo: além da Dassault, estarão envolvidas na fabricação dos caças outras empresas francesas. Detalhou também parte do acordo, de R$15 bilhões, calculando cerca de nove meses para sua conclusão. Diz que foi "decisiva" no acordo a participação do presidente Lula, lembrando que a Dassault, nos últimos oito anos de discussão da compra dos caças, tornou-se acionista minoritária da Embraer. Quanto aos Rafale, adiantou que "oferecemos a implantação de uma linha de montagem ao Brasil; da parte da França não há restrições de transferência de tecnologia ou de fabricantes. A Embraer é uma grande indústria, mas a escolha final cabe aos brasileiros". O diretor da Dassault revelou que não se discutiu o que o Brasil fabricará, "porque exige pesados investimentos", mas estimou que na França serão criados no mínimo seis mil novos empregos, sem contar com aqueles que serão criados nas demais indústrias francesas. "No Brasil fala-se de três mil (empregos)".
Comento: A propósito da aquisição de caças franceses pelo Brasil, diz um leitor francês, em comentário no Journal Du Dimanche sobre a compra dos Rafale: “Coitado dos brasileiros, compraram o que ninguém quer.”

Senado gastou R$ 70 mil em curso de Ideli em três países

O Senado gastou pelo menos R$ 70 mil para a senadora Ideli Salvatti (PT-SC) e um assessor participarem de um curso voltado para a capacitação de executivos realizado em três etapas, no México, na Argentina e na Espanha, entre abril de 2007 e janeiro de 2008, informa reportagem de Adriano Ceolin e Andreza Matais, publicada nesta quarta-feira pelo Jornal Folha de São Paulo. O evento foi promovido pela empresa Newfield Consulting, cujo fundador no Brasil é Luiz Sérgio Gomes da Silva, ex-funcionário do Palácio do Planalto e ex-assessor da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e filiado ao PT.
Gomes da Silva afirmou que o curso é mais voltado para executivos de empresas privadas, com técnicas e estratégias para capacitá-los a liderar equipes. "O principal cliente nosso é o gerente da grande empresa privada, em nível nacional e internacional. São os grandes executivos", disse.
Para os dois participarem do curso, o Senado desembolsou R$ 35.530 com as inscrições. Com diárias, a senadora gastou R$ 11.837,40 nas cidades onde o curso ocorreu: Cidade do México, Buenos Aires e Sevilha.
Paulo André Argenta, assessor de Ideli, disse que ele e a senadora também tiveram as passagens aéreas pagas pelo Senado. A Folha fez uma estimativa e os dois teriam gasto, em valores atualizados, ao menos R$ 7.500 para comprar os bilhetes.

Gente que mente: "Curriculo" falso de obras do PAC

Na Folha de São Paulo:
O governo federal infla -até com empréstimos que não irá pagar- o volume de investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) no Estado de São Paulo.Sob responsabilidade da Casa Civil, o relatório do PAC contabiliza não só recursos dos cofres da União, mas o valor total das obras previstas para o Estado, inclusive gastos do governo de São Paulo e empréstimos.No relatório, o governo federal apresenta um total de R$ 8,92 bilhões como investimentos em parceria com o governo estadual. Mas, segundo levantamento pedido a empresas do Estado, apenas R$ 1,9 bilhão é do Orçamento da União.Exibido no site do governo federal, o relatório não discrimina a fonte do dinheiro. Um exemplo: de um total de R$ 2,1 bilhões registrado como investimentos do PAC para obras executadas pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo), a União não participa com um único centavo. R$ 1,3 bilhão refere-se a empréstimos que, embora concedidos pela Caixa Econômica Federal e pelo BNDES, serão pagos pela própria companhia. Outros R$ 232,5 milhões representam a contrapartida para esses financiamentos.O balanço inclui ainda um financiamento externo da companhia, no valor de R$ 643 milhões, para o programa Onda Limpa, em Santos.Foi esse relatório do PAC a fonte da propaganda do PT de São Paulo que, no mês passado, fomentou uma briga entre petistas e tucanos. O anúncio enaltecia investimentos de R$ 100 bilhões no Estado.“Você sabia que São Paulo é o Estado brasileiro que mais recebe dinheiro do governo Lula? São obras em todo o Estado. Mais de R$ 100 bilhões destinados pelo PAC”, dizia a propaganda, chamada de enganosa pelo governador José Serra.No pedido da Folha, o relatório do PAC foi confrontado com os gastos executados pelo Estado. A comparação não se estende a obras em parceria com os municípios.Segundo dados da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), de R$ 1,72 bilhão contabilizado como investimentos do PAC em habitação, a participação da União foi de R$ 586 milhões. Outro R$ 1,14 bilhão -dos quais R$ 350 milhões em empréstimos - é de responsabilidade do Estado.

Lula não lê jornais porque são "capengas"

De Josias de Souza, na Folha Online:
O Planalto criou, no meio do ano, uma coluna semanal de perguntas e respostas chamada “O Presidente Responde”. Pouca gente notou, mas a coisa começou a ser veiculada em 7 de julho, sempre às terças-feiras. Inicialmente, saía em 94 jornais. Hoje, é publicada por cerca de 150 diários de todo país. Consiste no seguinte: Os leitores enviam perguntas, o Planalto faz uma triagem e Lula responde, na primeira pessoa, a três indagações por semana. A coluna desta terça (8) abre com uma questão formulada pelo professor João Teles de Aguiar, 44, de Fortaleza. Ele quis saber de Lula o seguinte: “Dizem que o senhor não lê jornais e tem desprezo pelo conhecimento e pelo saber. Até que ponto isso é verdade?” Na resposta, Lula nega que dê de ombros para o conhecimento: “Na democracia, quem tem desprezo pelo conhecimento jamais chega a presidente da República”. Discorre sobre a metodologia que adotou para se abastecer de informações sem precisar ler jornais: “Eu recebo todas as manhãs um panorama de tudo o que foi tratado pela imprensa...” “...E, ao longo do dia, continuo recebendo informações de ministros, de lideranças políticas, empresariais e trabalhistas sobre questões nacionais e internacionais...” Coisas “...que saíram e que não saíram na imprensa”. Lula lembra que concede entrevistas “praticamente todos os dias”. Alega que “não poderia dar informações se não tivesse informações”. E passa a explicar o porquê da aversão que desenvolveu em relação aos jornais. “Alguns deles parecem ter se especializado apenas em notícias negativas, de modo que se tornaram capengas, deixando de transmitir as variadas dimensões da realidade”. A resposta de Lula como que ratifica o que ele dissera, em janeiro, ao repórter Mário Sérgio Conti, da revista Piauí. Naquela ocasião, Lula dissera que fugia dos jornais para evitar a queimação matinal do estômago: “Eu tenho problema de azia”, Lula justificara. “Eu me cuido profundamente, para não perder o humor logo cedo”. Quanto à última parte da pergunta do professor cearense João Teles –o desprezo pelo saber—, Lula respondeu negativamente. Aproveitou para espetar o antecessor Fernando Henrique Cardoso, sem mencionar-lhe o nome: “Quanto ao saber, logo eu, que não pude ter uma educação formal, tenho feito muito mais pela educação do que governantes que tinham verdadeiras coleções de diplomas”. Lula prosseguiu: “Em meu governo, estamos criando 14 novas universidades, 104 extensões universitárias...” “...Concedemos 540 mil bolsas de estudos a jovens de baixa renda para curso superior...” “...Duplicamos o ingresso de estudantes nas universidades federais e estamos construindo 214 escolas técnicas”. Para não perder a oportunidade, Lula enganchou na resposta sua mais nova obsessão: “Agora, com o pré-sal, vamos criar um fundo de recursos para investimentos na educação e na inovação tecnológica”. É curioso que um presidente que desacredita o noticiário a ponto de se negar a lê-lo utilize as páginas dos jornais para espinafrar os jornais. Vai entender!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Tudo errado: Toffoli investe contra o Ministério Público

Do blog do Reinaldo Azevedo:
O advogado-geral da União, José Antonio Dias Toffoli, enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal), há duas semanas, um parecer sustentando que o Ministério Público não tem poderes para realizar investigações criminais.A opinião, que reabriu antiga polêmica, foi dada numa ação em que a Adepol (Associação dos Delegados de Polícia no Brasil) questiona se promotores de Justiça, nos Estados, e procuradores da República, na área federal, violam a Constituição ao exercer atribuição que seria exclusiva da Polícia Federal e da Polícia Civil.
Leia o texto completo aqui

Desembargador ironiza com quem fez teste do bafômetro

Ao negar o pedido de habeas corpus, o desembargador Luiz Noronha Dantas, da 26ª Vara Criminal do Rio, usou uma velha máxima jurídica: "O direito não socorre àqueles que dormem".
Leia mais aqui

Filha de brasileira presa na Itália morreu afogada

Na Folha Online:
A autópsia de Giuliana Favaro, 2, estabeleceu que a menina morreu na quarta-feira à noite por afogamento no rio Monticano, na cidade de Oderzo (nordeste da Itália), segundo publicou ontem à noite o site do jornal italiano "Il Gazzettino".
A equipe que fez o exame não encontrou nenhuma lesão ou ferida no corpo da criança, o que reforça a hipótese da polícia de que ela foi jogada no rio.
O resultado da necropsia pode complicar a situação da mãe, a brasileira Simone Moreira, 22, detida desde sábado (5) na prisão de Belluno, suspeita de haver matado intencionalmente a filha. Simone divide a cela com outras três mulheres, está sob efeito de sedativos e continua a afirmar que é inocente. O interrogatório dela, marcado para ontem (7), foi adiado para amanhã.

São Paulo preserva 200 Ibirapueras na Cantareira

Na Folha de São Paulo:
O governo de São Paulo decretou o "congelamento" de uma área de 29 mil hectares na serra da Cantareira (região metropolitana de SP), que faz parte do cinturão verde do Estado.Isso significa que o trecho equivalente a 200 parques Ibirapuera não poderá receber atividades que possam representar impacto ambiental, como extração ou exploração da mata nativa e implantação de áreas de reflorestamento -como a plantação de eucaliptos. Obras públicas já licenciadas, no entanto, estão liberadas.O decreto, publicado no "Diário Oficial" de sábado, fixa prazo de sete meses para o congelamento, período em que serão realizados estudos para definir o que será feito no local.A proposta, segundo o decreto da gestão José Serra (PSDB), é criar unidades de proteção integral (limitadas a estudos científicos) principalmente nas serras de Itaberaba e Itapetinga, no norte da Cantareira.A região -que abriga o pouco que restou de mata atlântica nativa- tem importância estratégica para a região metropolitana, dizem ambientalistas.Além de servir de "refrigerador" da metrópole e auxiliar a neutralizar poluentes, a Cantareira abriga mananciais de rios que abastecem as cidades do entorno e é habitat de animais em risco de extinção, como o sagui-de-tufo-preto e o pássaro penélope obscura.O trecho de mata a ser protegido abrange os municípios de Arujá, Guarulhos, Mairiporã, Nazaré Paulista, Santa Isabel, Atibaia e Bom Jesus dos Perdões. Essas prefeituras foram procuradas para comentar a medida, mas não houve expediente durante o feriado.O decreto foi baseado em pesquisas do Programa Biota-Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) -iniciado em 1999 e que tem por meta fazer um inventário da biodiversidade no Estado de São Paulo.

Brasil comprará caças à França

Sarkozy, um senhor vendedor de produtos bélicos franceses
O governo anunciou que abriu negociação para a compra de 36 aviões de combate franceses, em comunicado paralelo à divulgação do mega-acordo militar entre Brasil e França. No principal negócio do país na área desde a Segunda Guerra Mundial, o Brasil comprará helicópteros, submarinos convencionais e tecnologia para desenvolver um modelo nuclear.

"Independência" de Lula é bobagem


Gilberto Dimenstein na Folha Online:
Embalado pelo clima pré-eleitoral, o presidente Lula disse que o pré-sal é a segunda independência do Brasil. É uma enorme bobagem. Se recursos naturais garantissem civilidade, não haveria tantos países tão autoritários e corruptos nadando em petróleo, a começar de nossa vizinha Venezuela. Há muita gente, aliás, que diz o contrário - o excesso de recursos naturais não estimula investimentos em ciência e tecnologia. Daí que toda essa euforia em relação ao pré-sal ainda não conseguiu me animar, até porque vejo que querem dar mais poder ao Estado, que, no Brasil, muitas vezes é privatizado por interesses corporativos, políticos e empresariais. Sem contar que o petróleo é um produto que polui. Por isso, o que mais me interessa nesse debate é se, com esse dinheiro do petróleo, haverá mesmo um fundo de estímulo à geração e disseminação de conhecimento, com gastos em educação, ciência e tecnologia. A segunda independência do Brasil (ou talvez até seja a primeira) pode ser comemorada, de fato, quando tivermos educação pública de qualidade para todos. É a educação que garante autonomia e independência dos indivíduos. Não me sinto comemorando nossa independência nem com petróleo nem com parada militar. Muito menos nesse ano, quando se comemora o fechamento de um negócio. A presença do presidente francês sela o acordo de compra de bilhões em armamentos para o Brasil. Não me sinto comemorando nossa independência nem com petróleo nem com parada militar. Muito menos nesse ano, quando se comemora o fechamento de um negócio. A presença do presidente francês sela o acordo de compra de bilhões em armamentos para o Brasil.

Governo vetará plantio de cana em áreas da Amazonia e Pantanal


Na Folha de São Paulo:
Com um ano e dois meses de atraso, o presidente Lula vai anunciar o veto à expansão das plantações numa área de 4,6 milhões de quilômetros quadrados -mais da metade do território nacional- e em regiões que mantenham a vegetação nativa no restante do país. Essas serão as principais medidas do "selo verde" que quer imprimir ao projeto do álcool combustível, escanteado devido à prioridade ao pré-sal. Em discurso na sede da União Europeia, em Bruxelas, em julho de 2007, Lula afirmou que o biocombustível brasileiro não aumentaria o desmatamento nem avançaria sobre a produção de alimentos. Desde então, esse compromisso ficou limitado às palavras. Com exceção das nove usinas que operam na Amazônia e na área do entorno do Pantanal mato-grossense, novos empreendimento serão proibidos nessas regiões, segundo a proposta. O projeto estimulará novas plantações de cana em áreas de pastagens degradadas. A expectativa de governo e produtores é duplicar a área de cerca de 7 milhões de hectares (ou 70 mil quilômetros quadrados) de cultivo até 2017. Objeto de longa e acirrada disputa no governo, as regras do zoneamento da cana correm o risco de serem alteradas no Congresso antes de entrarem em vigor. Aos ministros, Lula anunciou que não podia comprometer a estratégia do álcool "verde" para atender aos interesses de produtores rurais do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul, aliados do ministro Reinhold Stephanes (Agricultura). Mas, ao optar por um projeto de lei -e não por medida provisória-, Lula abriu caminho para novo "round" entre o agronegócio e os ambientalistas. O anúncio do zoneamento da cana está confirmado para o dia 17. O evento terá 300 convidados. Integrantes do governo reconhecem no ato comandado por Lula uma resposta à movimentação da pré-candidata ao Planalto Marina Silva (PV). O compromisso com o biocombustível verde extrapola, porém, o debate político interno. Tem a ver com a imagem internacional e com a possibilidade de barreiras não-tarifárias à venda do álcool no exterior. Essa preocupação foi exposta em carta a Lula pelo presidente da Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), Marcos Jank. A carta registra que "percepções errôneas sobre a correlação entre biocombustíveis e desmatamento ainda persistem" e pede a definição breve das regras.

Jornalista punida por usar calças é presa no Sudão

No Portal G1:
A jornalista sudanesa Lubna Ahmed al-Hussein, condenada por "indecência" nesta segunda-feira (7) pelo fato de ter usado calças em público, foi presa depois de se recusar a pagar uma multa equivalente a US$ 209 (cerca de R$ 385) imposta por um tribunal local, segundo seu advogado. Ela estava arriscada a ser punida com 40 chicotadas, mas escapou da pena.A condenação foi baseada na lei islâmica vigente no país africano. O caso levantou polêmica mundial em julho, quando Lubna e outras mulheres foram presas em um restaurante da capital sudanesa, Cartum. Algumas delas admitiram imediatamente sua culpa é foram chicoteadas no próprio local, mas outras, inclusive Lubna, preferiram encarar o tribunal. Lubna foi levada a uma prisão feminina na cidade de Omdurman, próxima a Cartum, segundo um de seus defensores. Durante o julgamento, o tribunal informou que, se ela se recusasse a pagar a multa, corria o risco de ficar um mês presa.

British Petroleum anunciou descoberta de campo “gigante” de petróleo no golfo do México

Sem alarde, o grupo petrolífero britânico BP anunciou no último sábado (05) que descobriu um campo “gigante” de petróleo no golfo do México, em águas profundas, numa zona onde está a fazer prospecção, 400 km a sudeste de Houston (nos EUA).Segundo a BP, que emitiu um comunicado, esta jazida foi baptizada de “Tiber” e esta sob 1259 metros de água e tem uma profundidade total de 10.685 metros, “o que faz dele um dos mais profundos jamais furados pela indústria petrolífera e gasista”, mais do que na bacia de Tupi (na costa brasileira), cujas reservas se estimam estar até 7000 metros de profundidade. A zona é explorada pela BP (62%), conjuntamente com a brasileira Petrobrás (20%) e a americana Conoco Philips (18%).O grupo britânico é já o maior produtor de hidrocarbonetos do golfo do México, de onde extrai o equivalente a 400 mil barris de petróleo bruto por dia, e ainda terá de avaliar a dimensão da jazida e a sua rantabilidade.A empresa recorda que esta descoberta se segue à do campo de Kaskida, em 2006, na mesma secção do golfo do México. Estima-se que a produção seja de 4 bilhões de barris a curto prazo e o total da reserva alcance o máximo de 40 bilhões de barris.
Comento: Nem por isso os Estados Unidos fizeram barulho. E o melhor: A petrobras é parceira da BP neste empreendimento e poderá utilizar a tecnologia da BP no projeto pré-sal.

Comer menos é viver mais

Não há estudos formais sobre a restrição de calorias em humanos. Nós sabemos que ela funciona em ratos e moscas drosófilas porque eles têm uma expectativa de vida pequena; um estudo que esperasse repetir o resultado em humanos demoraria décadas. É muito difícil imaginar uma pessoa que se candidatasse a passar fome na maior parte de sua vida quando benefícios a longo prazo ainda são desconhecidos.
Ainda assim, nós temos algumas evidências básicas de que o regime pode ter benefícios. Em Okinawa, no Japão, por exemplo, que tem muitos centenários em sua população, as pessoas tradicionalmente consomem menos calorias. Após as duas guerras mundiais, quando o suprimento de comida era escasso, menos pessoas morreram de doenças relacionadas à idade, como doença de artéria coronária, diabetes tipo 2 e câncer [fonte: Hochman]. Quando pesquisadores no complexo autossustentável Biosfera 2 (um projeto com o objetivo de recriar os principais ecossistemas terrestres) se viram com o estoque de comida acabando nos anos 1990, eles adotaram uma dieta com restrição de calorias; um dos pesquisadores, Roy Walford, tornou-se um dos principais devotos da dieta, escrevendo livros como "A Dieta dos 120 anos" e "O Plano Antienvelhecimento". Walford morreu em 2004 de esclerose lateral amiotrófica (ELA, mais conhecida como doença de Lou Gehrig).Mesmo sem evidência científica dos benefícios da longevidade, muitas pessoas adotaram a restrição de calorias na esperança de diminuir o processo de envelhecimento.

"Com ou sem a nova CPMF, ministro da Saúde continuará de pires na mão"

Ex-ministro da Saúde, o cardiologista acreano Adib Jatene, diretor do Hospital do Coração (HCor), tem sustentado há tempos a necessidade de se aumentar os investimentos públicos no Sistema Único de Saúde (SUS). Para ele, as cenas de horror e os recorrentes problemas no atendimento dos hospitais estatais não derivam de problemas de gestão, e sim da crônica falta de recursos para a assistência médica gratuita. Considerado o pai da CPMF (Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira), ele lutou pela aprovação do tributo em 1996, quando administrava a pasta da Saúde no governo de Fernando Henrique Cardoso.
Coerente com sua trajetória, o médico continua defendendo a criação de um tributo que vincule recursos para a saúde, razão pela qual cerra fileiras em defesa da Contribuição Social para a Saúde (CSS), proposta do governo Lula para ressuscitar a CPMF, com a cobrança de uma pequena porcentagem sobre as transações bancárias de empresas e pessoas físicas, objetivando a criação de um fundo para a saúde."Com os recursos de que dispõe hoje, é impossível o setor público oferecer uma assistência melhor às pessoas", avalia Jatene. "O ministro José Gomes Temporão está pedindo R$ 10 bilhões a mais. É pouco. Ele precisa de, no mínimo, mais R$ 50 bilhões. Com ou sem a nova CPMF, ele continuará com o pires da mão", conclui.
Leia a entrevista aqui

Acordo entre Brasil e França equivale ao gasto dos EUA em 10 dias

Com o acordo assinado ontem com a França, o Brasil começa a enterrar o discurso de que ser pacifista significa ter Forças Armadas mínimas, informa reportagem de Igor Gielow, publicada nesta terça-feira pelo Jornal Folha de São Paulo. Mas nem por isso se transformará numa potência militar a ameaçar os seus vizinhos.
Os valores envolvidos só encontram similares no mundo emergente nos gastos da Índia --que irá comprar US$ 11 bilhões em aviões de combate em breve. Mas os mais de R$ 30 bilhões a serem gastos em 20 anos na compra de submarinos, helicópteros e caças representam cerca de dez dias do gasto militar americano em 2008.
Não deverá haver impacto significativo no gasto militar proporcional ao PIB, hoje na casa dos 1,5%. É compatível com a média de 1,3% da América Latina, mas no caso brasileiro mais de 80% são gastos com salários e pensões. Ainda assim, para fins de comparação, o gasto previsto para o PAC neste ano está em R$ 22 bilhões.