sexta-feira, 13 de março de 2009

Peruanos invadem parque brasileiro na Amazônia para roubar madeira nobre.

A falta de vigilância na área de fronteira da Amazônia é tão grave que um acampamento de madeireiros peruanos que invadiram a fronteira brasileira para cortar madeira foi encontrado pelo Ibama de Cruzeiro do Sul, no Acre. As instalações flagradas ficam dentro do Parque Nacional da Serra do Divisor, no extremo oeste brasileiro. Segundo o chefe da unidade local do instituto, Márcio Venício Lima, esse mesmo acampamento já havia sido destruído no final de 2007, mas os madeireiros voltaram.
O flagrante foi feito durante um sobrevoo realizado pelo Ibama no final de fevereiro. De acordo com Lima, os peruanos ainda não foram expulsos, pois para isso é necessário descer no local de helicóptero, e o Ibama está sem aeronaves porque venceu o contrato com a empresa que aluga os aparelhos para o instituto. Ele afirma, contudo, que uma operação já está prevista para os próximos dias, quando as questões burocráticas forem resolvidas.
O chefe do Ibama local conta que do lado peruano quase já não há madeira nobre, enquanto o lado brasileiro é protegido pelo Parque Nacional da Serra do Divisor, pela Reserva Extrativista do Alto Juruá e por reservas indígenas, onde árvores como o cedro e o mogno – esta, ameaçada de extinção – ainda existem em abundância. Segundo Lima, os acampamentos das madeireiras peruanas que invadem a fronteira são precários. “Eles trabalham de forma sub-humana, vivem em tapiris [cabanas], dormem no chão”, descreve. “Eles nunca respeitam a fronteira. Quem vem trabalhar na tem a menor noção de espaço físico ou territorial.”

Presos os acusados por morte de coelhinha da Playboy.


Anna Nicole Smith morreu em fevereiro de 2007 em um quarto de hotel. Segundo autoridades, uma overdose acidental matou a ex-modelo.

O namorado e dois médicos foram detidos pela polícia acusados pela participação da morte da ex-coelhinha da "Playboy" Anna Nicole Smith. A modelo morreu em 8 de fevereiro de 2007 em um hotel-cassino da Flórida.
Smith, que foi modelo da marca Guess Jeans, foi escolhida "A Playmate do Ano" da Playboy dos EUA em 1993, e participou de filmes como "Na Roda da Fortuna" e "Corra que a Polícia Vem Aí 33 1/3".
Durante o processo para descobrir a causa da morte, autoridades afirmaram que ela morreu por conta de overdose acidental e que não havia evidência de drogas ilegais no local onde foi encontrado o corpo.
Nesta quinta-feira (12), o namorado Howard K. Stern e os médicos Sandeep Kapoor e Khristine Eroshevich foram acusados de fornecer receitas médicas indiscriminadamente antes da morte da modelo. Os médicos ainda são acusados de fraude e dolo.
Stern e Kapoor foram detidos, mas liberados em seguida pela Justiça de Los Angeles após pagar uma fiança, à noite, de US$ 20 mil. Khristine deve se apresentar à polícia na próxima segunda-feira, segundo as autoridades. Conforme a promotoria da Califórnia, os médicos e o namorado usaram nomes falsos para poder prescrever “milhares de pílulas”.
“Ela era obviamente quimicamente dependente. Estes médicos tinham a obrigação de prescrever remédios com fundamentos profissionais. E as provas vão mostrar que isto não aconteceu”, disse o promotor Jerry Brown.

Criminosos assaltam clube de futebol e levam R$ 150 mil no interior de SP.

Dois criminosos armados assaltaram a sede do clube União São João, em Araras, a 168 km de São Paulo, na tarde de quinta-feira (12), e levaram R$ 150 mil. O dinheiro seria utilizado para o pagamento de funcionários e de atletas – o time lidera a segunda divisão do campeonato paulista de futebol.
Veja o site do Bom Dia São Paulo O assalto começou uma hora antes do início do treino da tarde e não durou mais do que 20 minutos. Dois homens renderam os seguranças e anunciaram o crime. Com pistolas semi-automáticas, eles trancaram os funcionários em uma sala e renderam as pessoas que chegavam ao clube. No total, foram 18 reféns.
“Conforme as pessoas chegavam, eles as abordavam ainda na secretaria e obrigavam todo mundo a deitar no chão”, disse uma vítima, que não quis se identificar.
Os jogadores das categorias de base estavam no segundo andar do prédio onde fica a secretaria. Apenas um deles, que desceu, acabou sendo feito refém. De posse dos R$ 150 mil, os criminosos fugiram. As vítimas precisaram arrombar a porta para conseguir sair da sala trancada. Para a polícia, eles tiveram ajuda. “Eles agiram com muita tranquilidade, deram a impressão de conhecer o local, de saber onde o dinheiro estava”, afirmou o delegado Tabajara Zuliani. O carro usado na fuga havia sido roubado horas antes. O veículo foi abandonado na Rodovia Anhanguera.
Leia mais em:http://g1.globo.com/

TCU quer que MLST devolva R$ 3,3 milhões aos cofres públicos.

O Tribunal de Contas da União (TCU) cobrou nesta quarta de Bruno Maranhão, líder do Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST), a devolução de R$ 3,3 milhões repassados pelo governo em convênios firmados a partir de 2003. Após o MLST invadir e depredar o Congresso, em junho de 2006, o tribunal auditou os convênios e descobriu que a verba, cerca de R$ 5 milhões, não foi devidamente investida na melhoria de assentamentos.
Além disso, verificou favorecimento e negligência dentro do Incra, e três funcionários foram multados, em R$ 4 mil cada.Os auditores já consideram que não haverá como garantir que o MLST e Associação Nacional de Apoio à Reforma Agrária (Anara), ligada ao movimento, garantam a devolução do dinheiro. Por isso, o TCU determinou o levantamento dos bens de Maranhão -um fazendeiro travestido de sem terra- que se configuram em duas fazendas em Pernambuco, que já foram identificadas. Caso ele continue se recusando a receber notificação e não apresente defesa em 15 dias, seus bens serão declarados indisponíveis e vendidos para quitar a dívida.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Justiça absolve tucanos no caso das privatizações.

A Justiça Federal absolveu integrantes do alto escalão do governo Fernando Henrique Cardoso da acusação de terem privilegiado o Banco Opportunity e outras empresas durante o leilão de venda da Telebrás, em julho de 1998. A decisão foi tomada pelo juiz titular da 17ª Vara Federal de Brasília, Moacir Ferreira Ramos, no último dia 4, dez anos depois do início da tramitação do processo.O caso envolveu a suposta concessão de privilégios do Ministério das Comunicações, do Banco do Brasil e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a participantes do leilão de privatização. Então ministro das Comunicações, Luiz Carlos Mendonça de Barros foi acusado de utilizar sua influência para que fundos de pensão, como a Previ e a Funcef, e seguradoras ligadas ao Banco do Brasil investissem no consórcio Telemar. Dois ex-presidentes do BNDES (André Lara Rezende e José Pio Borges) também figuram como réus na ação, assim como o ex-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Renato Guerreiro. O BNDES foi acusado de fornecer empréstimo de quase meio bilhão de reais para três empresas que participaram da venda da Telebrás: a construtora Andrade Gutierrez, a Macal Investimento e Participações e a Inepar Indústria e Construções.Todos foram inocentados pela Justiça. A conclusão é que eles não atuaram para interferir na concorrência de modo a favorecer alguns participantes do leilão. Segundo o juiz aconteceu justamente o contrário: eles teriam é viabilizado o certame.
As empresas também não sofreram qualquer advertência por parte do juiz.
“Foi uma luta de dez anos, mas conseguimos comprovar que foi um processo isento e competitivo”, afirmou o advogado Alexandre Wald, que atuou para várias empresas citadas no processo.
O juiz Ramos fundamentou a sua conclusão num parecer do Tribunal de Contas da União (TCU) que analisou as denúncias de interferência no leilão da Telebrás. Esse parecer concluiu que os atos praticados pelos réus “não resultaram em dano ao Erário posto que não restringiram o caráter competitivo da licitação e tampouco a isonomia do certame”.Há trechos do relatório do TCU que eximem explicitamente Mendonça de Barros de qualquer culpa. O ministro sofreu a ação de escutas telefônicas durante o leilão, fato que fez com que ele fosse convocado para dar explicações no Senado e contribuiu para a sua saída do governo. O TCU concluiu que a atuação de Mendonça de Barros teve o objetivo de “favorecer, e não frustrar, a competição no leilão da Tele Norte Leste (que, depois, passou a se chamar Telemar e, hoje é a Oi)”.
Já os integrantes do PT que entraram com representação para que o Ministério Público ingressasse com a ação - uma lista encabeçada pelo senador Aloizio Mercadante (PT-SP) e pelo presidente do partido, Ricardo Berzoini - tomaram um puxão de orelha do juiz. Ele considerou que os integrantes do PT poderiam ter contribuído com as investigações quando o partido assumiu o governo, em 2003. Mas isso não aconteceu. Assim, houve uma dificuldade em produzir novas provas no caso e, daí, a sentença pela improcedência das acusações.
“Penso ser importante enfatizar que esta ação foi promovida em decorrência de representação feita por alguns políticos que, à época das privatizações do setor de telefonia, ostentavam notória oposição ao governo do Sr. Fernando Henrique Cardoso, que então administrava o país”, escreveu o juiz. Ele citou nominalmente: Mercadante, Berzoini, Vicente de Paula da Silva (deputado pelo PT-SP) e João Vaccari Neto (filiado ao PT e presidente do Sindicato dos Bancários).
“Sobreveio o governo do Sr. Luiz Inácio Lula da Silva”, continuou o juiz. “Ora, se havia a preocupação com a apuração destes fatos, por que esses nobres políticos não interferiram junto ao governo atual, ao qual têm dado suporte, para que fosse feita, a fundo, a investigação dessas denúncias - sérias, enfatize-se - que apontaram na representação?”, questionou o juiz.
Leia a sentença, completa, do juiz em: http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/avesso/

Palavras de quem conhece:

"Aqueles que, dentro do governo, operaram a morte do Fome Zero em troca do Bolsa-Família trocaram, a meu ver, um projeto de nação por um projeto de poder. Só falta o PT aceitar Michel Temer como vice da Dilma...”
Frei Beto, ex-assessor de Lula

Marolinha do Lula e o PIB.

Charge de Amarildo

Collor aprova ato que endurece aprovação de autoridades.

O Senador Fernando Collor (PTB-AL), ex-presidente da República e atual presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, surpreendeu os integrantes da Comissão de Infraestrutura com o primeiro ato apresentado, caracterizado pelo rigor na escolha de candidatos a cargos públicos por indicação submetida a apreciação do Legislativo .
O ato número 1, aprovado pelos presentes, mas sem o voto da senadora Ideli Salvati (PT-SC), que deixou a sala na hora da votação, endurece a aprovação de nomeação de autoridades - feita atualmente por meio de sabatinas.
Os indicados para direção das 11 agências reguladoras, por exemplo, terão que ser aprovados ao cabo de um duro processo seletivo. Segundo Collor, a ideia é que os candidatos comprovem eficiência e idoneidade para estar à frente de importantes órgãos da administração pública.
-" Pelo que está no ato, não adianta só ter um padrinho forte. Queremos extrair o máximo dos candidatos. Além da idoneidade e isenção, que ele nos mostre a sua visão estratégica, seus objetivos, o que pretende fazer nessas agências. É importante que tenhamos a noção exata de quem é verdadeiramente o indicado" - disse Collor.
O processo, dividido em duas etapas, requer que os indicados comprovem, com documentos, desde o saber da área até declarações de próprio punho, garantindo que não tem parentes, sócios ou laços de amizade com pessoas que exercem função relacionada ao setor.
O rol de exigências prevê ainda comprovação de regularização fiscal em todos os âmbitos, além de confissão de que o indicado é ou não alvo de ações judiciais, como autor ou réu.

TSE absolve Clodovil da acusação de infidelidade partidária

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por unanimidade, decidiram que o deputado Clodovil Hernandes (PR-SP) não pode ser considerado infiel por trocar de partido.
O deputado deixou o PTC para se filiar ao PR em 22 de agosto de 2007, depois de o TSE decidir que o mandato pertence ao partido e não ao parlamentar.
Os ministros entenderam que Clodovil sofreu grave discriminação pessoal e que houve justa-causa para ele mudar de partido.
O deputado continua no cargo pelo qual foi eleito em 2006, com 493.951 votos
- A permanência ]de Clodovil no PTC] se tornou impraticável, e a convivência com o partido, insuportável -, votou Arnaldo Versiani, ministro relator.
O deputado Clodovil alegou, para efetivar a mudança do partido, ter sido perseguido, ter sofrido “total abandono” e por perceber conduta anti-ética por parte do PTC. Ele cita o episódio de quando esteve no hospital, após sofrer um AVC. Ele reclama de não ter recebido visita de nenhum integrante do partido.
O PTC desmentiu as acusações e entrou com o processo contra Clodovil no TSE em 20 de novembro de 2007. Para o partido, Clodovil não justificou a desfiliação em nenhuma das hipóteses de justa-causa previstas no artigo 1º da resolução do TSE.
- Este caso é peculiar. [Clodovil] Foi uma locomotiva puxadora de votos. O que teria de esperar do partido, que somente obteve representação congressual graças a este excepcional candidato? Todo apoio jurídico, administrativo, físico, para que o partido revelasse até gratidão pelo candidato que teve uma performance eleitoral brilhantíssima -, finalizou Carlos Ayres Britto, presidente do TSE.
- Fiz a minha campanha com o coração. Mas antes disso, trabalhei 40 anos -, disse Clodovil, ao fim da sessão, com os olhos marejados.

Lógica lulista:

Sim, o nosso PIB pode ficar em zero, mas será um zero superior aos outros países que ficarão em zero.

Senador Renan diz que PMDB lutará contra a crise.

O líder do PMDB no senado, o senador alagoano Renan Calheiros (PMDB-AL) voltou a afirmar o compromisso do seu partido de ajudar o governo a combater os efeitos crise fianceira internacional no Brasil.
O Senador Renan afirmou que a bancada do PMDB abriu discursão, na última quarta (11), tendo como partícipe o ministro Edson Lobão (Minas e Energia), buscando formas de arrefecer a tendência de aumento dos custos de produção provocado pela alta dos preços da energia elétrica e do óleo diesel.
Renan também colocou que o partido reuniu-se com o ministro Reinhold Stephanes (Agricultura) buscando soluções para sanar a alta do preço dos fertilizantes.
Segundo o senador, o Ministério da Agricultura prevê queda de 8,4% na renda agrícola de 2009 e afirmou, ainda, que a bancada do PMDB no Senado está disposta a apoiar a criação de um marco regulatório para o setor mineral brasileiro, assunto também tratado na reunião.

Revista Forbes inclui traficante entre os bilionários do mundo.

A Revista americana Forbes, tradicional magazine que anualmente elenca os mais ricos do mundo, incluiu em sua relação o traficnte mexicano "El Chapo" ( foto ). Ele aparece na posição 701 da lista de milionários da "Forbes", com uma fortuna estimada de US$ 1 bilhão, a mesma dos empresários Emilio Azcárraga Jean (Grupo Televisa) e Alfredo Harp Helú (Grupo Banamex).
O presidente do México, Felipe Calderón, lamentou nesta quarta-feira o fato de algumas revistas "exaltarem" os narcotraficantes do país, um dia depois de a publicação americana "Forbes" ter incluído em sua lista de bilionários o chefe do cartel de Sinaloa, Joaquín Guzmán, conhecido como "El Chapo" ("O Baixinho").
Em um fórum de negócios do qual participou, Calderón disse lamentar "profundamente" a escalada de uma campanha na qual "a opinião pública e agora até as revistas se dedicam tanto a mentir sobre a situação do México como a exaltar os criminosos".
Calderón destacou que as publicações que exaltam os criminosos fazem "apologia à criminalidade".
Além disso, declarou que, dos 6.500 mil assassinatos cometidos no México em 2008 atribuídos ao crime organizado, 93% estiveram "direta ou indiretamente" vinculados a alguma quadrilha ou cartel.
O comissário da Polícia Federal Preventiva (PFP) do México, Rodrigo Esparza, disse ontem que não sabe como a "Forbes" conseguiu calcular a fortuna de "El Chapo", que está foragido da Justiça desde 2001, ano no qual fugiu de um presídio de segurança máxima com a ajuda das autoridades do centro de reclusão.
Autoridades americanas suspeitam que o surto de violência no México esteja relacionado ao aumento dos casos de execução e sequestro no sudoeste dos Estados Unidos. Nesta quinta-feira, a Casa Branca anunciou que o governo vai estudar o envio de tropas da Guarda Nacional ao Texas e ao Arizona para combater os crimes relacionados ao narcotráfico.
Informações da Agência EFE.

CPI dos Grampos diz que material apreendido com Protógenes é nitroglicerina pura.

Integrantes da CPI das Escutas Telefônicas intensificaram nesta quinta-feira as análises do relatório sobre o vazamento de dados da Operação Satiagraha --conduzido pela Polícia Federal e que levou à prisão o banqueiro Daniel Dantas, o ex-prefeito Celso Pitta e o investidor Naji Nahas, entre outros. São 11 volumes, com cerca de 200 páginas cada, além de CDs, fitas de vídeo e áudio.
A partir das avaliações preliminares, os deputados afirmam que há indícios de que os delegados da PF Paulo Lacerda e Protógenes Queiroz mentiram à comissão.
Parlamentares e técnicos reclamaram da dificuldade para abrir alguns arquivos e também da má qualidade do áudio de outros. Em um dos arquivos, segundo os deputados, há referências ao governador de São Paulo, José Serra (PSDB), em outro a menção a um suposto namorado da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) e um terceiro faz referências ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).
Mas como os arquivos estão sob um sistema de insegurança, os parlamentares estão com dificuldades em abrir esses arquivos.
Membros da CPI, os deputados Raul Jungmann (PPS-PE) e Gustavo Fruet (PSDB-PR) colocaram suas equipes para destrinchar o material recebido pela comissão. "O volume de informações é tão grande que eu considero impossível, mesmo com uma equipe trabalhando intensamente, analisar tudo. É preciso ter cautela", disse Fruet.
Para Jungmann, o pouco que observou é suficiente para fazer um juízo de valor. Segundo o deputado, Paulo Lacerda, ex-diretor da Abin, e Protógenes Queiroz, que conduziu a primeira etapa da Satiagraha, mentiram.
"Tem muita mentira. Todos eles mentiram quando vieram aqui na CPI. É uma mentira generalizada. A gente fica espantado de ver quanta informação. Não havia um foco. Mas material suficiente para gerar muita confusão. É nitroglicerina total", disse Jungmann, que colocou seis funcionários exclusivamente para se dedicarem ao relatório.
Nos últimos dias, o vazamento de dados da Satiagraha, revelado em reportagem da revista "Veja", gerou uma série de repercussões no cenário político. Em decorrência das denúncias da revista, a Câmara aprovou a prorrogação das atividades da CPI por mais 60 dias.
A reportagem informou que entre os alvos de Protógenes estariam os ministros Dilma e Mangabeira Unger (Assuntos Estratégicos), o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o governador Serra e o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, além do empresário Fábio Luiz da Silva, filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Protógenes rebateu, no seu blog, a reportagem da revista. Segundo ele, as informações são "mentirosas". Ele negou ter investigado Dilma e outros políticos citados na reportagem da revista "Veja" durante a Operação Satiagraha.
Ontem Dilma também reagiu à reportagem. A ministra disse não temer escutas telefônicas e levantou dúvidas sobre a veracidade dos dados contidos na revista.
Leia mais em:http://www1.folha.uol.com.br/

Um avião roubado de pequeno porte cai em estacionamento.

Um avião de pequeno porte caiu no estacionamento de um shopping em Goiânia (GO) por volta das 18h30 desta quinta-feira (12). Segundo o Corpo de Bombeiros do Estado, os dois ocupantes da aeronave - um homem e sua filha de 5 anos - morreram no local. As duas vítimas foram identificadas: o homem era Cléber Barbosa da Silva (a idade não foi revelada) e a menina se chamava Penélope Barbosa Correia. Não há feridos em terra. O shopping Flamboyant fica no bairro Jardim Goiás e é o maior de Goiânia. De acordo com a Polícia Militar, a aeronave, de prefixo PT-VFI, caiu sobre cerca de 20 veículos que estavam estacionados. Segundo a FAB (Força Aérea Brasileira), a aeronave foi roubada no aeroclube de Brasília, localizado em Luziânia (GO). O homem teria brigado com a mulher antes de roubar o avião.
A queda pode ter sido intencional, já que antes de cair, o avião teria feito algumas manobras consideradas perigosas além de, segundo a PM, o piloto teria avisado por rádio que iria lançar o avião sobre o shopping para se matar. Antes de cair, a aeronave já havia atingido de raspão uma roda gigante do parque de diversões do shopping, que foi esvaziado em seguida. A PM e os bombeiros já haviam recebido inúmeras ligações de pessoas informando que um avião desgovernado sobrevoava a cidade.

Justiça proíbe União de repassar verba para entidade ligada ao MST.

O juiz José Carlos Francisco, da 14ª Vara Cível Federal de São Paulo, proibiu a União de repassar recursos para a Anca (Associação Nacional de Cooperação Agrícola). O ofício com a decisão foi encaminhado ao Siafi (sistema de acompanhamento de gastos federais) na última sexta-feira (6), quando o juiz também determinou o bloqueio de bens da associação.
A Anca é suspeita de repassar ilegalmente recursos federais para o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).
O juiz acatou pedido do Ministério Público Federal, autor da ação de improbidade administrativa contra a Anca. Para a Procuradoria, o objetivo é evitar novos repasses até a conclusão do processo.
O advogado Patrick Mariano Gomes, que defende a Anca, disse que ainda não teve acesso à decisão para traçar uma estratégia de defesa. "Portanto, seria prematuro fazer qualquer comentário sem analisar a decisão", afirmou.
De acordo com a denúncia, a Anca não conseguiu comprovar a utilização do repasse R$ 3,801 milhões do programa Brasil Alfabetizado para alfabetizar 30 mil jovens e adultos e capacitar 2.000 educadores.
A polêmica em torno do assunto voltou à tona depois do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, chamar de ilegal o repasse verbas públicas para o MST ganhou.
A ação do Ministério Público Federal foi ajuizada após o procurador-geral da República, Antônio Fernando Souza, rebater críticas do presidente do STF e afirmar que o órgão "não está dormindo" diante dos recentes conflitos no campo.
Na semana passada, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) --presidido por Mendes-- aprovou recomendação aos tribunais e varas de Justiça para priorizarem o julgamento de processos sobre conflitos fundiários.

Banco Central corta juros em 1,5 ponto e reduz taxa para 11,25% ao ano.

Com o agravamento da crise econômica, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central decidiu nesta quarta-feira, por unanimidade, acelerar a queda dos juros e reduziu a taxa básica em 1,5 ponto percentual, cortando a Selic de 12,75% ao ano para 11,25% ao ano.
Selic é a sigla para Sistema Especial de Liquidação e Custódia, criado em 1979 pelo Banco Central e pela Andima (Associação Nacional das Instituições do Mercado Aberto) com o objetivo de tornar mais transparente e segura a negociação de títulos públicos.
A taxa de juros é o instrumento utilizado pelo BC (Banco Central) para manter a inflação sob controle ou para estimular a economia. Se os juros caem muito, a população tem maior acesso ao crédito e consome mais. Este aumento da demanda pode pressionar os preços caso a indústria não esteja preparada para atender um consumo maior.
Por outro lado, se os juros sobem, a autoridade monetária inibe consumo e investimento --que ficam mais custosos--, a economia desacelera e evita-se que os preços subam --ou seja, que ocorra inflação.
Com a redução da taxa básica de juros (Selic), o BC também diminui a atratividade das aplicações em títulos da dívida pública. Assim, começa a "sobrar" um pouco mais de dinheiro no mercado financeiro para viabilizar investimentos que tenham retorno maior que o pago pelo governo. Se a taxa sobe, ocorre o inverso.
É por isso que os empresários pedem corte nas taxas, para viabilizar investimentos, ainda mais em tempos de crise, como agora. Nos mercados, reduções da taxa de juros viabilizam normalmente migração de recursos da renda fixa para a Bolsa de Valores.
Em um cenário normal, é também por esse motivo que as Bolsas sobem nos Estados Unidos ao menor sinal do Federal Reserve (BC dos EUA) de que os juros possam cair.
Quando o juro sobe, acontece o inverso. O investimento em dívida suga como um ralo o dinheiro que serviria para financiar o setor produtivo.

Incompetência faz governo Lula devolver ao BID US$ 57 milhões de saneamento

Parece incrível mas apesar de o Brasil ter 47,5 milhões de brasileiros sem acesso a coleta de esgoto e 19 milhões viverem sem água tratada, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu na semana passada devolver R$ 134 milhões (US$ 57 milhões) ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e acabar com o Programa de Ação Social em Saneamento (PASS). Assinado em 2004, o contrato de financiamento previa - com a contrapartida do Orçamento brasileiro - investimentos totais de R$ 224,4 milhões (US$ 95,5 milhões) para atender 129 municípios. Em quatro anos o governo conseguiu usar o dinheiro do BID em uma única cidade, Limoeiro do Norte (CE), e realizar licitações em apenas outras duas.A história do fim do PASS e a devolução do empréstimo tomado no BID mede bem a distância entre as metas estabelecidas pelos governos e os objetivos efetivamente alcançados. É também um retrato do funcionamento precário da burocracia que não consegue viabilizar os investimentos públicos, mas está renovando as promessas de, com as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), redimir o País nas áreas de habitação e saneamento. Os R$ 224,4 milhões do PASS eram para obras de esgoto e tratamento de água e, também, para estruturar empresas de gerenciamento, fiscalização e manutenção nos municípios.Um ano foi gasto para que a União realizasse licitação para a contratação de empresa que iria gerenciar o programa, uma exigência do BID. Em 2006 começou a seleção dos municípios - que precisariam ter entre 15 mil e 75 mil habitantes, estarem localizados nas Regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, no Espírito Santo ou norte de Minas Gerais e ter baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Mas 2007 foi gasto em um debate sobre manter o programa independente ou vinculá-lo ao PAC.
Leia mais em:http://www.estadao.com.br/

quarta-feira, 11 de março de 2009

Efeitos da crise e a culpa de Lula.

Lula e Dilma, sem saída.E agora, Lula? Não dá mais para esconder a realidade.
Quando Lula afirmou que o tsunami financeiro chegaria no Brasil como uma marolinha, o que vimos? Uma marolinha de indignação para um tsunami de tolice.Alguns se calaram por interesse. Outros por burrice. E um terceiro grupo se deixou mover por uma espécie particular de estupidez: o pensamento mágico. Como economistas erram aqui e ali — a exemplo de meteorologistas (menos os do aquecimento global, que acertam sempre, especialmente quando erram), médicos e videntes —, houve certo receio de admitir que o Brasil está inserido na economia global. E se Lula estivesse certo? “Afinal, ele é um homem que costuma contrariar o óbvio e as estatísticas”.Isto mesmo: o mundo estava sendo sacudida pela maior crise desde 1929-1930, mas o Brasil resistiria intacto. Convinha não contrariar Lula. Afinal, quem tem 80% de popularidade pode decretar: “A crise não existe”. E, no entanto, a crise está aí.
Lula passou alguns bons anos chamando para si a responsabilidade pelo crescimento da economia mundial. Em um dos seus muitos arroubos de vulgaridade acintosa, que passam por descontração à brasileira, chegou a dizer que Deus tinha mesmo privilegiado “esse baianinho”. Ressentido porque apontassem que, afinal, apenas surfava na onda do crescimento mundial, aceitou abrir mão do mérito de ser a causa das virtudes desde que o considerassem um instrumento de Deus. Lula é assim: se não é o primeiro entre os homens, reivindica ser ao menos ser a segunda pessoa da Trindade.“Se Lula, e não a economia mundial, é a causa do crescimento, então continuaremos a crescer, certo?, já que Ele continuará no meio de nós”. Não houve uma só vez em que tenha feito aqui tal ironia que não fosse perseguido por um tsunami de estupidez adesista. Que conseguia se agigantar ainda mais a cada rodada de pesquisas que indicavam recordes sucessivos de popularidade. Arrogante, Lula se oferecia para dar conselhos ao então presidente dos EUA, George W. Bush. A propósito: há certo desconsolo no mundo, agora que o diabo se aposentou... Depois que Obama assumiu e que mais um demiurgo se viu confrontado com a realidade, o mago nativo baixo um pouco o farol da prepotência. Agora, ele não dá mais conselhos; apenas reza pelo Mago do Norte...Não! Lula não era “a” causa do crescimento, o que implica que também não é “o” responsável pela crise. Esse negócio de culpar o presidente por crises internacionais é coisa de petista, de vigarice política que manda às favas o interesse do país e mira apenas nas estratégias de tomada do poder e de ocupação do aparelho de estado. As oposições não caíram nessa — o que não quer dizer que não tenham sido, também, omissas na crítica. Omissão devidamente compartilhada com boa parte da imprensa. Que não puxou as orelhas de Lula nem mesmo quando saiu proclamando: “Compre, compre muito; se você comprar, a crise ficará longe de nós”. Acabará sendo um dos responsáveis, aí sim, por muito desempregado endividado.LULA NÃO É O RESPONSÁVEL PELA CRISE, MAS É O RESPONSÁVEL POR TER ENGANADO O PAÍS. Há dois meses, ele e Guido Mantega, ministro da Fazenda, ainda insistiam no crescimento de 4% em 2009, o que todo o mercado considerava um delírio. Mas sem alarido. Afinal, como é mesmo?, “Lula sempre contraria as estatísticas e as previsões”... QUEM NÃO ENTENDE A CRISE, OU MENTE A RESPEITO, NÃO SE PREPARA PARA ELA. Eis o ponto.O tsunami chegou, sim, ao Brasil, e Lula não pode nos deixar a herança do crescimento. Ele se foi, tragado por fatores que estão fora do alcance do Brasil. Mas há uma herança que ele nos deixa. E ela tem a sua assinatura, a sua marca inequívoca, as suas digitais. LULA NOS DEIXA A HERANÇA DO DESCONTROLE DE GASTOS. E PROMETE GASTAR AINDA MAIS. Entre 2003 e 2008, o dispêndio com pessoal e encargos sociais no Brasil saltou de R$ 98,9 bilhões para R$ 130,8 bilhões; os benefícios previdenciários pularam de R$ 139,7 bilhões para R$ 199,5 bilhões; o desembolso com custeio foi de R$ 94,5 bilhões para R$ 164,1 bilhões. Parcela considerável dessa gastança foi decidida quando o mundo já dava claros sinais de desequilíbrio. O mérito de Lula é ter atrapalhado pouco o crescimento quando o mundo crescia. E seu grande demérito é ter elevado brutalmente os gastos do governo mesmo depois de a crise ter mostrado as fuças.
A POLÍTICA MONETÁRIA É A MAIOR EVIDÊNCIA DE QUE GOVERNO E BANCO CENTRAL ESTAVAM COM UMA LEITURA ERRADA SOBRE OS EFEITOS DA CRISE FINANCEIRA NO BRASIL. Não se trata de crucificar ninguém, mas de admitir o erro. É um passo importante para que não se erre de novo. Durante alguns meses, o Brasil foi tomado por várias loucuras diferentes, algumas opostas, mas combinadas:- Lula e Mantega diziam que a crise seria amena no Brasil, que cresceria 4%;.- ao mesmo tempo, a Fazenda pressionava o BC a baixar juros;- o BC dizia que o problema não eram os juros, mas os gastos (o que também é verdade) e decidiu demonstrar que ninguém dava pitaco no Copom: "Aqui quem manda é nóis";- temerosos de que a independência do BC fosse maculada pela Fazenda, certos setores passaram a usar o acerto para justificar o erro: até que o governo não cortasse gastos, não dava para ser mais agressivo no corte dos juros. Os gastos tinham e têm de ser controlados, o que não quer dizer que os juros não tivessem num patamar irrealista.Em suma, a leitura macroeconômica estava errada. Os vários agentes do governo não entenderam a natureza da crise. E quem poderia fazer a crítica ou se ausentou (setores da oposição) com receio da popularidade de Lula ou preferiu adotar como conselheiro o clichê do avestruz: “se eu esconder a cabeça, o perigo passa”.

CPI marca depoimento de Protógenes para 1º de abril e tira sigilo do inquérito

A CPI das Escutas Clandestinas da Câmara marcou para o dia 1º de abril o depoimento do delegado Protógenes Queiroz à comissão para explicar supostos abusos que teriam ocorrido durante a Operação Satiagraha, da Polícia Federal. Ao anunciar a data do depoimento, o relator da CPI, deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), disse que não há "coincidência" com o fato de Protógenes falar à comissão no "dia da mentira".
Protógenes é suspeito de utilizar métodos ilegais durante a Satiagraha para investigar diversas autoridades dos Três Poderes.
Na reunião desta quarta-feira, a comissão aprovou uma série de requerimentos de convocações e convites para novos depoimentos à comissão --que ontem prorrogou os seus trabalhos por mais dois meses depois que a revista Veja divulgou as supostas ilegalidades cometidas por Protógenes durante a Satiagraha.
Além de Protógenes, o ex-diretor da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) Paulo Lacerda também foi convocado para prestar depoimento à comissão. A CPI ainda aprovou convite para que o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil) preste depoimento sobre a Operação Satiagraha. Dirceu é apontado pela revista Veja como um dos alvos do delegado Protógenes Queiroz na operação.
A CPI ainda aprovou a convocação para depoimento do agente da Abin, Márcio Seltz, do delegado Amaro Vieira Ferreira (responsável pela investigação interna sobre eventuais abusos cometidos por Protógenes), e convite para o juiz Mazloum falar aos deputados.
Outros requerimentos aprovados pela comissão determinam a convocação de Francisco Ambrósio --agente aposentado do SNI apontado como responsável pelos grampos ilegais contra senadores, deputados, ministros e autoridades do Judiciário --e Idalberto Araújo, que seria responsável por indicar Ambrósio para as investigações da Operação Satiagraha.
A comissão também aprovou convite para que o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) preste depoimento à comissão. Jarbas denunciou ser vítima de espionagem supostamente articulada por setores do PMDB. O parlamentar fez recentemente duras críticas ao partido e chegou a acusar peemedebistas de promover a corrupção na administração pública federal.
Sigilo
A comissão também aprovou hoje a quebra de sigilo dos nove volumes encaminhados à CPI pelo juiz Ali Mazloum, da 7ª Vara Criminal Federal. O material foi enviado à comissão na semana passada, mas ficou trancado em um cofre até a comissão decidir sobre a sua liberação. Mazloum preside o inquérito que apura o vazamento de informações da Operação Satiagraha, coordenada por Protógenes.
No total, o material reúne sete volumes relacionados ao inquérito que investiga o vazamento de informações da Satiagraha --além de dois volumes de processo cautelar que estavam em posse do juiz. O sigilo do inquérito foi quebrado esta semana por Mazloum.

Ex-BBB Maíra confirma participação em vídeo pornô caseiro.

Eliminada do "Big Brother Brasil 9" na noite desta terça-feira (10), a modelo e apresentadora Maíra confirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, sua participação em um vídeo caseiro que começou a circular na internet no mesmo dia de sua eliminação. As imagens mostram Maíra fazendo sexo oral.
De acordo com a assessora da ex-BBB, as imagens foram feitas pelo celular de seu ex-marido na época em que ainda eram noivos e mostram, inclusive, a aliança que Maíra usava na época.
O celular foi roubado e, agora, as imagens vazaram na internet.
Na gravação, Maíra olha para a câmera e pergunta: "O que você está fazendo? Você não está filmando, né?"
A assessora ainda afirma que Maíra está bastante chateada com a divulgação das imagens e que a eliminada nem se lembrava mais da gravação.
Maíra, que durante o confinamento não quis desfilar pela casa do reality show de biquíni por respeito ao pai, afirmou em um chat após a eliminação que jamais posaria nua. "Mas adoro ensaio sensuais, de lingerie", disse.
Leia mais em:

"CQC" tenta vender castelo de deputado para príncipe Charles no Congresso.

O príncipe de Gales, Charles, e sua mulher, a duquesa de Cornualha, Camilla Parker, chegaram por volta das 16h ao Congresso Nacional, em Brasília.
Eles foram recebidos pelos presidentes da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), e do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e permaneceram no local por cerca de meia hora.
O casal não falou com a imprensa, mas foi recepcionado por um repórter do programa "CQC", da TV Bandeirantes, que tentou vender ao herdeiro do trono britânico o castelo estimado em R$ 25 milhões do deputado Edmar Moreira (sem partido-MG).
O repórter mostrou a foto do castelo ao príncipe e disse, em inglês, que vendia para ele por R$ 6 milhões.
A chegada de Charles e sua comitiva causou alvoroço no Congresso. A deputada federal Maria Lúcia Cardoso (PMDB-MG) chegou à Casa Legislativa acompanhada de deputadas estaduais de Minas, que foram barradas na porta por seguranças.
Charles e sua mulher realizam no Brasil uma "visita ambiental", que tem início nesta quarta-feira (11). De acordo com a assessoria de imprensa da família real, o objetivo é promover a discussão sobre a preservação da floresta amazônica.
Durante os quatro dias que passará no país, Charles deverá se reunir com líderes empresariais para discutir ações contra o aquecimento global. Além de Brasília, eles vão passar pelo Rio de Janeiro, Manaus e Santarém. Chile e Equador também fazem parte do roteiro da realeza pela América do Sul.
Hoje, em Brasília, o príncipe, além de visitar o Congresso Nacional, vai se encontrar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e participar de um jantar no Itamaraty.
Essa é a quarta vez que o herdeiro da coroa britânica vem ao país e a primeira na companhia da mulher Camila. O casal também deverá visitar comunidades autossustentáveis na Amazônia.
Além da questão ambiental, o príncipe deverá anunciar uma parceria da instituição Youth Business International --que ajuda jovens a entrar no mercado de trabalho em 37 países-- com a ONG Conexão, no Rio. Charles ainda fará uma palestra sobre mudanças climáticas e participará de um evento com líderes políticos em Brasília.

'Bolsa Família tem a cara do Nordeste', diz Dilma.

Em café da manhã com as bancadas de deputados do Nordeste, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à sucessão presidencial, fez nesta quarta-feira uma explanação sobre as melhorias das condições sociais na região, afirmando que as desigualdades diminuíram. Segundo Dilma, o principal programa social do governo Lula, o Bolsa Família, tem grande impacto na região, já que 52% dos mais 11 milhões de famílias beneficiadas estão no Nordeste. ( Leia mais: Oposição quer explicações sobre viagens de Dilma para promover obras do PAC )
- O Bolsa Família tem a cara do Nordeste. A situação melhorou muito na região, as desigualdades diminuíram - disse a ministra, citando outros números como o de que 12 mil dos 29 mil agentes do Saúde da Família estão na região. 'Sou uma mulher dura cercada de homens meigos', diz Dilma
Na terça-feira, em palestra para 120 mulheres, Dilma defendeu maior participação feminina na política e se queixou, com ironias, do preconceito, sobretudo masculino, contra mulheres no poder. Para a ministra, o preconceito se manifesta de formas muito mais disfarçadas:
- Vou dar um exemplo: ele (o preconceito) dá conta do fato de que, em condições de poder, a mulher deixa de ser vista como objeto frágil, e isso é imperdoável. Este objeto frágil, quando não está fragilizado, é imperdoável que seja frágil - disse, ironizando:
- Aí começa a história das mulheres duras. Sempre que me perguntam sobre mulheres duras, falo: é verdade, sou uma mulher dura, cercada de homens meigos. Porque o homem não é duro. Eles mandam e desmandam e são suaves e meigos.
Ao defender maior participação feminina no processo eleitoral, disse que é preciso que a "mulher coloque a cabeça para fora". Citou funções que devem ser disputadas pelas mulheres, sem mencionar a Presidência da República. Porém, tanto o presidente Luiz Inácio Lula da Silva , quanto a própria ministra Dilma, já afirmaram que o Brasil está preparado para ter uma muher na presidência.

Mercado vende noivas na Bulgária!

Está com dinheiro sobrando e ainda não encontrou a mulher dos seus sonhos? Bom, a solução pode estar na Bulgária. Mais precisamente na cidade de Mogila, onde noivas são vendidas em uma feira que atrai uma multidão, incluindo estrangeiros.
Incentivadas pelas mães, as noivas ciganas - na maioria, adolescentes - sobem em uma espécie de palco para se apresentar para os interessados. Para vencer a acirrada concorrência, elas usam roupas finas e bastante ouro - até nos dentes!
As mães - as agenciadoras de matrimônio - são severas. Para garantir que as filhas estejam em boa forma, não deixam que as jovens cometam excessos. Vida noturna, por exemplo, é vetada.
A feira acontece todo ano, respeitando o calendário da Igreja Ortodoxa. E uma família pode lucrar milhares de euros com cada filha.

Planalto acrescenta 'Chaves' no nome do príncipe Charles.

A agenda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva desta quarta-feira incluiu um "Chaves" no nome do príncipe Charles. Segundo a agenda de Lula, o príncipe de Gales - que se chama Charles Philip Arthur George Mountbatten-Windsor - seria "Charles Philip Arthur Chaves". No final da manhã, o erro foi corrigido. Lula receberá o príncipe às 17h30m.
Herdeiro do trono britânico, o príncipe Charles e sua mulher, Camilla Parker Bowles, duquesa da Cornualha, serão recebidos, também nesta quarta-feira, pelos presidentes do Senado, José Sarney, e da Câmara, Michel Temer. Mudanças climáticas, desmatamento da Amazônia e proteção do meio ambiente devem ser os temas predominantes na conversa.
O príncipe Charles e Camila visitarão ainda, Rio de Janeiro, Manaus e Santarém (PA). De acordo com a embaixada britânica, durante a estada no Brasil, se reunirão com líderes empresariais brasileiros e britânicos, a fim de aproveitar a experiência da comunidade de negócios no combate às mudanças climáticas. Depois irão para o Equador.
Esta é a quarta visita de Charles ao Brasil e a primeira na companhia de Camilla. Ele já esteve aqui em 1978, 1991 e 2002.

Lula o estadista!

No programa de sábado, na Globo News, a comentarista Cristiana Lôbo, uma aparente admiradora do presidente Lula, disse:
"Lula confessou aos amigos que quer ser lembrado, pelo seu 2º mandato,como um grande estadista, tal como Getúlio Vargas."
A idéia parece excelente mas, todos nós, queremos saber:
Quando será o suicídio?...

terça-feira, 10 de março de 2009

Ciro, o medíocre, ataca Dilma num morde e assopra "de leve"

(No diariodepernambuco.com.br) - O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) elogiou Dilma e, em seguida, lançou uma crítica.
Para ele, a ministra tem “qualidades extraordinárias”, mas falta conhecimento do Brasil e experiência política.
“Mulher como a Dilma tem qualidades extraordinárias. Poucas pessoas que eu conheço administram com o talento da Dilma. O que falta a ela é um pouco de conhecimento do Brasil, experiência política”, afirmou Ciro, que participou, em Fortaleza, de um debate sobre os reflexos da crise mundial no Brasil e no Nordeste. (Leia mais).

À mesa com Protógenes Queiroz.

Segunda-feira (9), deixei a redação do Diário de Pernambuco lá pelas 22h30. Fui encontrar meus amigos do Acerto de Contas na Rua da Hora, região central do Recife.
Eles jantavam com seus convidados para aquele debate sobre corrupção na Universidade Federal de Pernambuco: o delegado Protógenes Queiroz e o jornalista Paulo Henrique Amorim.
Me estimulava conhecer aquelas duas figuras interessantes, principalmente o polêmico delegado, envolvido (ou será surfando? Ou tragado?) em mais uma onda provocada pela Operação Satiagraha.
Em torno da mesa, alguns poucos, entre eles, o advogado José Paulo Cavalcanti Filho (ex-secretário executivo do Ministério da Justiça, na gestão Fernando Lyra, governo Sarney) e a esposa, Lectícia Cavalcanti, cujos textos sobre a culinária brasileira saboreio há uns bons anos.
Mas vamos ao que interessa. Entre uma beliscada e outra, quis saber logo do delegado:
“Não entendi os seus elogios a Lula e a Dilma Rousseff? Por quê? Que mensagem é aquela?”
Protógenes havia falado de Dilma, negando ter investigado a vida privada da ministra, como afirma a Veja:
“Ninguém fez mais do que essa mulher, do que essa autoridade, do que essa senhora”.
E de Lula:
“O presidente que mais trabalhou neste país. E tentam achincalhá-lo aqui, numa revista que não tem credibilidade nenhuma. Não se pode fazer isso com um presidente da República”.
Pois insisti na minha pergunta, fiquei realmente curioso com as frases acima. Protógenes, com uma cara singela, aparentemente tranquilo, ao lado da mulher e do sonolento filho de oito anos:
“É verdade, é verdade. Acho aquilo mesmo dos dois”.
E daí seguiu puxado por outras perguntas e respostas, sempre num tom e com frases de um justiceiro, de alguém ungido com a missão de combater corruptos e criminosos em geral.
Cinco minutos depois, lá está ele disparando coisas completamente diferentes, do tipo:
“Mas o Brasil avançaria 100 anos de fizesse o impeachment do presidente Lula. Seria importante isso. Veja como avançamos depois do impeachment de Collor. Logo depois elegemos um operário presidente da República”.
Esse é o Protógenes que está no foco de uma nova crise envolvendo algumas das figuras mais importantes da República?
O próprio.
Já havia ficado surpreso com alguns comentários dele sobre, por exemplo, se fosse eleito presidente mandaria os corruptos para fora do Brasil, com famílias e tudo mais, sem dinheiro. Mas, até falar do impeachment de Lula, tratava algumas frases e declarações como comentários tolos, sem reflexão, soltos entre um drique e outro.
Mais cedo, em outras conversas ao longo do jantar, o delegado havia também destilado alguns ódios contra a Veja, que o acusa de todo tipo de espionagem ilegal; contra o banqueiro Daniel Dantas, sua principal vítima na Satiagraha; e contra outros personagens mais modestos.
Entre os últimos, um deles é o deputado federal Raul Jungmann, presidente do PPS de Pernambuco:
“Vou vir fazer campanha (eleitoral) contra esse sujeito, é um bandido!!” Protógenes diz que Jungmann recebeu ajuda de Daniel Dantas para se eleger e está à serviço do banqueiro.
Deixei o restaurante algumas horas depois com a impressão de que deveria ter acompanhado mais o papo de Paulo Henrique Amorim e José Paulo Cavalcanti. Era mais normal, mais saudável.

A frase eleita como "frase do dia":

"Não estou dizendo que a Operação Satiagraha não deveria ter sido feita, mas ela teve desvio de finalidade, de função, abuso de autoridade e ilegalidades que são inaceitáveis, que o País não pode compactuar com elas.”
Acredite se quiser, esta frase é atribuida a José Dirceu, ex-ministro do Gabinete Civil de Lula, segundo o blog do Noblat.

Prefeito do Rio reprime "Bloco das Mulé"!

Uma cena triste no bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro, domingo ( 08 ), impediu a passagem do Bloco das Mulé, agremiação tradicional que há 11 anos festeja o Dia Internacional da Mulher. Camisas especiais foram confeccionadas, ensaios aconteceram, a expectativa era grande, tanto para os componentes do grupo como para os que estavam na orla de Ipanema e conhecem a festa.
O paticumbum mal havia começado quando alguns organizadores foram abordados por dois oficiais da PM, que notificaram o grupo da impossibilidade de desfilar, por falta autorização da subprefeitura - que, garante o povo do bloco, foi avisada com 48 horas de antecedência.
Telefonemas foram dados, argumentos foram apresentados, tentou-se de tudo - em vão.
Para o domingo não terminar numa completa frustração, optou-se por ir até o Posto 9, ponto final do encontro, cantando com instrumentos em punho, como forma de protesto pacífico. Deu certo - inclusive com escolta da PM - mas aí, veio a Guarda Municipal de sirene ligada, para atrapalhar a festa. Os ânimos se exaltaram, e a história acabou tristemente na 14ª DP.
Ué, tem prefeito que não gosta das "mulé"???

Corregedoria notifica Luciana Genro.

A deputada Luciana Genro (foto) do PSol-RS, foi notificada há pouco pela Corregedoria da Câmara. Em representação entregue à Corregedoria, o líder do PSDB, José Aníbal (SP), alegou que a deputada quebrou o decoro parlamentar ao acusar sem provas a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, do PSDB, de envolvimento em atos de corrupção.
Neste momento, Luciana está reunida com o corregedor, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), acompanhada dos deputados do PSol Ivan Valente (SP) e Chico Alencar (RJ) e da presidente do partido, a ex-senadora Heloísa Helena (AL).
Falastrona incorrigível, sem ser dotada da ênfase cautelosa de Heloísa Helena, Luciana Genro usa sua atuação medíocre no Congresso Nacional, para cometer "gafes" que não conspiram a favor de seu partido mas sim ajuda a "limpar" o caminho de volta do PT ao Poder executivo do Rio Grande do Sul.
Luciana precisa, acima de tudo, respaldar o que fala e usar a condição de parlamentar para agir com o mínimo de responsabidade.

Trabuco manda no Bradesco.

Não, não é o que você pensou - ou poderia ter pensado - é que Luiz Carlos Trabuco Cappi, assumiu, hoje (10) a presidência do banco Bradesco. Conhecido no meio financeiro, ele era presidente do maior grupo segurador do País, o Bradesco Seguros, e foi eleito em janeiro para substituir Márcio Cypriano à frente da instituição.
Apesar de ser formado em filosofia, Trabuco deu-se bem na área financeira e agora tem o desafio de levar o Bradesco à liderança do setor bancário privado brasileiro.
Sua árdua tarefa é superar o Itaú que mantém a liderança após a fusão com o Unibanco.

Itagiba pede indiciamento de Protógenes, Dantas e Lacerda.

O Deputado Marcelo Itagiba, presidente da CPI das Escutas Telefônicas da Câmara dos Deputados, pediu hoje (10), durante a reunião do colegiado, o indiciamento do ex-diretor diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Paulo Lacerda, do delegado da PF Protógenes Queiroz e do diretor-adjunto afastado da Abin, José Milton Campana, por terem prestado falso testemunho à CPI. Segundo Itagiba, as versões que eles apresentaram sobre a Operação Satiagraha foram desmentidas pelas investigações e por servidores da Abin e da PF que admitiram a cooperação ilegal entre as duas instituições. Itagiba também propôs o indiciamento do banqueiro Daniel Dantas, por entender que ele mandou fazer grampos ilegais. O relator, deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), afirmou ao presidente que ele voltará a analisar todas as informações sobre os acusados, o que poderá trazer mudanças ao relatório da comissão. No Nordeste, costuma-se dizer ( quando alguém age desta forma) que este alguém "está com a macaca!". Dá-lhe Itagiba!

Mantega: crescimento não chega a 4%.

Ministro Guido Mantega admitiu, hoje (10) em entrevista coletiva, que com a queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,6%, no último trimestre do ano passado, “ficou difícil” atingir a meta do governo de crescimento econômico na ordem de 4% em 2009. Ele não fez previsões para a economia brasileira, mas garantiu que o país ainda registrará um PIB positivo. Segundo sua avaliação, o crescimento econômico deverá ser "moderado" no primeiro semestre deste ano, acelerando-se somente nos seis últimos meses de 2009.
Vamos torcer!

Pais mais velhos têm mais chances de ter filhos menos inteligentes.

Uma pesquisa da Universidade de Queensland, na Austrália, sugeriu que pais mais velhos têm maior probabilidade de ter filhos com menor habilidade cognitiva.
Filhos de pais mais velhos tiveram um pior desempenho em vários testes de capacidade mental durante a infância. Ao mesmo tempo, filhos de mães mais velhas tiveram um desempenho bom nos testes, que avaliaram memória, capacidade de aprender e concentração.
Os especialistas acreditam que mutações nos espermatozoides do homem, que se acumulam no decorrer do tempo, podem ter uma influência no resultado. O estudo foi divulgado na revista PLoS Medicine.
Fatores sócio-econômicos:
O impacto da idade de mães sobre a redução da fertilidade é amplamente conhecida, mas o efeito do aumento da idade do pai ainda não foi avaliado.
Mas já foi estabelecida uma ligação entre a idade avançada dos pais e vários problemas de saúde, como um aumento de deformidades hereditárias e distúrbios neuropsiquiátricos como esquizofrenia e autismo.
A equipe de pesquisadores de Queensland analisou os dados de 33.437 crianças nascidas entre 1959 e 1965 nos Estados Unidos.
Cada criança foi submetida a uma gama de testes para avaliar a função cognitiva aos oito meses de vida, quatro anos e sete anos de idade.
Os pesquisadores levaram em conta fatores sócio-econômicos como renda familiar e nível de educação dos pais. Mas mesmo assim constataram que, quanto mais velhos os pais, menor a pontuação da criança nos testes.
Por outro lado, quanto mais velha a mãe, maior a pontuação da criança nos testes cognitivos. Mas os pesquisadores acreditam que este resultado se deve a fatores sócio-econômicos, que favorecem o ambiente em que a criança é criada.
As mudanças genéticas no pai mais velho são uma explicação para o fenômeno pois sabe-se que com a idade as mutações no espermatozoide são mais generalizadas.
Mas a equipe de Queensland ressaltou que o impacto de fatores sociais sobre a criança não podem ser descartados.
John McGrath, que liderou o estudo, disse: "Dada a tendência de se ter mães e pais mais velhos nos países desenvolvidos, os governos poderiam considerar a possibilidade de promover a conscientização dos riscos para crianças que este estudo associa a uma paternidade tardia."

Lula e a marolinha: "Sinal vermelho!"

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira que a queda do Produto Interno Bruto (PIB) no final de 2008 significa um "sinal vermelho". "Isso é uma oportunidade para a gente não ficar chorando", afirmou Lula, para quem os governantes precisam arrumar o sistema financeiro internacional, foco da crise que atingiu o planeta.
O PIB registrou queda de 3,6 por cento no quarto trimestre de 2008 frente ao terceiro, no pior desempenho da série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) iniciada em 1996.
Segundo o presidente, as medidas que o governo tomou de incentivo ao crédito e de injeção de recursos na economia demoram a surtir efeito.
Ele previu recuperação a partir de março, abril ou maio e com bom fechamento do ano.
As declarações à imprensa foram dadas no Itamaraty.
(Ag. Reuters-Reportagem de Raymond Colitt; texto de Carmen Munari; edição de Alexandre Caverni)

Jovem morre após engolir 18 pedras de crack no ES.

Uma jovem morreu anteontem em Cariacica, no Espírito Santo, após engolir 18 pedras de crack. Segundo a Polícia Civil, Deuziane Oliveira Silva, de 23 anos, teria engolido a droga após ser abordada por policiais militares na tarde de domingo para escapar do flagrante. De acordo com um amigo, ela tinha escondidas na roupa as pedras de crack e nove buchas de maconha, mas entregou aos policiais apenas a maconha. Levada para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Cariacica, ela engoliu a droga no caminho.
No DPJ, a jovem passou mal e foi levada a um posto médico no mesmo município. Ao chegar, teve convulsões e morreu em seguida. A delegada de plantão no DPJ, Tânia Brandão, disse que os médicos que atenderam Deuziane contaram que ela teve uma parada cardíaca, possivelmente provocada por overdose.

Detentos em Guantánamo dizem ter planejado 11 de setembro.

WASHINGTON (Reuters) - Cinco detentos na prisão dos EUA na baía de Guantánamo acusados de planejar os atentados de 11 de setembro de 2001 assinaram um documento expressando orgulho por seu feito e assumindo a responsabilidade pela morte de cerca de 3.000 pessoas, disse o jornal The New York Times na segunda-feira.
O documento, que o jornal diz que pode ser anunciado publicamente na terça-feira, descreve os cinco homens como "Conselho Shura 11/09" e diz que suas ações eram oferendas a Deus, de acordo com trechos do documento lidos a um repórter por uma autoridade não-identificada do governo.
"Para nós", leu a autoridade, "essas não são acusações. Para nós elas são uma medalha de honra, que nós carregamos com honra", disse o jornal.
O documento é intitulado "A Resposta Islâmica às Nove Acusações do Governo", disse o juiz militar na base naval dos EUA em um documento separado, obtido pelo Times, que descreveu o documento feito pelos detentos.
O documento foi assinado em nome dos cinco homens, incluindo Khalid Sheik Mohammed (foto), que se disse o mentor dos ataques.
Alguns dos homens disseram anteriormente que haviam planejado os ataques de 2001 e que eles queriam ser mártires. A razão para o novo documento, que a reportagem disse chegou à corte militar no dia 5 de março, não estava clara. Um breve documento judicial descrevendo o documento afirma que os homens não buscam nenhuma ação legal.

Aécio, insiste em embolar o meio do campo.

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), fez duras críticas ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e à cúpula do partido por sua discordância na realização de prévias pela legenda para a escolha do candidato que vai disputar a Presidência em 2010.
"Não se constrói um projeto para o país de alguns gabinetes ou da avenida Paulista. Se constrói caminhando pelo país. E é o que eu estou me dispondo a fazer, sempre com o sentido da unidade", disse Aécio, que já tem viagem marcada para Pernambuco na próxima semana.
A declaração foi feita um dia após o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticar a campanha pela realização de prévias no partido para escolha do candidato do PSDB à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o ex-presidente, os governadores "têm que trabalhar" ao invés de viajar pelo país em pré-campanha.
"Talvez não tenham passado para ele (FHC) com clareza a minha proposta. Seria importante que nos fins de semana nós pudéssemos andar pelo país. Porque, além das nossas tarefas administrativas, nós temos também responsabilidades políticas na construção de um partido, na construção de propostas", afirmou Aécio.
Analistas acreditam que Aécio tem mais chances de obter a indicação do partido por meio de prévias, enquanto o outro candidato, o governador de São Paulo, José Serra, tem a simpatia da cúpula tucana.
"E acho, inclusive, que o presidente Fernando Henrique seria uma figura muito importante nessas viagens. No seu caso, talvez ele possa até viajar além dos finais de semana. Não há divergência ente nós", completou.
Aécio, que já havia convidado Serra para participar das viagens, voltou a defender a união da legenda em torno de um projeto comum e lembrou que a eleição não está garantida apenas com a escolha do candidato.
"O PSDB estará unido, mas nós não ganhamos essa eleição de forma antecipada como alguns parecem demonstrar. Longe de ser o governador Serra --mas para algumas figuras do partido-- parece que basta apenas nós termos um candidato que ganhamos as eleições", alertou.
Para Aécio, as prévias são "instrumento extremamente importante" e uma forma de obter a união em torno de um projeto. "Eu não as vejo como instrumento de divisão do partido, como alguns insistem em colocá-las. Vejo as prévias como oportunidade extraordinária até mesmo de o PSDB se contrapor à movimentação do outro campo, que cada vez será maior daqui por diante", afirmou.
A verdade é que Aécio sabe que jamais conseguirá, até 2010, superar Serra nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República. Porém, sendo um amigo íntimo de Lula, vê-se influenciado a embolar o meio de campo. Se conseguir a indicação para sua candidatura a Presidência pelo PSDB, via prévias ( e para isso "trabalha" ) será uma chance "de ouro" para as pretensões de Lula: Vai dar Dilma na cabeça!

Justiça quebra sigilo telefônico de Protógenes.

A Justiça Federal decretou a quebra do sigilo de 25 linhas de celulares e rádios utilizados pelo delegado Protógenes Queiroz, mentor da Operação Satiagraha - investigação contra o banqueiro Daniel Dantas. A decisão acolhe pedido da Corregedoria da Polícia Federal, que investiga Protógenes por suposta quebra de sigilo funcional, monitoramento clandestino de políticos e autoridades e uso de agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) no cerco contra o sócio-fundador do Grupo Opportunity.A PF requereu acesso aos extratos telefônicos de Protógenes alegando que o objetivo "é reforçar as provas já colhidas no presente feito e para melhor aferir a verdade real dos acontecimentos durante o período dessa parceria espúria com servidores da Abin". Para o delegado-corregedor Amaro Vieira Ferreira, que conduz inquérito contra o criador da Satiagraha, "se faz necessário um estudo dos contatos que foram mantidos pelo investigado, o que pode ser realizado pela análise dos registros das ligações telefônicas recebidas e efetuadas por ele".O corregedor pediu "em regime de urgência" a quebra do sigilo dos registros relativos ao período de fevereiro a agosto de 2008. A Operação Satiagraha foi deflagrada na manhã de 8 de julho, quando Dantas foi capturado no Rio, por ordem do juiz Fausto Martin De Sanctis, da 6ª Vara Federal de São Paulo.
Apesar de saber que Protógenes Queiroz supostamente teria extrapolado os limites durante a investigação do banqueiro Daniel Dantas, Lula teria ficado impressionado com a extensão da ação. O assunto foi tratado ontem durante a reunião de coordenação política do governo, no Palácio do Planalto.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

segunda-feira, 9 de março de 2009

IBOPE enche Lula e Dilma de esperanças.

Ibope: 67% votariam em uma mulher para presidente.

Pesquisa divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), feita em conjunto com o Instituto Patrícia Galvão e o Cultura Data, apontou que 90% dos brasileiros elegeriam uma mulher para cargo público. Desse grupo, 74% votariam em uma mulher para prefeito, governador ou presidente, o que, do total, corresponde a 67% dos brasileiros. A pesquisa foi realizada entre os dias 13 e 17 de fevereiro, com 2.002 entrevistas em 142 municípios de todas as regiões do País.A pesquisa ainda aponta que para 83% dos entrevistados a presença de mulheres no poder "melhora a política". Na opinião de 75% deles, só há democracia, de fato, se elas estiverem nas várias instâncias de poder. Já para 73% dos brasileiros a população ganha com a eleição de um maior número de mulheres. O apoio à presença feminina no panorama político nacional foi constatado em todos os segmentos da amostra, tanto demográficos como regionais.Em contrapartida à opinião da maioria favorável à participação feminina no poder, a realidade não se revela tão otimista em relação às mulheres. De acordo com a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, ligada à Presidência da República - e que apoiou a pesquisa -, o Brasil conta hoje com apenas 8,9% de mulheres no Congresso Nacional, 12% nas assembleias legislativas e 12% nas câmaras municipais. Segundo a União Interparlamentar (UIP), organização internacional com sede em Genebra, na Suíça, o Brasil ocupa a 141ª colocação no ranking que avalia a presença de mulheres em parlamentos de 188 países. Entre os países da América Latina, o Brasil fica à frente somente da Colômbia.Cotas Como na maior parte dos países latino-americanos, a legislação eleitoral brasileira estipula às mulheres participação de 30% nas listas de candidatos dos partidos políticos. No entanto, a pesquisa do Ibope indica que, dentre as nações que oferecem cotas para mulheres, o Brasil tem o pior resultado entre o número de eleitas.Na década de 1990, por exemplo, as mulheres representavam 10,8% dos parlamentares da América Latina. A partir de 2000, após a adoção de políticas de cotas em vários países, o índice saltou para 18,5%. Argentina e Costa Rica apresentaram os melhores resultados: passaram de 6% e 14% para 38,3% e 36,8%, respectivamente. Segundo os pesquisadores do Ibope, diferente dos outros países latino-americanos, a lei de cotas brasileira não estabelece sanção para os partidos políticos que não cumprem a legislação.A pesquisa do Ibope também levou em conta o critério racial no voto do brasileiro e 77% dos entrevistados afirmaram que votariam em um homem negro e 75% elegeriam uma mulher negra para qualquer cargo público, número maior dos que votariam em mulheres de qualquer raça. De acordo com o instituto, o impacto da eleição de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos pode ter interferido nas respostas. Ainda assim, a predisposição em votar em candidatos negros para qualquer cargo é maior do que em votar, genericamente, em mulheres.

Uma mulher: Um grande exemplo!

MP que perdoa dívidas de até R$ 10 mil com a União pode ser votada amanhã.

A medida provisória que prevê o perdão de dívidas de até R$ 10 mil de contribuintes com a União poderá ser votada na próxima terça-feira (10) na Câmara dos Deputados.
A MP 449/08 prevê a mudança no padrão contábil brasileiro para o padrão internacional. Com isso, ela altera a legislação tributária federal relativa ao parcelamento de débitos tributários. A medida permite que valores iguais ou inferiores a R$ 10 mil vencidos há cinco anos sejam perdoados.
Impasse
De acordo com a Agência Câmara, o deputado Henrique Fontana (PT-RS) afirmou que ainda não há acordo para a votação, mas ele espera que as divergências sejam resolvidas a tempo de realizar a votação na próxima terça.
Para o líder do governo na casa, a proposta final não deve beneficiar o mau pagador nem implicar a perda de arrecadação para o País. Segundo o ministro de Relações Internacionais, José Múcio Monteiro, se o projeto for apresentado na forma que está, ele será vetado pelo Governo.
A redação original da medida não dá descontos para parcelamentos de dívidas em 60 meses. No entanto, o relator da MP, Tadeu Filippelli (PMDB-DF), propôs a ampliação do prazo máximo do parcelamento de débitos de cinco para 20 anos, além de desconto de multas e juros para parcelamento em todos as opções de prazos.

CNI: faturamento real da indústria no Brasil em janeiro tem o pior resultado.

SÃO PAULO - De acordo com a pesquisa Indicadores Industriais da CNI (Confederação Nacional da Indústria) publicada nesta segunda-feira (9), o faturamento real da indústria de transformação no Brasil em janeiro caiu 4,3%, na série dessazonalizada. Este foi o pior resultado para os meses de janeiro desde o início da série da pesquisa, em 2003.
Conforme o estudo, a atividade industrial começou 2009 com um comportamento similar ao verificado no fim de 2008, sendo que houve variação negativa para a maioria dos indicadores pesquisados e uma maior intensidade das quedas. No confronto com o mesmo período do ano anterior, o faturamento real da indústria registrou a maior queda da série, e a única de dois dígitos.
Emprego industrial
Na mesma linha, o emprego industrial recuou pelo terceiro mês seguido, tendo acumulado queda de 2,4% nesse período, no indicador livre das influências sazonais. Em três anos essa foi a primeira redução de postos de trabalho na indústria em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,1%).
O estudo mostrou ainda que indústria operou, em média, com 78,4% da capacidade instalada em janeiro, no indicador ajustado sazonalmente. Esse valor representou uma queda de 1,0 ponto percentual em comparação com dezembro de 2008. Nos últimos quatro meses, o nível de UCI (Utilização da Capacidade Instalada) acumulou queda de 4,6 pontos percentuais.
O número de horas trabalhadas, por sua vez, foi a única variável que registrou crescimento na passagem mensal, de 1,3% no indicador dessazonalizado. A pesquisa ressalta, porém, que nos três meses anteriores houve queda de 10,3%. Ou seja, o aparente bom resultado desse indicador em janeiro só foi possível devido à fraca base de comparação.

Quem é o agiota???

Sábado, 07 de Março, em um terminal do shopping Iguatemi, emiti o extrato de minha conta corrente da Caixa Econômica Federal. Do extrato (acima) se depreende valores concernentes aos juros cobrados pela Instituição Financeira Estatal, que se diz "um banco social!"
Pois o "banco social" cobra aos seus clientes quase 7% ao mês de juros do Cheque Especial - um financiamento a curto prazo - o que equivale a 122,45% ao ano, como se vê no fac-simile acima.
Um logista, do shopping, me disse, claramente, que troca cheques com uma Factoring por 3% ( três por cento ) ao mês, menos da metade do que cobra o tal "banco social.
Vejam só: Um banco Federal que se diz social e faz tanta propaganda, age como agiota, enquanto uma instituição particular de crédito mercantil, cobra menos da metade dos juros cobrados pelo órgão financeiro estatal.
Esta é uma realidade brasileira.Mais um engôdo que a sociedade brasileira "engole" graças a sua passividade diante da propaganda enganosa do Governo brasileiro e de seus órgãos.

Ebay vende cartas de amor de príncipe Charles.


Seis cartas de amor escritas pelo príncipe Charles para uma mulher no Canadá, há 30 anos, estão à venda no site de leilões eBay, revelou a proprietária das correspondências à agência France Presse..
Alicia Carroll, que dirige a sede de Los Angeles da casa de objetos de personalidades Everything Royal, informou que Charles escreveu as cartas entre 1976 e 1980 para Janet Jenkins, que conheceu o príncipe quando trabalhava no Consulado Britânico de Montreal.
Os papéis, que estão cotados em US$ 30 mil, foram comprados por Carroll em 2002, da própria Jenkins.
Em uma carta de 8 de junho de 1980, apenas oito meses antes de anunciar seu compromisso com a futura princesa Diana, Charles escreveu sobre a pressão que sofria para encontrar uma namorada.
"Sei que se me casar o mais rápido possível, toda essa gente vai relaxar um pouco (...) Acho que a melhor solução é me casar com uma garota de cada país da Commonwealth [comunidade de ex-colônias e protetorados do Reino Unido]", brincou o príncipe.
"Não se preocupe, aconteça o que acontecer, vou lhe contar antes", diz Charles em outra carta, assinada 'com muito amor'.

Obama libera verba pública para pesquisas com células-tronco.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou nesta segunda-feira (9) um decreto suspendendo as restrições ao uso de fundos federais em pesquisas com células-tronco embrionárias. A decisão reverte uma das medidas mais emblemáticas do governo antecessor, em que o republicano George W. Bush proibiu o uso de dinheiro público para o estudo, atitude criticada por pesquisadores.
Em um ato oficial na Casa Branca, Obama disse que a ciência não está brigada com os valores morais. "Apoiaremos vigorosamente os cientistas que buscam estas pesquisas", disse o presidente.
"Vamos trazer as mudanças que tanto os cientistas e os pesquisadores, os médicos, os doentes e seus parentes esperaram nos últimos oito anos e pela qual lutaram. Vamos suspender a probição feita de o Estado federal financiar a promissora pesquisa sobre as células-tronco", disse Obama antes de assinar o decreto.
O decreto dá ainda o prazo de quatro meses aos Institutos Nacionais de Saúde para apresentarem novas regras sobre o assunto. De acordo com o consultor científico Harold Varmus, Obama delega assim às instituições a tarefa de decidir se é ético e legal arcar com as despesas com tais pesquisas.
"Vamos dar um apoio vigoroso aos cientistas encarregados das pesquisas", disse.

'Gigolô' é condenado por chantagear bilionária alemã.

Alemã disse que suíço gravou cenas de sexo e ameaçou publicá-las.Homem admitiu culpa em outros três casos e pediu desculpas na corte.
A Justiça da Alemanha condenou a seis anos de prisão o suíço acusado de chantagear a mulher mais rica do país e outras três milionárias, nesta segunda-feira (9), em Munique.
O caso, apelidado pela imprensa europeia como ‘o gigolô versus a bilionária', ganhou notoriedade após a bilionária Susanne Klatten entrar com uma denúncia por chantagem contra Helg Sgarbi.
Logo no início do julgamento, Sgarbi admitiu ser culpado e pediu "desculpas publicamente" para as vítimas, que foram extorquidas por ele. Por ter se declarado culpado, ele conseguiu abrandar a pena, que poderia chegar a dez anos de prisão. O julgamento durou cerca de uma hora.
Segundo a mulher mais rica da Alemanha, que é casada há 18 anos e mãe de três filhos, Sgarbi ameaçou publicar fotos e vídeos comprometedores sobre sua relação.
Inicialmente Susanne, uma das principais acionistas do grupo automobilístico BMW, disse que chegou a pagar 7,5 milhões de euros (pouco mais de R$ 17 milhões) ao suíço de 41 anos para impedir a aparição desse material gráfico para a diretoria da empresa e para o marido dela, segundo o semanário “Bild am Sonntag”. Mas, como as ameaças prosseguiam, ela decidiu recorrer à justiça.
O jornal inglês “The Guardian” publicou nesta segunda-feira que o valor pedido por Sgarbi foi de 49 milhões de euros (quase R$ 115 milhões).
Em uma mensagem via celular, ele escreveu para ela: “Enquanto o seu risco é muito alto, o meu é irrelevante”.
Susanne e o suíço se conheceram em um resort em Innsbruck (Áustria), em julho de 2007. Em seguida, foram para o sul da França até marcarem um encontro em um hotel em Munique. E foi lá que Sgarbi gravou as imagens dos dois tendo relações sexuais.
Klatten, de 46 anos, é a herdeira da família Quandt, acionista majoritária do consórcio BMW e tem um patrimônio estimado de 13 bilhões de euros (US$ 16,38 bilhões).

Protógenes nega que tenha espionado autoridades e diz que revista mentiu.

O delegado Protógenes Queiroz(foto), que comandou a primeira fase da Operação Satiagraha, negou nesta segunda-feira (9) a denúncia publicada pela revista “Veja” de que teria montado uma rede de espionagem de autoridades. “É mais uma mentira lançada levianamente por esse órgão de imprensa, a revista ‘Veja’, que não tem pautado com ética e com moral os trabalhos executados ultimamente”, disse Protógenes, em entrevista ao programa “Bom Dia Pernambuco”, exibida nesta segunda.
A reportagem de "Veja" afirma ter tido acesso a informações retiradas do computador pessoal de Protógenes, apreendido pela Polícia Federal, 63 fotografias, 932 arquivos de áudio, 26 arquivos de vídeo e 439 documentos de texto. Segundo a revista, o delegado guardou os relatórios, que poderiam ser usados para constranger e intimidar. A lista de Protógenes inclui, segundo a revista, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, a ministra-chefe da casa civil, Dilma Rousseff, o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o chefe de gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho, o ministro de assuntos estratégicos, Mangabeira Unger, os senadores do DEM Heráclito Fortes (PI) e Antonio Carlos Magalhães Júnior (BA), e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB-SP). De acordo com o delegado, no computador apreendido em sua residência havia informações pessoais, e alguns fragmentos da Operação Satiagraha. “Nós vivíamos um período pós-operação e isso é comum: a autoridade policial guardar pequenos fragmentos para servir às próprias autoridades quando lhe é convocado a informar”, disse. Ainda segundo Protógenes, no hotel em que ele estava foram apreendidos alguns pen-drives que continham informações da Satiagraha, entregues ao Ministério Público Federal. O delegado defende ainda a apuração sobre quem teria fornecido documentos de “um inquérito policial sigiloso” e disse ter consultado seus advogados para “providenciar as medidas cabíveis”. Protógenes Queiroz participa, em Recife, de um seminário sobre corrupção, às 19h, na Universidade Federal de Pernambuco.
Protógenes tenta, a todo custo, vender uma imagem de correção e ética, mas todas as provas , até agora, colhidas pela própria PF, parecem dizer ao contrário.

MP quer ouvir mãe que diz que gêmeo sumiu de hospital de SP nesta segunda

O Ministério Público de São Paulo quer ouvir ainda nesta segunda-feira (9) a dona-de-casa Andressa Sales, de 35 anos, que tem exames que comprovariam a gravidez de gêmeos, mas saiu da sala de parto com apenas um bebê. O caso aconteceu semana passada em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. A mulher está internada em um hospital em Itaquaquecetuba, também na região metropolitana, onde passou por uma limpeza cirúrgica na região da cesariana, porque alguns pontos se soltaram. Segundo os médicos, o quadro dela é estável, mas ainda sem previsão de alta. De acordo com a promotora Daniela Hashinoto, de Ferraz de Vasconcelos, a dona-de-casa se recupera da cirurgia utilizando um balão de oxigênio, o que impediu o depoimento durante a manhã. Ela afirmou que aguarda a recuperação da mulher para ouvi-la ainda durante esta tarde. Caso não seja possível, o depoimento pode ocorrer na manhã de terça-feira (10).

Polícia Civil indicia 14 PMs suspeitos de decapitar vítimas na Grande SP.

Crimes aconteceram no ano passado, em Itapecerica da Serra. Morte de outros dois jovens também é investigada.
A Polícia Civil concluiu o relatório das investigações referente aos homicídios de três de quatro rapazes decapitados no ano passado, atribuídos a um grupo de extermínio formado por policiais militares do 37º Batalhão de São Paulo. Foram indiciados 14 PMs - 13 deles com as patentes de soldados, subtenentes e sargentos e um oficial. Todos estão presos no Presídio Militar Romão Gomes, na Zona Norte da capital paulista. Segundo a Polícia Civil, esses policiais militares integram um grupo de extermínio batizado de “Os Highlanders”, muito temido na Zona Sul e em Itapecerica da Serra, Grande São Paulo, por decapitar as vítimas.
O delegado Pedro Arnaldo Buk Forli, do Setor de Homicídios da Delegacia Seccional de Taboão da Serra, na Grande São Paulo, indiciou nove policiais militares pela morte do deficiente mental Antonio Carlos da Silva Alves. Pelo duplo homicídio de Roberth Sandro Campos Gomes e Roberto Aparecido Ferreira foram indiciados mais cinco oficiais. Os autores do relatório concluíram que o grupo de extermínio agia como um esquadrão da morte. Além de quatro decapitações, o grupo é investigado por um duplo homicídio ocorrido em 15 de janeiro de 2008. Diego dos Santos, de 18 anos, e um amigo de 15 foram abordados, segundo testemunhas, por um carro da Rota. A Polícia Militar alega que, no dia do desaparecimento dos dois, a viatura da Rota com as placas citadas na investigação não deixou o pátio da unidade.
Policiais militares também alegaram que a viatura do 37º Batalhão apontada como a que teria sido usada na abordagem de Alves, o portador de deficiência mental, estava estacionada no quartel na hora dos fatos.

Mãe de menina que realizou aborto deve ser ouvida pela polícia.

Segundo delegado, será investigada hipótese de negligência.Local para onde menina foi levada permanece sob sigilo.
A mãe da menina de 9 anos que interrompeu a gravidez de gêmeos na semana passada, no Recife, deve ser ouvida novamente pela polícia. Segundo o delegado Antônio Dutra, de Alagoinha (PE), a mãe pode ser indiciada, caso seja comprovado que ela tinha conhecimento dos abusos sofridos pela filha. Na manhã desta segunda-feira (9), o delegado encaminhou ao fórum em Alagoinha uma solicitação de prorrogação do prazo de entrega do inquérito policial. “Precisamos de mais tempo para tomar outro depoimento da mãe. Vamos investigar a hipótese dela ter sido negligente”, diz o delegado. Sigilo Depois de receber alta do hospital, na última quarta-feira (4), a menina foi levada para um abrigo e deve ficar sob proteção da Secretaria Estadual da Mulher.
Segundo a promotora Jeanne Bezerra, representante do Ministério Público de Pernambuco, o local não pode ser revelado, para garantir a segurança da vítima, da mãe e da irmã mais velha. Revolta Segundo o padre Edson Rodrigues, pároco de Alagoinha, os moradores do município estão indignados com o caso da menina que teria sido violentada pelo padrasto e ficou grávida de gêmeos, tendo realizado aborto. Rodrigues afirma que, no próximo sábado (14), a igreja da cidade deve organizar um ato público. “Será uma mobilização dos habitantes, um grito em prol da vida”, diz o padre. Sobre o fato de a Igreja ter excomungado os médicos e a família da menina em decorrência da prática do aborto, o pároco afirma tratar-se de um ato que, “por si só incorre em excomunhão. O bispo não excomunga ninguém. O próprio ato do aborto, segundo o princípio da Igreja, leva à exclusão da comunhão”. Segundo Rodrigues, as pessoas excomungadas podem voltar à igreja “em caso de arrependimento”.
Violência
A gravidez da criança foi descoberta logo após o carnaval. Ela reclamou de dores e foi levada a uma unidade de saúde. Os médicos classificaram a gestação de 15 semanas como de alto risco, pela idade e por ser de gêmeos. Segundo os médicos, a mãe pediu para que o aborto fosse realizado. O padrasto da menina foi preso, suspeito de ter abusado da garota e ser pai dos bebês que ela esperava. De acordo com a polícia, a menina sofria violência sexual desde os 6 anos.