domingo, 24 de maio de 2015

O duro recado da indústria para Dilma: "quem sabe ligar as máquinas também sabe desligá-las".

Em nota oficial (abaixo), Presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, Diz Que a ter Tolerância Indústria vai de zero com aumento de Impostos parágrafo Compensar Excesso de gastos do Governo.
O Governo anunciou Nesta sexta-feira (22) Mais uma fase do ajuste fiscal. O Número Mais estrondoso revelado cabelo ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, foi o corte de R$ 69,9 bilhões no Orçamento. Só o corte na Verdade não existiu.O Governo Simplesmente tirou do Orçamento a arrecadação que já não iria ter. E perdeu uma oportunidade de fazer o que todo mundo faz quando falta Dinheiro: olhar para dentro de si e cortar gastos combatendo os desperdícios.

Em vez disso, Tenta Jogar uma Conta Para uma sociedade, com aumento de Impostos. Barbosa mencionou EM SUA Apresentação o "esforço de arrecadação" do Governo, inclui uma Tentativa de Aumentar a taxação Sobre a Receita Bruta das Indústrias.

"A Indústria vai ter tolerância zero com o aumento de Impostos", Diz Paulo Skaf, presidente da Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp). O Governo corre o risco de ficar sem nenhuma arrecadação, afirma. " Quem sabe como ligar Máquinas também sabe desliga-las."

Federação das Indústrias do Estado de São Paulo
Centro das Indústrias do Estado de São Paulo.

O Antagonista.

Luiz Edson Fachin, como era previsível, será ministro do STF. O PSDB, como parte do seu teatrinho eleitoral, entrará com uma representação contra Dilma Rousseff. Se der errado para os tucanos, poderá dar certo para o país. Petrobras: Aldemir Bendine inflou o lucro da empresa artificialmente. CPI da Petrobras: é possível que José Janene esteja vivo. O Antagonista descobriu que foi o doleiro Alberto Youssef a declarar a sua morte. A Focal, uma das empresas fantasmas da campanha petista, está registrada como confecção de roupas. Joaquim Barbosa não descarta ser candidato a Presidente da República. Operação Lava Jato: uma notinha esclarecedora que os jornais deixaram passar. A prisão de Milton Pascovitch implica ainda mais José Dirceu e Antonio Palocci.

Os segredos do mensalão, dez anos depois.

A história secreta de como o ex-presidente Lula escapou do escândalo de suborno que levou à prisão congressistas, empresários e toda a cúpula do PT.
Por:Daniel Pereira, na 
VEJA
(Alex Majoli/Magnum Photos/VEJA)
O ex-presidente Lula sobreviveu à CPI do mensalão, não foi acusado pelo Ministério Público e não pôde ser incluído no processo do Supremo Tribunal Federal: mais que habilidade.
Na edição de 18 de maio de 2005, VEJA publicou uma reportagem exclusiva sobre um funcionário dos Correios filmado quando embolsava uma propina de 3 000 reais. Era puxado ali o fio da meada do mensalão, o primeiro dos dois esquemas de compra de apoio político engendrados no governo do PT. Nos doze meses seguintes, o Congresso esquadrinhou cada peça dessa engrenagem criminosa abastecida com recursos desviados dos cofres públicos. Os resultados produzidos representaram um ponto fora da curva na tradição de impunidade que beneficia os poderosos. Com base em provas colhidas pela CPI dos Correios, três deputados tiveram o mandato cassado, quarenta pes­soas foram denunciadas pelo Ministério Público e 24 condenadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A antiga cúpula petista foi sentenciada à prisão. Antes cotado para a sucessão de Lula na Presidência, José Dirceu passou quase um ano atrás das grades numa penitenciária em Brasília. Banqueiros e empresários ainda estão encarcerados. Os criminosos de punho de renda foram finalmente apresentados ao castigo - não sem antes ouvir uma reprimenda moral histórica. "São eles, corruptores e corruptos, os profanadores da República, os subversivos da ordem institucional, são delinquentes e marginais da ética do poder", disse o decano do STF, o ministro Celso de Mello. 

Hoje, o mensalão ocupa um papel secundário no panteão dos escândalos nacionais. Foi superado, em cifras e ousadia, pelo petrolão, mas alguns de seus pontos ainda precisam ser elucidados. O mais intrigante deles é como o ex-­presidente Lula se livrou da responsabilidade no caso, se era, em última instância, o principal beneficiário dos votos comprados no plenário da Câmara. VEJA desta semana desvenda como Lula escapou do risco de ser apontado como o chefe do mensalão e de responder a um processo de impeachment durante a CPI dos Correios. O sucesso da blindagem ao ex-­presidente não decorreu apenas da capacidade de negociação de seus articuladores políticos. O PT negociou o silêncio do empresário Marcos Valério quando ele - às vésperas da conclusão da CPI dos Correios - avisou que acusaria Lula de comandar o mensalão se não recebesse uma ajuda financeira milionária. Um empresário amigo foi convocado para pagar a fatura e Valério se recolheu. Lula se livrou da CPI, reelegeu-se em 2006 e foi o efetivo cabo eleitoral de Dilma em 2010. Em 2012, Valério contou parte de seus segredos ao Ministério Público, tentando um acordo de delação premiada. Já era tarde. Lula não podia mais ser incluído no processo. O empresário cumpre uma pena de 37 anos de prisão. Definitivamente, não fez um bom negócio.

O Jornal Extra matou o jornalismo a facadas.

O jornal Extra matou o jornalismo a facadas com a capa que transformou o assassino do médico Jaime Gold em vítima de duas tragédias anteriores, como se as supostas faltas de família e escola fossem as verdadeiras responsáveis pelo crime e equivalessem a um assassinato.
*Felipe Moura Brasil

sábado, 23 de maio de 2015

Foro de São Paulo e o projeto do PT em busca do monopólio da violência para a comunização do país.

O texto segue que é de autoria de Bruno de Braga, bacharel em Direito e em Filosofia com mestrado em Filosofia. Braga também mantém hum blogue onde publica seus trabalhos de Análise da Conjuntura Política Nacional e, particularmente, Sobre as Ações do Foro de São Paulo no continente latino-americano e, em especial, no Brasil. 
Este Trabalho que aqui publico foi postado nenhum site de Mídia Sem Máscara e Faz Uma Análise meticulosa Sobre a Ação do Foro de São Paulo, A Partir de hum Livro publicado pelo ex-Secretário Geral dessa Organização comunista transnacional.  
Trata-se de um tema que foi transformado em tabu Pela grande Imprensa brasileira e que é criminosamente escamoteado dos brasileiros. Só com o advento da internet, dos blogs Independentes e das redes sociais foi possível quebrar esse tabu. "Fora Foro", por fim, foi gritado no Brasil mega-manifestações anti-PT, mas o nível de desconhecimento desse projeto diabólico do PT ainda é grande.
Portanto, este texto vale a pena ser lido. É ,ais um facho de luz sobre a escuridão da ignorância operada e mantida pela grande Mídia a serviço do PT. Leiam e compartilhem estas INFORMAÇÕES com seus amigos e Familiares.
Leiam:
"Foro de São Paulo". A Expressão, Pingos pronunciada poucos com heroísmo POR Alguns, Esta Cada Vez Mais Presente nsa debates Sobre país uma politica Situação Fazer. Últimos nºs protestos contra a Presidente Dilma e contra o PT, tt levaram milhares de Pessoas Às Ruas, ELA Compos Gritos de Denúncia, apareceu NAS FAIXAS e Cartazes empunhados Pelos manifestantes. Miopia aguda OU surdez dissimulada, Não Há Outra forma de explicar a omissão da Imprensa de Nao Destaca-la.
O Foro de São Paulo foi CRIADO POR Lula e Fidel Castro em 1990. POR O Objetivo era - ee - reunir Uma Esquerda latino-americana, de Partidos Políticos hum quadrilhas de narco-guerrilheiros, Paragrafo Transformar o continente na "Pátria Grande" socialista - comunista. Porem, dúvidas e suspeitas São lançadas contra o audacioso Projeto. Uma Reação de desconfiança natural, POR causa do Impacto da Denúncia OU UM artifício Paragrafo ofuscar Uma Gravidade das acusações. Mas, SEJA la O que para, a Documentação PODE Ser examinada POR QUALQUÉR hum Que tenha Interesse nenhuma ASSUNTO. E, Paragrafo dissipar QUALQUÉR Nuvem de Incerteza, basta ler "Uma estrela na Janela: Ensaios Sobre o PT e bis Situação internacional" [1]. O livro foi Escrito por Valter Pomar, que o apresenta Como Uma "Prestação de Contas" do Seu Trabalho de Oito meses à frente da Secretaria de Relações Internacionais do PT e da Secretaria Executiva do Foro de São Paulo (2005-2013) (pp. 07-08).
"O Foro de São Paulo Já è parte indissolúvel da História da Esquerda Latino-Americana Durante A Última Década do Século XX e A Primeira Fazer XXI" (p 256).. O mapa do continente NÃO foi pintado de vermelho de forma Espontânea: " o Foro Participou e contribuiu Para esta Mudança de Correlação de Forças na América Latina e Caribe "(p 244) .. Pomar Que Observa," quando o Foro foi CRIADO, havia APENAS UM Governo encabeçado Pela Esquerda: .. Cuba Hoje governamos parte dos Importante Países da Região IstoÉ se desen, AO Menos em parte, à Ação dos Partidos que integram o Foro "(p. 267) [2].
Palavras de Como Fazer petista Dão Uma Idéia da importancia do Foro de São Paulo Paragrafo uma configuracao Fazer Atual Cenário Político e da Dimensão monstruosa que adquiriu este Projeto de Poder Que É sim comunista [3]. Valter Pomar escreve Como parte do Movimento Revolucionário. Ele enaltece a Herança Soviética, Elogia o cubano "modelo", Faz da Unidade Popular do Chile Uma fonte de Inspiração, e Um entusiasta das Relações Entre Brasil e China. O ex-Secretário Executivo do Foro de São Paulo fala Abertamente Sobre o horizonte perseguido Pela Organização:
[...] "O termo 'comunismo' é recusado OU Simplesmente deixado de Lado POR amplos Setores da Esquerda, inclusive POR Alguns Que se proclamam Revolucionarios. Mas, desde o Ponto de vista teórico, o Uso do termo de e essencial, Uma Vez Que permite distinguir entre o Que É um 'Transição' EO Que É o 'Objetivo final "(OU SEJA, Uma forma madura de sociedade Que se pretende Construir)" (p. 93).
Pomar ressalta que "A Luta Pelo Poder PODE NÃO SE resolver Prazo de anos, mas a Construção de Outra sociedade e Um Projeto de Décadas e Séculos" (p 117).. Como Conquistas Ate O momento São inegáveis: "o potencial da Esquerda latino -americana Confirmado E, AO Longo Dos ano 1990 e Adiante, com o surgimento do Foro de São Paulo; hum Gestação Fazer Fórum Social Mundial; eA eleição de progressistas Uma Onda de presidentes "(p 139)..
Porem, Não basta Estar no "governo" para "Controlar o poder" (p. 155). O Esquema comunista DEVE Ser ampliado em Uma "Segunda etapa" (p 206), vias E POR: Duas. "Aprofundar Como Mudanças e Acelerar a Integração" (p 247) ..
"TEMOS que a mudança o Estado, se se mudar SUA Natureza, Não APENAS SUA forma" (p. 221). Pomar Observa que Como Mudanças devem Ser Feitas com rapidez, porqué crises Como "externas" poderiam OU "Internas" Colocar "Em Questão Nossa Permanência Nenhum Governo" - [...] "Curto o ritmo E, A e Pequena Janela, PODE SE fechar "(p. 213). ELE Pará, "Reformas Estruturais" promovidas SER precisam: a reforma Política (p 211.); o Controle do judiciário e dos Meios de Comunicação - o Domínio da Indústria e cultural do Sistema Educacional (p 221) ..
A reforma Política e imprescindível PARA O Foro de São Paulo:
"precisamos nºs Fazer Uma REFORMA POLÍTICA, conseguimos Mas nao, desde 2003 Até Hoje, Fazer Que este debate Ganhe Uma sociedade. Não Há Como faze-lo desde o Governo NEM desde o parlamento. Haveria que desencadear hum Movimento político-social, que tenha o partido [o PT] e Os Partidos de Esquerda aliados Como protagonistas "(p. 211).
A REFORMA POLÍTICA DA Arapuca
Como principais PROPOSTAS de reforma Política oferecidas Paragrafo O Público São hum Execuções da Estratégia descrita POR Pomar. Para conquistar Uma DAS PESSOAS adesão, Uma Coleta de Assinaturas Pará hum hum Convocação de Plebiscito Constituinte e Pará Uma legitimação do Projeto de lei de "Iniciativa popular" da "Coalizão Pela Reforma Política Democrática" E propagandeada Como Mobilização da "Sociedade civil organizada". Porem, OS "Movimentos sociais" envolvidos, Como de ONG e sindicatos, ou estao hum Serviço do PT, ou estao de Alguma forma alinhados com o partido. Pior. Como preveem PROPOSTAS - entre OS Outros Absurdos - hum mesmos Inserção Desses grupos em instancias decisórias da Administração Pública, promovendo Aquilo Que tanto Quer o petista Valter Pomar: a AMPLIAÇÃO sorrateira Fazer Esquema de Poder Fazer Foro de São Paulo [4]. Pará A dos Vergonha católicos - Porque contraria escandalosamente OS Princípios e orientações de Como da Igreja, um apóia CNBB hum Convocação Fazer Plebiscito Constituinte e assina o Projeto da "Coalizão Pela Reforma Política Democrática" [5].
A Respeito da Dinamarca de instrumentalização da Igreja Católica Pelos comuno-petistas - algo que ocorre há Décadas com a Pregação de hum engodo CRIADO Pela KGB e batizado POR ELA de "Teologia da Libertação" [6] - Pomar Observa o estusiasmo da Esquerda latino-americana COM Francisco, o Papa argentino que poderia Ser Explorado Paragrafo uma Promoção dos SEUS Planos (259 p.).
Pomar - Que Esteve Presente na Fundação do Foro de São Paulo Como representante do Instituto Cajamar, Uma "escola de Quadros" do PT (p 07). - Destaca a importancia da Educação e da Cultura do Pará Como pretensões da Organização comunista. "A Construção Deste Pensamento de massas, de Uma cultura de massas, é, Como Dentre Tarefas de Longo Prazo, TALVEZ A MAIS Estratégica" (p. 255). Trata-se de hum conhecido ardil, Sobretudo nsa moldes gramscianos. Ocupação das Universidades; Formação de Professores militantes; doutrinação nas Escolas; "Intelectuais" e artistas engajados - EA Colaboração ingenua dos "idiotas Úteis". Uma Estratégia Eficiente, Que NÃO Só consagrou o comunista e "apóstolo" da Teologia da Libertação, Paulo Freire, Como patrono da Educação brasileira, mas forjou Uma falsa Reputação que para tanto contribuiu à Ascensão do PT Ao Poder [7].
Dentro do plano de Promoção das "Reformas Estruturais", a reeleição de Dilma Rousseff, alertava Pomar, era imprescindível. "Não se Trata da vitória de uma pessoa, mas sim da Vitória de hum Projeto, uma Aliança de uma, de hum Partido" - o Governo Dilma, sem mandato Segundo, "com Reformas, com Mudanças Profundas, nos aproxima do socialismo" ( p. 88). E a candidata petista foi de Fato reeleita. Uma fraude eleitoral escandalosa conservou Uma marionete do Foro de São Paulo na Presidência da República [8].
Elias Jaua, o ministro venezuelano Responsável Pela Agitação comunista em Ação Recente no Brasil doutrinando Jovens.
Pátria Grande COMUNISTA
Quanto à "Integração", Ela Não É Outra Coisa Que A construção da "Pátria Grande" Comunista na América Latina. Trata-se de Uma "Integração de Amplo Alcance", que POSSA consolidar "Laços Econômicos, Sociais, Políticos, militares e ideológicos "entre OS Países governados Pela Organização (37 p.). "Esta Compreensão de Uma Integração de AMPLO escopo constitui o pano de Fundo da Criação da Comunidade Sul-Americana de Nações (2004), Cujo Nome foi posteriormente Alterado Paragrafo UNASUL (2007) "(p. 141). O Foro de São Paulo e Um dos "Laboratórios" encarregados de Planejar Uma institucionalidade da "Integração" comunista (p. 268).
No entanto, obser Pomar: "De:. De: Não haverá Integração sem Brasil TALVEZ sejamos o país latino-americano Menos da Região, o Mas somos também o capitalismo Mais potente, Que Tem Melhores condições Para Ajudar hum Financiar a Integração" (p 204). . Os Investimentos em "Infraestrutura" São Estratégicos, e devem subordinar "uma Ação das Empresas Brasileiras AOS Interesses da Política Externa e convertendo Nossa Política Externa de Política de Governo em Política de Estado" (p. 245). . Porto em Cuba, na Venezuela Metro, Estradas na Bolívia, na Nicarágua hidrelétrica Um mar de Dinheiro Público, em vez de Ser investido em obras que o país tanto da Precisa, E CANALIZADO Paragrafo patrocinar - com o Disfarce de "Integração" - o totalitarismo na América Latina.
Enfim, ESTA Síntese da "Prestação de Contas" do ex-Secretário Executivo do Foro de São Paulo Deixa à Mostra o nefasto Projeto de Poder comunista. O petista Diz Que ágora, da "planície", contribuindo com Continuarà Uma "Luta Pelo socialismo", com o Partido dos Trabalhadores (08 p.). O PT, contudo, permanece sem altos Postos de Poder. Por ISSO, Uma Observação de Valter Pomar - Feita QUANDO AINDA estava à frente da Organização Fundada POR Lula e Fidel Castro POR - è importante Para concluir: "o PT Valoriza extremamente o Foro de SP" [...] "Devemos, portanto, COMBINAR hum necessaria Luta ideológica em favor do socialismo, com Uma Estratégia e Uma Política organizativa Mais Amplas "[...]" Paragrafo Nos, do PT, o Foro de São Paulo e Prioritário "(p. 87).
"Democratização das armas": a "desmilitarização" poder EO Fazer Foro de São Paulo



Valter Pomar também apresentou nenhuma Livro Uma "Prestação de Contas" do Seu Trabalho Como Secretário Executivo do Foro de São Paulo [9]. Nela, o petista enaltece Como Conquistas da Organização Fundada POR Lula e Fidel Castro POR, principalmente a de ter instalado mandatários comprometidos com o Seu Projeto em Diversos Países da América Latina. Mas, Pomar OBSERVA que Estar nenhum "governo" não è Suficiente Paragrafo "Controlar o poder" (p. 155).
ISSO Pará, E PROMOVER necessário Uma série de "Reformas Estruturais" - ELAS entre: a reforma Política, o Controle do judiciário e dos Meios de Comunicação. Reformas Que Tem Uma especie de coroa:
"A conquista do Poder de Estado e Um Processo Complexo, Cujo PONTO DE Cristalização E o monopolio da Violência" (95 p.).
Referências:

[1]. POMAR, Valter. "Uma estrela na Janela: Ensaios Sobre o PT e bis Situação internacional". Editora Fundação Perseu Abramo: São Paulo, 2014.
[2]. Em 2012, o ex-Presidente Luiz Inácio enalteceu o papel do Foro de São Paulo na Construção do Projeto de Poder comunista na América Latina: "Hoje governamos hum grande Número de Países, e MESMO Onde somos Oposição, Partidos OS Fazer Foro TEM Uma Influência Crescente na vida Política e social "(Mensagem enviada PARA O XVIII Encontro do Foro de São Paulo, Realizado em Caracas. Cf. [ http://b-braga.blogspot.com. br / 2012/07 / Solucar-o-Efeito -do- encanto.html ]).
[4]. Cf. "A reforma Política Paragrafo o Foro de São Paulo Continuar governando o Brasil" [ http://b-braga.blogspot.com. br / 2015/04 / a-reforma politica- para-o-Fórum-de-sao. html ].
[5]. Cf. "Padres pregam Proposta de Reforma Política. Fiéis, Não assinem!" [ http://b-braga.blogspot.com. br / 2014/07 / padres-pregam- proposta-de-reforma.html ]; "O porta-voz comunista de reforma da Política Parentesco Celebrada por" [ http://b-braga.blogspot.com. br / 2014/07 / o-porta-voz- comunista-da-reforma.html ]; "A reforma da Política CNBB. Católicos, assinem não!" [ http://b-braga.blogspot.com. br / 2014/08 / a-reforma politica- da-CNBB-fieis.html ]; "Se a CNBB Realmente Quer" Eleições Limpas '... "[ http://b-braga.blogspot.com. br / 2014/11 / SE-CNBB-realmente- Quer-Eleições-limpas.html ].
[6]. Pacepa, Ion Mihai. "A KGB Criou Uma Teologia da Libertação" - http :. //www.midiasemmascara org / Artigos / desinformacao / 15820-2015-05-11-05-32-01.html . Tradução do Capítulo "Teologia da Libertação" (15), Que É parte do Livro "Desinformação": o ex-chefe de espionagem Revela Strategis secreto parágrafo minar a Liberdade ea atacar uma RELIGIÃO, e PROMOVER o Terrorismo (WND Books: Washington, 2013). ______. "A Cruzada religiosa do Kremlin".  
[7]. Cf. "A 'pedagogia' Fazer Foro de São Paulo" [ http://b-braga.blogspot.com. br / 2015/04 / a pedagogia-do- foro-de-sao-paulo.html ].
[8]. Cf. "O Foro de São Paulo Governa o Brasil"
[9]. POMAR, Valter. "Uma estrela na Janela: Ensaios Sobre o PT e bis Situação internacional". Editora Fundação Perseu Abramo: São Paulo, 2014. Cf. "A 'Prestação de Contas' Fazer ex-Secretário do Foro de São Paulo" [ http://b-braga.blogspot.com. br / 2015/05 / a-de- Prestação de Contas-do-ex-secretario. html ].
[10]. Grupo interno do PT. [11]. Uma completa de Valter Pomar Ligação Neste PODE Ser Assistida Apresentação: [ https://www.youtube.com/ ? Assistir v = G9GFaQFcLSU ])
[12]. "Proposta petista-SOCIALISTA COMUNISTA-: DESMILITARIZAÇÃO das Polícias" [ . http://b-braga.blogspot.com br / 2013/11 / proposta petista-- socialista-comunista.html ]; "AGENDA Conjunta" [ http://b-braga.blogspot.com. br / 2013/11 / agenda-Conjunta. html ]; "SINDPOL-MG tornase instrumento Paragrafo exigir aprovação de Projeto petista-SOCIALISTA COMUNISTA-: a das Polícias DESMILITARIZAÇÃO" [ ​​. http://b-braga.blogspot.com br / 2014/05 / sindpol-mg-tornase- instrumento-para .html ].

Porque hoje é Sábado, uma bela mulher.


 A bela modelo Kim Kardashian, em dose dupla.


O povo brasileiro não aguenta sustentar o PT.

Esta desastrada e incompetente agora acabou de ferrar o Povo Brasileiro permitindo aos seus ministros da Economia decretar um corte de 70 bilhões na Economia. 
Se já existe recessão agora a recessão vai aumentar muito. Quem vai pagar a conta é todo o Povo Brasileiro. 
Esta desastrada fez tudo errado no primeiro mandato dela de 4 anos. Errou feio, mas agora joga a conta para o Povo Brasileiro pagar. 
É preciso que voltemos para as ruas o mais rápido possível para gritar, espernear, fazer panelaço e outras coisas contra este STATUS QUO que esta desastrada e incompetente fez. 
CHEGA DE PAGAR A CONTA DE TANTOS ERROS!
Vamos para as ruas pedir o Impeachment da Presidente Dilma. Não esperemos esta Oposição fraca.
*José Paulo de Resende, via Grupo Resistência Democrática

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Cortes deixam fronteiras escancaradas, enquanto senadores torram milhões com 'cota parlamentar'.

Ou seja, vamos abrir as porteiras de vez para os Venezuelanos, Cubanos, FARC, Chineses, Russos e demais sujeitos que já estão infiltrados no Brasil.
E pior é que o congresso larápio faz a festa achacando ($$$) o governo alucinado e corrupto, estando nem aí para o que resta do Brasil.
Considerados apenas os investimentos, o Ministério da Defesa foi o mais afetado pelas retrações que atingiram 23 órgãos. A Pasta aplicou R$ 2,8 bilhões a menos no primeiro quadrimeste deste ano, em relação ao mesmo período de 2014. As aplicações passaram de R$ 4,4 bilhões para R$ 1,6 bilhão. O órgão afirmou que o atraso na aprovação do orçamento teve impacto na redução dos investimentos, mas não respondeu se o corte atrapalhou o andamento das ações do Ministério. (Contas Abertas)
O QUE SIGNIFICA ISSO? Fronteiras mais abertas do que já estão. Tráficos de drogas, armas, entradas de estrangeiros ilegais e o diabo a quatro que se possa imaginar. Realmente, o PT abriu o Brasil para o bolivarianismo sem dó, nem piedade.
MERA COINCIDÊNCIA OU O QUÊ?
Para se ter uma ideia, alguns Haitianos (Masculinos, bem apessoados e em idade militar) estão morando em frente ao 13º Batalhão da Infantaria Blindada (13 BIB) em Ponta Grossa-PR. O que eles estão fazendo lá? Com pose de coitadinhos, justo na frente do exército? Até agora ninguém foi lá fiscalizar o que se passa, se estão lá só por mera coincidência ou se estão lá por outros motivos. E muitos amigos internautas relatam o mesmo 'modus operandi', em outras cidades, ou seja, chegam na cidade, ganeses, haitianos e outros, conseguem emprego rapidinho, e se instalam em casas ou kitnetes próximas de batalhões das forças armadas. Não custa nada questionar, não é?
ENQUANTO CORTAM VERBAS PARA DEFESA NACIONAL, SENADORES VENDIDOS TORRAM MILHÕES COM A TAL 'COTA PARLAMENTAR'
Uma entre as mil e uma regalias da monarquia da corrupção no Brasil.
Fora os salários de R$ 33,7 mil e os auxílios-moradia no valor de R$ 5,5 mil pago aos parlamentares que não ocupam imóveis funcionais, o governo já repassou R$ 6,3 milhões aos senadores da República para a quitação das despesas realizadas por meio da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar dos Senadores (CEAPS).
O valor está atualizado até o dia 19 de maio, de acordo com o Senado Federal. A CEAPS destina-se ao ressarcimento das despesas efetuadas com o aluguel de imóvel para a instalação de escritório de apoio à atividade parlamentar, aquisição de material de consumo para uso no escritório, locação de meios de transportes destinados à locomoção dentro do estado de origem, hospedagem e alimentação do parlamentar ou de servidores comissionados e efetivos lotados em seu gabinete, entre outras despesas.
O valor da Cota Parlamentar é diferente para cada estado da Federação, porque leva em consideração o preço das passagens aéreas de Brasília até a capital do estado pelo qual o senador foi eleito. Os parlamentares do Distrito Federal, por exemplo, recebem R$ R$ 21.045,20. Já os do Acre podem ser reembolsados em até R$ 44.276,60. Este ano, as despesas com passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais, têm liderado os reembolsos do governo.
Os 81 senadores pagaram R$ 2 milhões em passagens, valor que, no entanto, é inferior ao desembolsado em 2014. No ano passado, até o fim de abril, R$ 2,2 milhões já haviam sido utilizados em viagens. Ao contrário do esperado, o campeão dos gastos com passagens não pertence a um dos estados mais distantes da capital. Trata-se do senador Lindbergh Farias, representante do Rio de Janeiro, que gastou R$ 71,7 mil apenas em passagens aéreas.
Completam a lista dos que mais “voaram”, os senadores Randolfe Rodrigues (AP), R$ 62,9 mil, Magno Malta (ES), R$ 60,8 mil, José Pimentel (CE), R$ 52,7 mil, e Regina Sousa (PI), R$ 50,1 mil. O bilhete mais caro (R$ 6.032,94) foi adquirido pelo senador Jader Barbalho (PA) para ir para Brasília no dia 27 de abril e retornar a Belém no dia 30, junto a um servidor do Senado. Hélio José (DF), Vicentinho Alves (TO) e Lúcia Vânia (GO) foram os que mais pouparam, com gastos entre R$ 365,60 e R$ 753,93. Cristovam Buarque e Reguffe, também representantes do Distrito Federal, não utilizaram a verba para a compra de passagens. Os dispêndios com locomoção, hospedagem, alimentação, combustíveis e lubrificantes foram de R$ 1,5 milhão até o momento.
O Senador Ciro Nogueira (PI) foi o mais reembolsado pelo governo (R$ 94,1 mil), seguido de Ivo Cassol (RO), R$ 73,7 mil, e Vicentinho Alves (TO), R$ 70,3 mil. Esse último gastou R$ 25 mil em serviços de táxi aéreo no estado de origem e ao menos R$ 30,1 mil em combustível, já que um reembolso de R$ 15,1 mil não está detalhado. Dentro da mesma modalidade de despesa, os gastos com alimentação também impressionam.
O senador Dário Berger (SC), por exemplo, pagou uma conta de R$ 1.377,75 no Royal Tulip Brasília Alvorada, em fevereiro deste ano. Flexa Ribeiro (PA), por sua vez, desembolsou R$ 4.580,00, referente ao fornecimento de alimentos por empresa especializada em comidas caseiras. Os parlamentares foram ressarcidos em R$ 1,1 milhão, referentes ao aluguel de imóveis para escritório político e demais despesas concernentes a eles. Lindbergh Farias (RJ), Edison Lobão (MA) e Aloysio Nunes (SP) lideram os desembolsos, tendo gasto R$ 39,4 mil, R$ 36 mil e R$ 32,2 mil, respectivamente. Os senadores também têm direito a reembolsos de serviços de segurança particular. O direito foi exercido por oito deles: Fernando Collor (AL), José Agripino (RN), Edison Lobão (MA), Telmário Mota (RR), Flexa Ribeiro (PA), Fátima Bezerra (RN), Waldemir Moka (MS) e Eduardo Amorim (SE). Ao todo os parlamentares gastaram R$ 150,2 mil com os serviços de segurança, montante que em sua maioria (R$ 104,1 mil) foi utilizado para ressarcir Collor.

Os senadores ainda gastaram R$ 184,9 mil com aquisição de material de consumo para uso no escritório político, R$ 734,2 mil com a contratação de consultorias e assessorias para apoio ao exercício do mandato e R$ 555,8 mil com a divulgação da atividade parlamentar. Os números apurados até o dia 19 de maio podem, na verdade, ser inferiores ao que realmente foi gasto pelos senadores dentro do tipo de despesa, já que os parlamentares têm até 90 dias, após o fornecimento do produto ou serviço, para apresentar as notas fiscais necessárias ao reembolso.(Contas Abertas)

Lava Jato: dono da UTC vai entregar nomes de políticos.

HOMEM BOMBA - O engenheiro Ricardo Pessoa firmou um acordo de delação premiada para revelar o que sabe sobre o escândalo da Petrobras(Marcos Bezerra/Estadão Conteúdo).
Apontado como homem-bomba entre os empreiteiros investigados na Operação Lava Jato, o empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, vai prestar depoimentos na próxima semana em Brasília para detalhar o papel de políticos envolvidos no escândalo do petrolão. 

Ele assinou um acordo de delação premiada no último dia 13 e citou, entre outros parlamentares, o senador e ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão como um dos beneficiários do esquema de fraude em contratos e distribuição de propina envolvendo a Petrobras. De acordo com a coluna Radar on-line, também foi citado o nome de Tiago Cedraz, filho do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz. O advogado teria recebido dinheiro para abrir caminhos no TCU nas obras de Angra 3. 

Pessoa é apontado pelos investigadores como chefe do "clube do bilhão", cartel de empreiteiras que combinava preços de licitação e desviava recursos para o pagamento de vantagens indevidas a ex-diretores e parlamentares. A proximidade do empreiteiro com o ex-presidente Lula provoca pânico no Palácio do Planalto, já que o empresário admitiu ter destinado recursos de propina para as três últimas campanhas eleitorais do PT à Presidência da República. Em 2006, por meio de caixa dois. Em 2010 e 2014, em doações registradas na Justiça Eleitoral. 

Ele também pagou 3,1 milhões de reais a José Dirceu para obter favores do PT, além de ter financiado com caixa dois a campanha de Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo em 2012. 

Conforme VEJA revelou, o empreiteiro disse a pessoas próximas que pagou despesas pessoais de Dirceu e deu 30 milhões de reais, em 2014, a candidaturas do PT, incluindo a presidencial de Dilma Rousseff - tudo com dinheiro desviado da Petrobras. Pessoa também garantiu ter na memória detalhes da participação dos ministros Jaques Wagner (Defesa) e Edinho Silva (Secretaria de Comunicação Social), tesoureiro da campanha de Dilma em 2014, na coleta de dinheiro para candidatos petistas. "O Edinho está preocupadíssimo", escreveu num bilhete, em tom de ameaça, ainda no início de sua temporada na cadeia, em Curitiba. 

Atualmente Ricardo Pessoa cumpre prisão domiciliar em São Paulo. Ele estará em Brasília a partir de segunda-feira para os depoimentos, previstos para se estenderem até a próxima sexta-feira.
                    *Por: Laryssa Borges, de Curitiba 

quinta-feira, 21 de maio de 2015

A polêmica ferrovia que a China quer construir na América do Sul.

(AFP/PA/Reuters)
Ferrovia Transoceânica deve ganhar novo impulso com visita de premiê chinês, Li Keqiang, à América do Sul.
Uma ferrovia que começa no Rio de Janeiro banhada pelo Oceano Atlântico, atravessa a Floresta Amazônica e a Cordilheira dos Andes e termina na costa peruana em pleno Oceano Pacífico: este é o ambicioso plano que a China quer consolidar na América do Sul.
O projeto ganhou novo impulso com a visita do primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, à região, que começou na noite da última segunda-feira no Brasil e ainda inclui escalas na Colômbia, no Peru e no Chile.
Nesta terça-feira, Li Keqiang se encontrou com a presidente Dilma Rousseff em Brasília. Na ocasião, foram assinados 35 acordos de cooperação entre os dois países, englobando áreas como planejamento estratégico, transportes, infraestrutura, energia e agricultura.
Durante o encontro, a presidente Dilma declarou que Brasil, China e Peru iniciaram os estudos de viabilidade da conexão ferroviária entre o Atlântico e o Pacífico. "Trata-se da ferrovia transcontinental que vai cruzar o nosso país no sentido leste oeste cortando o continente sul-americano", disse a presidente que, logo depois, em conversa com repórteres, classificou a ferrovia como "estratégica para o Brasil".
De Brasília, Li Keqiang segue para o Rio de Janeiro, onde deve participar da inauguração de uma exposição de marcas chinesas e de um passeio de barco pela baía de Guanabara. A agenda do premiê chinês no Brasil termina na próxima quinta-feira.

Ferrovia

Com o projeto da ferrovia, Pequim pretende aumentar sua presença econômica no continente e facilitar o acesso a matérias-primas, o que também gera interesse do Brasil e do Peru.
Em declaração no início da tarde desta terça-feira durante o encontro com Li Keqiang, a presidente Dilma Rousseff afirmou que, com a ferrovia, "um novo caminho para a Ásia se abrirá para o Brasil, reduzindo distâncias e custos".
Especialistas acreditam que a construção da estrada de ferro marcaria uma nova fase na relação da China com a região. No entanto, para que o projeto saia do papel, será necessário superar grandes desafios de engenharia, ambientais e políticos, dizem analistas ouvidos pela BBC.
"Seria uma grande conquista e uma peça-chave da relação da China com a América do Sul, se esse projeto realmente sair do papel", diz Kevin Gallagher, professor da Universidade de Boston e autor de estudos sobre a relação China-América Latina.
"Todo o projeto é uma grande promessa, mas deve ser bem feito ou pode se tornar um pesadelo", ressalva.

Intercâmbio

Keqiang começa sua visita ao Brasil em meio a um momento de desaceleração da economia chinesa e das sul-americanas.
A região deve crescer menos de 1% neste ano, de acordo com o FMI (Fundo Monetário Internacional), em parte por causa de uma atividade econômica mais fraca no Brasil. E a falta de infraestrutura continua a ser um dos principais problemas do país.
A China, por sua vez, necessita de recursos naturais para sustentar sua expansão econômica e tem interesse primordial na construção de projetos ferroviários em outras regiões do globo.

(BBC)
 Ferrovia liga litoral do Rio de Janeiro ao do Peru
Neste contexto, a Ferrovia Transoceânica, cujo custo é estimado em até US$ 10 bilhões (R$ 30 bilhões), poderia cobrir as necessidades dos vários países envolvidos.

"Próximo passo"

Com a popularidade em baixa e abalada por escândalos de corrupção, Dilma prepara um programa de concessões de infraestrutura previsto para ser lançado em junho.

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, trechos da ferrovia até a fronteira com o Peru estariam contemplados na segunda etapa das licitações.

Estudos técnicos já foram iniciados em solo brasileiro para ligar o porto de Açu, no Rio de Janeiro, a Porto Velho, na bacia amazônica

A ligação da capital de Rondônia ao Pacífico daria a produtores brasileiros uma alternativa sobre o Atlântico e o Canal do Panamá para enviar matérias-primas para a China.
"Há uma lógica econômica por trás do projeto", disse João Augusto Castro Neves, analista para América Latina da consultoria Eurasia Group.

(Reuters)
 Apetite chinês por matérias-primas da América do Sul está por trás de projeto.
Nos últimos anos, a relação entre a China e o Brasil é muito focada no aspecto comercial, com o aumento das exportações de produtos como soja e ferro para o gigante asiático.
Mas, segundo Castro Neves, obras como a da Ferrovia Transoceânica poderiam agregar valor a esse vínculo. "É o próximo passo no relacionamento", diz ele à BBC.

Protestos

O projeto exacerbou as já tensas relações entre o Peru e a Bolívia, cujo presidente, Evo Morales, protestou ao saber que a estrada de ferro passaria por fora do território boliviano.
"Não sei se o Peru está jogando sujo", disse Morales em outubro. Segundo ele, a ferrovia seria "mais curta, mais barata" se passasse pela Bolívia.
No entanto, o presidente peruano Ollanta Humala descartou essa possibilidade em novembro, comentando sobre um acordo com a China para iniciar os estudos do projeto.
O trem vai passar "pelo norte do Peru, por razões de interesse nacional", disse Humala.
Juan Carlos Zevallos, economista que presidiu a agência reguladora de transportes peruana OSITRAN argumenta que a região apresenta "desenvolvimento consolidado" de infraestrutura para explorar a estrada de ferro, incluindo o porto de Paita, ponto de chegada da ferrovia.
Na opinião de Zevallos, o projeto facilitaria a entrada de produtos peruanos no Brasil, o maior mercado regional. "Esse é o interesse", disse ele à BBC.

'Problemas'

(Reuters)
 Construção de ferrovia pode gerar problemas com grupos indígenas, apontam especialistas.
Especialistas antecipam possíveis problemas com grupos indígenas e defensores do meio ambiente, dada a possibilidade de que o trem passe por áreas consideradas sensíveis.
"Uma estrada no meio da Amazônia para atender ao mercado chinês (...) seria uma ilusão acreditar que não vai haver impacto", critica Paulo Adario, diretor da Campanha Amazônia do Greenpeace.
Adario observou, contudo, que "a ferrovia tem menor impacto do que a rodovia para o escoamento da produção" e defendeu que sejam feitos estudos para medir o impacto socioambiental da obra.
Também há desafios de engenharia e custos para a construção de um trem que cruze a Cordilheira dos Andes e desemboque no Pacífico.
Castro Neves alertou que, se não houver planejamento adequado, o projeto pode terminar paralisado, como outras grandes promessas de investimentos na infraestrutura da região.
"A questão não é apenas injetar dinheiro", diz ele.
Gallagher disse que o projeto vai representar "um verdadeiro teste para a relação" entre Pequim e da região.
"Se conseguir construir um trem de alta velocidade que funcione e facilite o comércio com a América Latina, de modo inclusivo e sem prejudicar o meio ambiente, a China tem tudo para se tornar a nova 'queridinha' da América Latina", conclui.