sábado, 26 de dezembro de 2009

Porque hoje é Sábado, uma bela mulher

A jovem atriz Cecília Dassi

Vereador de Maceió tem orelha arrancada após briga em festa de Natal

VEREADOR CORINTHO TEVE PARTE DE SUA ORELHA ARRANCADA.
Da Folha Online:
Dois vereadores de Maceió (AL) se desentenderam durante uma festa de Natal na madrugada desta sexta-feira. Paulo Corintho (PDT) teve parte da orelha arrancada.
Segundo a polícia local, a festa ocorreu no Espaço Cultural Pierre Chalita e Corintho teria brigado com o presidente da Câmara, Dudu Holanda (PMN).
O desentendimento teria sido ocasionado por divergências administrativas na Câmara Municipal. O caso foi registrado no 2º DP de Maceió.

O Homem de R$ 1 Bilhão

De Sérgio Pardellas e Hugo Marques na Revista IstoÉ:
Na primeira semana deste mês, o senador Gim Argello (PTB-DF) desembarcou na antessala da Presidência do Senado exibindo um indisfarçável sorriso no rosto.
Diante dos olhares de expectativa de parlamentares do PMDB, entre os quais os senadores Renan Calheiros (AL) e Wellington Salgado (MG), Argello justificou tamanha felicidade: “Alcancei meu primeiro bilhão de reais”, disparou, para a surpresa dos colegas.
Aos 47 anos, Argello personifica o milagre de Brasília. A capital federal não possui indústrias, grandes multinacionais nem de longe é o coração econômico do País. Mas é uma cidade onde as pessoas usam a proximidade com o poder como trampolim para o mundo dos grandes negócios.
Esse é o caso do senador do PTB, que, depois do escândalo do mensalão do DEM, desponta entre os prováveis candidatos ao governo do Distrito Federal em 2010. Argello iniciou a carreira empresarial há 25 anos, como corretor de imóveis. Tinha um patrimônio que não chegava aos R$ 100 mil, ou seja, 10 mil vezes inferior ao que ele anda alardeando pelos corredores do Senado. Graças à bem-sucedida atividade de corretagem, ele conseguiu multiplicar seus bens por três em menos de uma década.
Mas foi com a política que viu seu patrimônio crescer de forma meteórica. Desde que foi eleito deputado distrital pela primeira vez em 1998, Argello não parou de acumular bens. Em 2006, o parlamentar declarou à Justiça Eleitoral patrimônio que somava R$ 805.625,09.
Leia mais Aqui

Presentinho

Charge de Renato Machado

Pai e filho aparecem sorrindo, felizes

A rede de TV americana NBC divulgou imagens em que David Goldman e seu filho Sean aparecem sorrindo, aparentando felicidade pelo reencontro. As fotografias foram tiradas dentro do avião fretado pela NBC, na viagem de volta aos EUA, após uma batalha judicial com a família brasileira do garoto. Segundo a reportagem, que mostrou cenas de carinho entre o pai e o filho, Sean a princípio estava reservado, mas logo se abriu, brincou bastante e até começou uma guerra de comida dentro do avião. "É um milagre de Natal", disse David Goldman, durante a entrevista. Em outro trecho divulgado pela NBC, Goldman disse que, "com o tempo", vai permitir que a avó de Sean o visite nos Estados Unidos. Em entrevista concedida à rede de TV norte-americana NBC, que fretou o avião para levar pai e filho para os Estados Unidos, Goldman falou emocionado sobre o reencontro.
A família brasileira-marqueteira do menino Sean Goldman contratou, além do time de advogados, uma assessoria de imprensa. Foi o vale-tudo para tentar atropelar a lei e a convenção de Haia. É mentira atribuir a decisão da Justiça, de devolver Sean ao pai, a um “acordo comercial” com os Estados Unidos. A decisão do ministro Gilmar Mendes foi baseada na lei e na convenção de Haia.

Atentado estranho

O governo dos Estados Unidos considera atentado terrorista a tentativa de lançar fogos de artifício a bordo de um Airbus da Northewest Airlines que fazia o voo Amsterdã, na Holanda, a Detroit, EUA, ontem (sexta feira), com 278 pessoas. O autor do suposto atentado é um nigeriano, que, segundo a imprensa americana, disse que seguia ordens do grupo terrorista islâmico Al Qaeda. Ele foi preso quando o aparelho aterrissou em Detroit, sem problemas. O nigeriano, preso imediamente, se queimou ao lançar os fogos, e está internado. Foi controlado pela tripulação, após momentos de pânico a bordo. Não há feridos com gravidade. O FBI investiga o caso - surpreendente, em vista da rigorosa revista de passageiros nos principais aeroportos da Europa. Autoridades britânicas tinham alertado esta semana para a possibilidade de atentados em Londres e estavam em alerta.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Natal do aposentado

http://www.sponholz.arq.br/

Sempre iguais e solidários?

Clique para ampliar
Na oportunidade onde as FARC, numa atitude hedionda assassina - e degola - um governador colombiano, torna-se necessário lembrar da "intimidade" do governo Lula com o famigerado grupo terrorista. Acima, Dilma Rousseff solicita que a esposa de Olivério Medina, porta-voz das FARC junto ao governo brasileiro, venha trabalhar dentro do Palácio do Planalto. Hoje o bandido colombiano é um refugiado político que vive confortavelmente instalado em Brasília, indiretamente sustentado pelo governo brasileiro, que emprega sua esposa com um gordo salário. O governo Lula não considera as FARC uma organização terrorista. Considera a narcoguerrilha uma "força beligerante". O governador colombiano de Caquetá foi arrancado de sua casa pelos guerrilheiros que, durante a fuga, para não chamar atenção, o degolaram friamente. Para a alegria dos seus protetores e defensores, com certeza.
Fonte: Blog Coturno noturno
............................................................................................
Comentário do Jornalista Claudio Humberto:
Vergonhoso-É constrangedor o silêncio do governo Lula pelo seqüestro e covarde degola, pelos narcoterroristas das Farc, de um governador colombiano. Ninguém abriu o bico, do chanceler bunda-mole ao aspone Garcia.
Leia aqui

Diogo Mainardi: A chapa cabocla

“Uma chapa formada por José Serra e Marina Silva embaralharia a campanha de 2010, pegando o PT no contrapé e enterrando de vez a desastrada candidatura de Dilma Rousseff”
Os dois juntos, na mesma chapa. Quem? José Serra e Marina Silva. Isso mesmo: José Serra, presidente, e Marina Silva, vice-presidente.
A ideia ainda é embrionária. Só é debatida no interior de um grupelho do PSDB. Mas ganhou impulso na semana passada, depois que Aécio Neves renunciou à candidatura presidencial e assoprou para a imprensa petista que rejeita terminantemente uma vaga de vice-presidente na chapa de José Serra - a chamada chapa puro-sangue. Apesar de todos os apelos do PSDB, Aécio Neves repetiu aos seus interlocutores que pretende candidatar-se ao Senado e dedicar-se integralmente à campanha para eleger seu sucessor em Minas Gerais, Antonio Anastasia.
Uma chapa presidencial formada por José Serra e Marina Silva - a chapa cabocla ou, melhor ainda, a chapa mameluca - embaralharia a campanha de 2010, pegando o PT no contrapé e enterrando de vez a desastrada candidatura de Dilma Rousseff. O plano petista de contrapor Lula a Fernando Henrique Cardoso - o único atributo que, depois de muito empenho, os marqueteiros conseguiram arrumar para Dilma Rousseff - iria para o beleléu, considerando que Marina Silva, por mais de cinco anos, também fez parte do governo Lula. E a impostura bolivariana de que o PSDB defende o interesse dos ricos e o PT defende o interesse dos pobres seria imediatamente desmascarada. Em matéria de pobreza, ninguém pode competir com Marina Silva.
José Serra e Marina Silva saíram do armário duas semanas atrás, em Copenhague, na COP15. Um elogiou o outro, um apoiou as propostas do outro. Eles conseguiram até deter o aquecimento global, congelando o Hemisfério Norte e matando de frio algumas dezenas de poloneses. José Serra já está com a campanha presidencial pronta. O que ele representa é a “continuidade sem continuísmo”. Para o eleitorado, ele manterá as conquistas de Fernando Henrique Cardoso e de Lula, e ainda poderá dar um passinho adiante. Apesar de atemorizar os banqueiros, José Serra é capaz de sossegar o lulista mais conservador. Se Marina Silva concordasse em se unir a ele, sua candidatura ganharia também um aspecto mais moderno, um caráter mais inovador.
Marina Silva, por outro lado, como candidata a vice-presidente poderia dar um sentido prático à sua plataforma ambiental, coordenando essa área no futuro governo José Serra. Reinaldo Azevedo, em seu blog na Veja on-line, disse que Marina Silva, mais do que candidata a presidente, é candidata a santa. Cruzei com ela recentemente e confirmo: ela levita. Elegendo-se na chapa de José Serra, ela teria a possibilidade de, finalmente, voltar a pisar no chão.
Li no blog do Reinaldo Azevedo

A sensatez que o PT não gosta e não quer

“Em uma eleição em dois turnos, é um erro e um desrespeito à democracia querer fazer uma polarização em relação a quem fez melhor no passado. Nós temos é que apostar em quem pode fazer mais e melhor no presente para viabilizarmos o futuro que queremos”. “A gente tem de superar a visão tradicional de oposição pela oposição. A minha visão em relação ao Brasil é que nós tivemos conquistas nos últimos 16 anos de ambos os governos (FHC e Lula). As conquistas devem ser preservadas, mas a história não pára”.
Senadora Marina Silva

Natal em Brasília

http://amarildocharge.files.wordpress.com/

A Petrobrás do PT: Falta de gasolina no Rio de Janeiro

(Foto: Marco Antônio Teixeira / O Globo)
De Érica Ribeiro, de O Globo:
O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência do Município (Sindcomb), Manuel Fonseca da Costa, disse há pouco que um problema no bombeamento de combustível por parte da Petrobras às distribuidoras está colocando em risco o abastecimento de gasolina em postos localizados em vários bairros do Rio.
Segundo Costa, os postos de bandeira Shell, Ale e Petrobras já estão com estoques reduzidos e, no caso de Shell e Ale não houve abastecimento em vários bairros.
Leia mais aqui

Tarso, o inventor da "polarização em torno"

Por Elder Ogliari no O Estado de São Paulo: O ministro da Justiça, Tarso Genro, previu hoje que a gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará no centro dos debates eleitorais nacional e estaduais em 2010. “Serão eleições muito polarizadas em torno do governo Lula, em torno do significado do governo Lula para o País, em torno do antes e do depois, em torno da nossa relação com a crise, em torno da articulação federativa que o presidente fez na sua relação com os Estados e tudo isso tem que ser debulhado e exposto no debate”, disse. Em Porto Alegre, onde participou hoje da cerimônia de adesão de 50 cidades do Rio Grande do Sul ao Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), Tarso voltou a dizer que a possível candidata do PT à sucessão de Lula, a chefe da Casa Civil Dilma Rousseff, tem “o melhor cabo eleitoral do mundo”, que é o próprio presidente. Ele lembrou ainda que Dilma cresceu nas pesquisas de intenção de voto à medida em que o debate sobre a sucessão presidencial passou a conectar o nome dela ao de Lula. Porém, Genro não quis comentar seu empate, com 30% das intenções de voto, com o prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), na preferência atual dos gaúchos para o governo do Estado.

.........................................................................................

Comentário de Reinaldo Azevedo: Tarso, como vocês sabem, é aquele poeta da mão cheia. Isso deriva de seu enorme conhecimento da língua. Ele acaba de inventar uma categoria nova da física, que é a chamada “polarização em torno”, seja lá o que isso signifique. Politicamente, nós já entendemos: como os eleitores não têm nenhuma boa razão para votar em Dilma, o PT vai fazer de conta que Dilma é Lula. Posso imaginá-lo dizendo essas coisas, com aquele ar sério, compenetrado, fala compassada, com as palavras perseguindo, sem sucesso, um pensamento. Tarso não quis explicar por que já começam a diminuir as intenções de voto em seu nome. É uma pena! A sua Polícia Federal já fez tanto pelas eleições no Rio Grande do Sul, não é mesmo? Mas, tudo indica, será inútil.
Post original aqui

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Apagão em Roraima

Para Lula Roraima não é Brasil?
Da Agência Folha via Folha Online:
A Eletronorte --subsidiária da Eletrobrás na região Norte do país-- prevê prejuízo de até R$ 50 milhões com a suspensão do envio pela Venezuela de 41% da energia consumida em parte de Roraima.
As perdas, diz a empresa, vão ser causadas pela reativação de termoelétricas e pela contratação de PIE (Produtores Independentes de Energia).
Para diminuir as perdas, a empresa diz que vai pedir recursos da CCC (Conta de Consumo de Combustíveis), tarifa cobrada de todos os consumidores para subsidiar a energia em regiões isoladas.
A partir de janeiro, os venezuelanos vão suspender o fornecimento de 20 MW (megawatts) mensais para o Estado. Em fevereiro, planejam suspender o envio de mais 20 MW.
Boa Vista e mais cinco cidades de Roraima consomem 97 MW mensais, energia que vem exclusivamente da Venezuela, já que o sistema de distribuição de energia do Estado não está interligado ao resto do Brasil.
......................................................................................
Comento: Mais um apagão no governo Lula, mais uma vez provocado pela incompetência administrativa. Não é brincadeira não! Lula não integrou Roraima ao sistema nacional deixando o Estado ao sabor dos humores de seu "cumpanheiro" Hugo Chavez. Agora o consumidor brasileiro pagará caro porisso, inclusive com danos ao meio ambiente.

Quem disse que milagres não acontecem?

Mônica Bergamo conta em sua coluna na Folha de SP, que a “doce” e “meiga” Ideli Salvatti, 57 anos, quem diria, se casou no sábado passado. A vítima, ôpa, o noivo é Jeferson Figueiredo, 45, sargento do Exército e músico
Os dois se conheceram há cerca de oito anos e começaram a namorar há aproximadamente dois.
Ideli era só felicidade. Cantou, dançou e embarcou com o amado para a lua de mel na Itália, de onde só volta no dia 5, informou a colunista.
Quem sabe agora fica menos nerrrvosa.
*Li no blog Prosa e politica

Ciro e Mercadante: Os irrevogáveis

O senador Aloizio Mercadante, aquele do “irrevogável” revogável, revogou agora o que ele mesmo dissera a uma rádio de Pernambuco. Em entrevista, ao lembrar que Ciro Gomes nascera em Pindamonhangaba, embora tenha feito carreira política no Ceará — onde, de fato, morava a sua família —, afirmou que o deputado ex-cearense pegara o “pão-de-arara na direção errada”. A observação tem sentido evidente: a direção “certa” é ir do Nordeste para São Paulo; a errada, de São Paulo para o Nordeste.
Mas fiquem tranqüilos. Mercadante já revogou a sua declaração, embora tenha dito que a ouviu do próprio Ciro. É mesmo?
Quer dizer que Ciro, o paulista de nascimento, também acha que foi um erro ter-se feito um político nordestino? Será que é por isso que ele revogou seu domicílio eleitoral cearense para ter um domicílio paulista, embora a sua casa por aqui seja como cabeça de bacalhau?
É… Mercadante e Ciro são irrevogavelmente quem são.
*Li no Blog do Reinaldo Azevedo

Flagrantes da campanha eleitoral

No blog do Reinaldo Azvedo:
Valdo Cruz tem uma coluna Folha Online chamada “pensata”. A latinização estilística de palavras parece conferir certa sapiência superior ao, vá lá, pensamento. Como já vimos, escreveu o pensador em sua pensata do dia 5 de agosto de 2008 — e olhem que faltavam só dois meses para a eleição, não mais de 10: Kassab está fora do páreo. (…) Por uma questão de sobrevivência política, Kassab deve topar entrar nesse jogo. Só não podem deixar que o prefeito fique muito desidratado e vá minguando até o dia da votação. Aí, o risco é a eleição se resolver no primeiro turno [em favor de Marta Suplicy], objetivo confesso dos petistas. Sua previsão fracassou, mas ele não desistiu de pensar. Hoje, ele pensa de novo. Na mesma Folha Online:
“Tudo isso somado, há um clima de otimismo entre os petistas. Eles já apostam, inclusive, que a ministra possa bater nos 30% de intenções de voto em março do próximo ano e empatar com José Serra no início da campanha eleitoral. Tem gente falando, inclusive, em ganhar no primeiro turno”. A sua coluna no jornal era uma versão reduzida desta. O jornal virou Internet com texto cortado pelo pé… Desta vez, no entanto, ele decidiu ser um pouco mais prudente:
“Algo, diríamos, difícil de acreditar nesse momento, em que as pesquisas apontam o governador paulista numa posição sólida à frente das pesquisas. Mas como tudo ainda é muito incerto, a conferir.” Huuummm… Ele quer dizer que é, mas que pode não ser e que, como diria Gregório de Matos, a firmeza só existe na inconstância, que é o que se pode dizer sobre quase tudo. Gosto desse tipo de análise política. Qualquer que seja o resultado, a Pitonisa acerta. Bem, ele está sendo um pouquinho mais prudente do que em 2008, não é mesmo?, sem jamais deixar de fazer o que faz.
............................................................................................
Comento: Dizia meu avô que os "vemelhinhos", mesmo errados ou equivocados, são assanhados demais...

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

STJ suspende condenação de Daniel Dantas

De Fausto Macedo, em O Estado de S. Paulo:
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu toda a Operação Satiagraha, polêmica investigação contra o banqueiro Daniel Valentes Dantas, do Grupo Opportunity. A medida tem alcance ilimitado, ou seja, bloqueia qualquer ato relativo à Satiagraha, inclusive a ação penal que culminou na condenação de Dantas a 10 anos de prisão por crime de corrupção ativa - sentença imposta pelo juiz Fausto De Sanctis, em novembro de 2008, e que era alvo de apelação da defesa junto ao Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (TRF3). Está suspenso também o processo principal da Satiagraha, aquele em que Dantas foi denunciado pela Procuradoria da República por crimes financeiros, evasão e lavagem de dinheiro - a acusação teve base no controvertido inquérito da Polícia Federal, inicialmente dirigido pelo delegado Protógenes Queiroz, depois restaurado pelo delegado Ricardo Saadi, chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Financeiros da PF.

Dilma, a ridícula

Depois da mancada vergonhosa em Copenhague, Dilma diz mais bobagens
Hoje Dilma Rousseff considerou "ridícula" a proposta do governo Obama de destinar U$ 30 bilhões para um fundo de ajuda aos países em desenvolvimento, para combater os efeitos das mudanças climáticas."Esse dinheiro é absolutamente ridículo para as necessidades dos países em desenvolvimento",declarou a Senhora Ridícula. Para 2010, sabem qual é o orçamento do ministério do Meio Ambiente, aprovado pelo governo da Senhora Ridícula? R$ 3,5 bilhões, algo como U$ 2 bilhões. Sabem quanto deste valor será contigenciado para superavit primário? R$ 1,5 bilhão. Sabem quanto é para pagamento de pessoal? R$ 1,1 bilhão.Sabem quanto é para despesas gerais? R$ 828 milhões. Sabem quanto sobra para que um improvável governo da Dilma invista em ações ambientais em 2010? R$ 86 milhões. Sabe quantos anos seriam necessários para o Brasil da Dilma investir U$ 30 bilhões em meio ambiente? 600 anos! As informações são do Contas Abertas. Tudo neste governo é ridículo. A candidata não poderia ser diferente.
........................................................................................
A Senhora Ridícula bradou, em Copenhagen, que seriam necessários entre US$ 200 bilhões e US$ 210 bilhões, até 2030, para financiar os países em desenvolvimento. Se a Senhora Ridícula soubesse matemática básica e não tivesse tungado um diploma de doutora, raciocinaria que se Obama continuar destinando U$ 30 bilhões a cada três anos, o valor será multiplicado por 10 até 2030, alcançando a quantia de U$ 300 bilhões, muito mais do que a Senhora Ridícula pleiteava na COP- 15.
*Li no blog Coturno Noturno

Mercadante, mais uma vez...evacuou...

De Ilimar Franco em O Globo:
O governador Eduardo Campos (PE) dava pulos ontem com entrevista do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) a uma rádio local. O petista disse que Campos terá uma reeleição difícil e que, para isso, depende do presidente Lula.
Segundo Mercadante, o governador precisa apoiar Dilma Rousseff e sepultar a candidatura de Ciro Gomes (PSB) à Presidência da República. Campos ligou para Gilberto Carvalho, chefe de gabinete de Lula, para tirar satisfação.
Sobre uma candidatura de Ciro ao governo paulista, Mercadante disse que ele "pegou o pau de arara na direção errada". Ciro nasceu em São Paulo e se mudou para o Ceará.

Jogando dinheiro fora

Ajoelhando diante de Chavez, Lula faz o que a dupla bolivariana o ordena
Em O Estado de S. Paulo:
Só a generosidade excessiva do governo do PT, fruto da ambição de seu chefe de tornar-se um líder regional a qualquer preço, pode explicar, mas não justificar, a concordância do Brasil em pagar mais US$ 1,2 bilhão pelo gás que compra da Bolívia. Desde que, em 2006, decretou a nacionalização do setor de gás natural e colocou em risco o fornecimento regular, o governo bolivariano de Evo Morales vem pressionando o Brasil para pagar cada vez mais pelo produto. O governo Lula aceitou a pressão e, em 2007, assinou a Ata de Brasília, por meio da qual se comprometia a pagar mais pelas "frações líquidas" - propano, butano e gasolina natural - do gás da Bolívia. Trata-se de um mero jogo de palavras, pois o gás continuará sendo o de sempre, já que a Bolívia não tem condições de separar as frações. Por isso, a Petrobrás não aceitava pagar mais. Mas a resistência da Petrobrás chegou ao fim na semana passada, com a decisão de assinar, com a estatal boliviana YPFB, um termo aditivo ao contrato de importação de gás - cuja vigência se estenderá até 2019 - que assegura à Bolívia o pagamento adicional de cerca de US$ 100 milhões por ano com efeito retroativo a 2007.

Vai, minha filha, ajuda!

Dilma, um poste difícil de eleger
Tudo bem que a eleição de Dilma Rousseff para presidente da República dependa acima de tudo da capacidade de Lula de transferir votos para ela. Haverá transferência. O que ninguém sabe é se será suficiente. Mas convenhamos: Dilma tem de fazer sua parte. Foi um fiasco, por exemplo, seu desempenho na conferência sobre o clima em Copenhague. Que melhor cenário poderia ter sido montado para Dilma desfilar como apóstola da preservação do meio ambiente? Apóstola seria um exagero. A senadora Marina Silva (PV-AC) é quem tem jeito de apóstola. Desafetos apontam Dilma como adepta do desenvolvimento a qualquer preço – o que é um exagero. Copenhague foi uma oportunidade desperdiçada por ela. Primeiro trombou com o ministro Carlos Minc, do Meio Ambiente. Desautorizou uma declaração dele que em nada criaria embaraços para a posição do Brasil na conferência. Em seguida trombou com Marina e o governador José Serra (PSDB). Os dois propuseram que o Brasil doasse um bilhão de dólares para a criação de um fundo internacional de financiamento de medidas de adaptação e redução de emissões de gases nos países pobres. Dilma rebateu a proposta sem pensar que ficaria mal na foto: “Um bilhão de dólares não faz nem cosquinha”. Mais tarde provou o remédio amargo que empurrara goela abaixo de Minc – acabou desautorizada por Lula. Ao pedir aos países desenvolvidos que se comprometessem com metas concretas de defesa do meio ambiente, Lula disse que o Brasil estava disposto, sim, a doar dinheiro para o tal fundo. E ainda houve o que muitos atribuíram a um ato falho de Dilma. Em uma de suas intervenções antes que Lula chegasse a Copenhague, Dilma afirmou em discurso por escrito: “O meio ambiente é, sem dúvida nenhuma, uma ameaça ao desenvolvimento sustentável”. Pobre redator do discurso. Da forma como a frase foi construída é improvável que ele tenha escrito: “O meio ambiente não é, sem dúvida nenhuma, uma ameaça ao desenvolvimento sustentável”. Nesse caso, o “sem dúvida nenhuma” teria sido extirpado em favor da clareza. Dilma leu o que foi escrito. Culpa não lhe cabe. Coube-lhe o desgaste pela trapalhada. Sorte dela que não tenham vazado durante o encontro inconfidências cometidas por seus próprios assessores. O desgaste teria sido ainda maior. Dilma cobrou do governo da Dinamarca tratamento conferido apenas a chefes de Estado. Não obteve. Ao desembarcar, pretendia entrar direto em um carro e se mandar do aeroporto. Não conseguiu. Estava disposta a driblar detectores de metal. Não conseguiu. Exigiu que lhe servissem comida especial – conseguiu. Requisitou para uso exclusivo uma copiadora capaz de imprimir a cor – conseguiu também. Distante dos marqueteiros, por sua própria conta e risco, Dilma foi Dilma em estado puro. Talvez tenha sido mais feliz assim. Recentemente, ela admitiu que cansou de ouvir conselhos para mudar determinados traços do seu temperamento. Decidira não tentar mais parecer com o que não é. A simpatia não é o seu forte. Por que penar para ser simpática? Quem convive com ela a reconhece como uma executiva eficiente e talentosa, embora centralizadora. E no mais das vezes ríspida com seus subordinados. Gosta de mandar – um ponto positivo para quem aspira ao cargo mais importante do país. E não gosta de ser contrariada. Ora bolas! Por que fazer de conta que a dama de ferro esconde uma espécie de Dilminha paz e amor? Lula é quem domina a requintada arte de se comportar como um camaleão. É grosseiro em particular com os que o cercam. Em público é doce com eles. Em particular diz muitos palavrões. Só falou merda uma vez em público. Políticos são atores - Dilma sabe. Falam em campanha o que a distinta platéia quer ouvir – Dilma sabe. E não dão um passo sem pesquisar antes seus efeitos – Dilma sabe. Portanto, ou ela segue as regras ou perde de véspera. Lula ainda não chegou ao ponto de operar milagres.

Marta a melhor do mundo pela quarta vez seguida

Pelo quarto ano consecutivo, a craque Marta leva para casa o prêmio de melhor jogadora do mundo oferecido pela Fifa. A brasileira foi coroada em cerimônia realizada nesta sexta-feira, em Zurique, e tornou-se a recordista em número de prêmios Fifa (quatro, uma a mais que a alemã Birgit Prinz, que era uma das cinco finalistas). Marta foi eleita com base nos votos de capitãs e técnicos de seleções nacionais femininas de todo o mundo. A brasileira conseguiu grande vantagem em relação às concorrentes. Foram 833 pontos, contra 290 da alemã Birgit Prinz, 252 da inglesa Kelly Smith, 239 da também brasileira Cristiane, e 216 de outra alemã, Inka Grings. Cada técnico ou capitão escolhe três jogadores, por ordem de preferência. Os votos para primeiro lugar valem cinco pontos, para segundo, três, e um ponto para terceiras escolhas. - Estou realmente surpresa. Primeiro agradeço a Deus, por tudo o que vem acontecendo em minha vida. É inevitável não me emocionar neste momento. O dia em que eu parar de me emocionar, o futebol acaba para mim - disse Marta, com a voz embargada, ao receber seu quarto troféu.
*Li no globoesporte.globo.com/

Empurra que pega

O Ministério da Defesa, como informou a coluna do Claudio Humberto, criou um grupo de trabalho, para tratar da inserção do Brasil na segurança internacional. Vai dar trabalho, após comprar 240 velhos tanques alemães Leopardo 1, carroças reformadas da década de 1970, a R$ 900 mil cada.

Este é o regime que Dilma e seus guerrilheiros queriam para o Brasil na década de 70

Na foto, craneos de crianças assassinadas pelos comunistas que Dilma admira e segue

"Guardas do Khmer Rouge matavam bebês de prisioneiros para evitar que, no futuro, eles buscassem vingança pela morte de seus pais, confirmou nesta segunda-feira o carcereiro-chefe do Tuol Sleng, o centro de tortura mais conhecido do regime. Kaing Guek Eav, conhecido como o "camarada Duch", é o primeiro de cinco proeminentes membros do partido a falar diante de um tribunal pelos crimes cometidos entre 1975 e 1979 a mando de Pol Pot no Camboja". Fonte: Veja
.
.Pessoas que nos anos 70 lutaram para implantar no Brasil uma ditadura do proletariado eram apoiados e apoiavam este tipo de regime.
.No Cambodja mais de 25% da população foi exterminada pelo Khmer Vermelho.
.Milhares foram mortos e ainda são mortos em Cuba por discordarem do ditador Fidel Castro. .No Irã os que protestam contra o governo são presos, condenados a morte e executados.
.Na Coréia de Norte milhares morrem de fome devido ao fracasso do econômico do governo comunista.
.A Venezuela tem que importar mais de 80% dos alimentos que consome.
.Estes são os amigos e aliados do governo Brasileiro.

Dívida externa: Uma das mentiras do PT

Olha a "bravata"!!!!
Números da dívida:
Os últimos comerciais do PT na televisão brasileira alardeiam que o governo Lula pagou a dívida externa brasileira, o que não é verdade. A dívida externa do país, hoje, é de US$ 230 bilhões e o que o governo petista pagou foi apenas US$ 5 bilhões devidos ao FMI – Fundo Monetário Internacional. A dívida pública brasileira, está agora encostada em R$ 2 trilhões (em 2002, era pouco superior a R$ 600 bilhões). No governo Lula, de 2003 até o final deste ano, o Brasil já pagou mais de R$ 1,1 trilhão só de juros e nos últimos 10 anos, o governo viu escoar pelo ralo quase R$ 1,3 trilhão, igualmente só de juros. Estudos da Unicamp, como se sabe, estimam que 70% da dinheirama de juros vão para o bolso de 20 mil famílias brasileiras (banqueiros, parentes, investidores e similares). E nos comerciais do PT, a dívida pública passa batido.
*Li no Giba Um

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Marina lança sua candidatura pelo PV e critica Dilma

De FERNANDO BARROS DE MELLO na Folha de S.Paulo:
Em convenção realizada ontem em São Paulo, o PV (Partido Verde) lançou politicamente a candidatura à Presidência da senadora Marina Silva (AC). Ela criticou a postura do governo Lula na reunião do clima, em Copenhague, e a escolha da ministra, Dilma Rousseff, como chefe da delegação.
A definição oficial de qualquer candidatura só poderá ser feita no próximo ano. "A decisão política já existe, o processo legal e formal será feito no ano que vem", disse Marina.
O encontro do partido também serviu para referendar a entrada de aliados da senadora na direção da sigla. "Há uma decisão de ter candidatura própria e eu me sinto honrada de ser apontada pelo PV."
Marina, que participou da reunião do clima em Copenhague, criticou em vários momentos a postura do Brasil no encontro, em especial as declarações de Dilma sobre a proposta de que o país contribuísse com US$ 1 bilhão para um fundo de combate à mudança climática. A ministra da Casa Civil declarou que o valor "não faz nem cosquinha".
Questionada pelos jornalistas, Marina disse que a escolha de Dilma como chefe da delegação brasileira foi "legítima", mas completou: "Agora, o processo negocial não poderia ficar submetido a uma lógica política da conjuntura do nosso país, porque o que estava em jogo era muito maior".
Para a senadora e pré-candidata do PV, os ministros Celso Amorim (Relações Exteriores) e Carlos Minc (Meio Ambiente) "eram aqueles que poderiam entrar no mérito da negociação para que a gente pudesse de fato fazer a diferença".

O PMDB e o angu de Lula

PMDB Fisiológico: Sem ombridade para romper, mas continuar comendo do ¨angu¨do Lula.
Da Folha Online: Neste final de ano, o possível acordo eleitoral entre o PT e a ala governista do PMDB está tão ou mais mais distante do que estava no início de 2009, informa o colunista Josias de Souza. Ao sugerir que o PMDB deve apresentar uma lista tríplice a Dilma Rousseff com nomes de possíveis candidatos a vice, o presidente Lula forneceu mais uma munição àqueles que conspiram contra a aliança. O PMDB pediu que Lula desfizesse publicamente o mal-estar, o que não foi feito. Agora há no partido quem condicione o apoio a Dilma à sua performance como candidata. Na visão dessa ala, o PT ambiciona apoio do PMDB sem ceder espaço nas disputas estaduais.
*Li no blog Brasil Republicano

Bonita camisa vermelha, Fernandinho!

Fernando Rodrigues, o colunista da Folha de São Paulo em Brasília, cunhou a frase mais cínica escrita por um jornalista nos últimos anos, ao analisar a Pesquisa Datafolha. Ao encerrar uma lista de pontos positivos para a candidata, que perde para José Serra no primeiro e no segundo turnos, em qualquer cenário, lascou:
"por fim, Dilma conseguiu tudo isso sem ser candidata. Apenas apareceu ao lado de Lula o tempo todo e estrelou propagandas do PT como a ministra que ajuda a administrar o governo.
"Como "sem ser candidata"? Não houve um só momento em que o governo, o PT e Lula não fizeram de tudo para deixar claro que Dilma é, sim, a candidata. Como é que um jornalista pode ser tão parcial e, diria mais, tão venal? É impressionante.
Mas o colunista não pára por aí: considera a "arrancada" da Dilma "fulminante".
Resta fazer uma simples pergunta ao colunista: Serra é menos ou mais candidato do que Dilma? É menos, Fernandinho, muito menos. Até quinta passada ninguém sabia se seria ele ou Aécio Neves o escolhido. Já Dilma, o Brasil inteiro sabe, menos os vermelhinhos da imprensa chapa-branca.
*Li no blog coturno noturno

domingo, 20 de dezembro de 2009

Lula dá azar???

O cineasta Fabio Barreto, diretor do filme-propaganda de Lula ( Lula, o filho do Brasil ) sofreu um acidente de automóvel no Rio de Janeiro. É o que informa a agência Globo.
O cineasta-propagandista, se encontra em estado grave e sob cuidados médicos intensivos.

PMDB já condiciona aliança à 'performance' de Dilma

Neste final de ano, o possível acordo eleitoral entre o PT e a ala governista do PMDB está tão ou mais mais distante do que estava no início de 2009, informa o colunista Josias de Souza.
Ao sugerir que o PMDB deve apresentar uma lista tríplice a Dilma Rousseff com nomes de possíveis candidatos a vice, o presidente Lula forneceu mais uma munição àqueles que conspiram contra a aliança.
O PMDB pediu que Lula desfizesse publicamente o mal-estar, o que não foi feito. Agora há no partido quem condicione o apoio a Dilma à sua performance como candidata.
Na visão dessa ala, o PT ambiciona apoio do PMDB sem ceder espaço nas disputas estaduais.
Leia a matéria completa no Blog do Josias
...................................................................................
Comento: Continuo achando que o PT promete ao PMDB "dá um jeitinho" no dia da eleição e garantir a vitória de Dilma. Será que estamos caminhando para uma nova Venezuela em 2010?

Datafolha: Serra vence Dilma e Ciro no segundo turno

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), venceria a disputa presidencial em um eventual segundo turno com a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil). Segundo pesquisa Datafolha divulgada neste domingo na Folha , Serra tem 49% e Dilma 34% das intenções de voto.
No cenário em que Serra disputa com o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), o tucano ganha com 51% contra 28%.
Na possibilidade de Dilma disputar o segundo turno com Ciro, a ministra venceria a disputa com 40% contra 35%.
Serra lidera a corrida pela sucessão presidencial de 2010 e Dilma Rousseff se consolidou no segundo lugar, segundo o Datafolha. Serra está em primeiro com 37% das intenções de voto. Dilma está com 23%, seguida do deputado Ciro Gomes (PSB-CE), com 13%, e da senadora Marina Silva (PV-AC), com 8%. Os votos branco ou nulo somam 9% e os indecisos, 10%. No cenário sem o nome de Ciro, Serra vai a 40% e Dilma, 26%. Marina Silva atingiria 11%.
Na última pesquisa do Datafolha realizada em agosto, Serra liderava com 36%, Dilma tinha 17%, Ciro estava com 14% e Marina com 3%. Na ocasião, a pesquisa mostrava a ex-senadora Heloisa Helena (PSOL-AL) com 12%, mas ela desistiu de concorrer à Presidência para disputar o Senado.
.....................................................................................
Comento: Apesar de Lula atropelar a legislação eleitoral, desrespeitar as resoluções do TSE, andar pelo país e o mundo inteiro com Dilma "embaixo do braço" fazendo comícios, inaugurando o que não existe ou não está pronto, mentindo, caluniando, tropeçando em seu próprio ego inflado ( sob os auspícios da imprensa alugada ), sua candidata caminha a passos de tartaruga.

Esta ninguém comenta?

O jornal americano Washington Post criticou, em editorial, a “amizade” entre Lula e o porralouca do Irã, Mahmoud Ahamadinejad. Segundo o jornal, “se o presidente brasileiro está tentando ser um agente de paz no Oriente Médio, isso só mostra a sua ignorância sobre o tema”.
*Li no site do Claudio Humberto