sábado, 11 de maio de 2013

Odebrecht construiu o Maracanã para ela mesma com dinheiro público?

 
A obra do Maracanã, tocada inicialmente pelo consórcio formado pela Andrade Gutierrez, Odebrecht e Delta, a um custo de R$ 600 milhões, já está orçado em R$ 1 bilhão e 120 milhões. Não devemos esquecer que estas empresas ganharam a concorrência porque apresentaram o melhor preço. O melhor preço já aumentou 87%. E tende a aumentar ainda mais. Segundo o governador do Rio, Sérgio Cabral(PMDB), tudo isso deveu-se " a uma série de variáveis não esperadas", como se isso fosse problema dos cofres públicos e não das construtoras que apresentaram um preço vil para vencer a concorrência, certos dos polpudos aditividos que impõem no decorrer da obra.
Dois dias depois de autorizar um novo aditivo, no valor de R$ 200 milhões, ontem foi divulgado o resultado da concorrência para exploração do Maracanã, por 35 anos. Adivinhem quem venceu? A Odebrecht, com uma proposta de R$ 192,5 milhões. Na verdade, R$ 7,5 milhões a menos do que o aditivo recebido dois dias antes. É mais ou menos assim: o país pagou R$ 200 milhões a mais pela obra do estádio para que a Odebrecht devolva R$ 192,5 milhões nos próximos 35 anos. Só mesmo no Brasil a construtora do estádio ganha a sua concessão nestas condições. E ninguém fala nada. Sabem por quê? Porque a Odebrecht contribui generosamente para a campanha eleitoral de todos os partidos. É só olhar as contas depositadas no Tribunal Superior Eleitoral.  
Ontem à tarde, segundo a Veja, a Justiça do Rio de Janeiro impugnou a concorrência para concessão do estádio. A liminar expedida pela 9ª Vara de Fazenda Pública determinou que o governo não pode celebrar o contrato até o julgamento do mérito de uma ação do Ministério Público. No mês passado, o MP quis travar a concessão por considerar que a IMX de Eike Batista foi favorecida no processo. Na decisão, a juíza Gisele de Faria considera que ‘a presença de ilegalidades contamina a licitação’ e determina multa de 5 milhões de reais ao governo do Rio caso a medida não seja cumprida. (coturnonoturno)
 
 
 

Coronel Ustra afirma que Dilma 'participo​u de quatro organizaçõ​es terrorista​s'.

Efetivamente não há equidade nem honestidade moral.
O fato é que do lado das Forças Armadas – a questão foi superada a partir da LEI DA ANISTIA, havendo em diferentes oportunidades manifestações de autocrítica pelos abusos ou excessos cometidos na repressão pelos inevitáveis ‘danos colaterais’ decorrentes de eventuais violações das normas e procedimentos legais vigentes.
Porém, não se dá a mesma severidade na avaliação da conduta dos movimentos de esquerda ideológica – financiados pela ditadura genocida da Ilha de Fidel Castro ou pelo movimento comunista internacional promovido por Moscou/Pequim/Havana, cujos crimes e violência praticados pelos grupos extremistas como sequestros, assaltos, assassinatos, roubos foram em dimensão muito maior, além de terem atingidos sobretudo civis indefesos ...
Mas a aberração maior é que não se verifica nenhum sinal de ou sentimento de arrependimento por parte dos subversivos; - parece que o simples apego a ideologias messiânicas totalitárias auto justificariam tais atos, como ainda se pode ver paradoxalmente na Espanha e Colômbia, onde os terroristas  não demonstram nenhum sentimento de arrependimento com relação aos crimes de atentados terroristas, sequestros e assassinatos que praticaram e, ainda querem “anistia” como se nenhum crime tivessem praticado.
*Rivadavia Rosa, por e-mail, via grupo Resistência Democrática

Por um punhado de poder, muitos perdem o pudor.

Por um "punhado" de poder, muitos perdem o pudor!

 
Vestida de vermelho, símbolo de sua opção ideológica. Dilma ver dobrar-se, diante de si, um pseudo representante de um grupo democrático.
Esta é uma imagem que envergonha a qualquer pessoa que sonha com um Estado Democrático. É, sem dúvida, o resultado da política do "toma lá da cá, e deixa pra lá tua vergonha".
Decididamente, a oposição no Brasil carece de uma cara, coragem e decência. Sinceramente, acho até, que aqueles que se dizem oposição são impostores.
Aqueles tais da farsa da redemocratização do país.
Corremos o risco de nos tornar uma Venezuela, mirando-se no espelho cubano, sob a fantasia de uma falsa democracia e liberdade relativa.
Empresários e políticos, antes autores de um discurso moralista, dobram-se diante de um desgoverno de viés marxista, onde não há pudor quanto atropelar a ética e a verdade, e beijam a mão ou se situam passivamente diante de quem participou de grupos que ativamente promoveram ações de terrorismo, caracterizadas por assaltos, roubos e, dizem, assassinatos, e que hoje depredam o erário com a facilidade com que fabricam números e propaganda de uma pseudo administração pública..
É inegável que hoje, mais do que nunca, urge o surgimento de uma oposição verdadeira e organizada.
Que os verdadeiros democratas brasileiros façam todos os esforços para esclarecer a população brasileira e, principalmente, a juventude, do perigo que corremos de  mancharem nossa bandeira, e o solo pátrio, do vermelho da morte.

Ainda sobre os médicos cubanos.

"O povo do Brasil vai ficar em silêncio e parado enquanto criminosos doutrinam seus pobres em nome da “saúde?
A doutrinação marxista, efetuada por médicos cubanos, é sonho antigo de Lula.
“O governo de Dilma ganhará funcionários conforme a imagem e semelhança dos ideais terroristas de Fidel Castro — os mesmos ideais das cabeças petistas.
Lembremo-nos de que a mulher que hoje ocupa a presidência do Brasil tem um currículo tão sujo e criminoso que não deveria ocupar nenhum posto de importância no governo do Brasil.
É claro que, para os cristãos, Jesus Cristo liberta as pessoas de um passado tenebroso. Pessoas que foram assim libertas renunciam e denunciam publicamente os seus atos criminosos.
Esse não é o caso de Dilma. Ela nunca se arrependeu de nada.
Além disso, Fidel Castro, o sanguinário monstro assassino, nunca se arrependeu de nada.
Os médicos de Cuba estarão no Brasil para cumprir os ideais das criaturas que nunca se arrependeram de seus crimes.”
*Extraído do texto de JulioSevero

Porque hoje é Sábado, uma bela mulher.

A bela atriz Paola Oliveira

Megainvestidor faz alerta preocupante: "Não invistam no Brasil"

 
 
Arif Nagvi, em foto por (Bloomberg/Getty images)

Para Arif Naqvi, da Abraaj Capital, intervencionismo do governo sacrifica retorno sobre os investimentos nas empresas do país.
Perante um público de mais de 600 pessoas composto por banqueiros, investidores, empresários, premiês europeus e a chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, um megainvestidor paquistanês fez um alerta, no mínimo, frustrante: "Não recomendo investir no Brasil", disse Arif Naqvi, presidente do fundo de private equity Abraaj Capital. Naqvi, que administra 7,5 bilhões de dólares aplicados em ativos em países da África, Ásia e América Latina, participava de um painel de discussões sobre mercados emergentes promovido pela Universidade de St Gallen, na Suíça, na semana passada. Quando questionado pelo vice-presidente do banco Goldman Sachs, Lord Griffith, sobre quais mercados eram considerados menos interessantes para se investir, Naqvi disse, sem hesitar: o Brasil.
Segundo o paquistanês, o intervencionismo econômico e o ego do governo brasileiro espantam qualquer tentativa de se obter ganhos satisfatórios em operações no país. Ele também reconheceu que as regras mudam constantemente e que tal situação traz insegurança jurídica. O investidor citou o Chile, o Peru, a Colômbia e o México como mercados muito mais promissores, seguros – e que ainda se beneficiam dos avanços ocorridos na economia brasileira. Procurado após a palestra, Naqvi se negou a dar entrevista ao site de VEJA. Contudo, um de seus diretores, Frederic Sicre, explicou a razão das críticas feitas ao país.
Para Sicre, a desaceleração econômica combinada com a moeda forte e o custo Brasil fazem com que os investimentos no país sejam muito onerosos, com potencial de retorno reduzido. “As políticas protecionistas combinadas com o idioma diferente dos demais países da América Latina também fazem com que estratégias regionais sejam difíceis de serem executadas igualmente no Brasil e nos outros países do continente”, afirmou o empresário.
Nem mesmo o mercado interno brasileiro, usado como trunfo pela presidente Dilma Rousseff para justificar suas políticas intervencionistas, parece atrair o fundo bilionário. “Não se pode negar que o mercado brasileiro seja o maior da região e mereça atenção. Mas, hoje, as oportunidades em outros países da América Latina são mais atrativas para os nossos investimentos, pois os retornos são maiores”, disse Sicre.
Com sede em Dubai, o Abraaj é um dos maiores private equities do Oriente Médio e nunca fez investimentos no Brasil. Seus 33 escritórios ao redor do mundo administram os aportes do fundo, sobretudo, em empresas dos setores farmacêutico e de energia.
*Por Ana Clara Costa, de St Gallen - Veja.abril.com.br

Sina de brasileiro?


sexta-feira, 10 de maio de 2013

Falha a "operação abafa Rose".

Rosemary Noronha tem mais um motivo para se irritar com a sindicância aberta pelo governo para impedi-la de assumir um novo cargo público. A Controladoria-Geral da União indeferiu na terça-feira o pedido para que a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo use nove pessoas como testemunhas de sua defesa. Pelo menos duas delas são figuras próximas da presidente Dilma: o ministro Gilberto Carvalho e a ex-ministra Erenice Guerra. A medida deverá agilizar ainda mais o fim do processo administrativo que investiga tráfico de influência e uso do cargo para benefício próprio.
No mês passado, Rosemary apresentou uma lista com vinte nomes de testemunhas que deveriam ser ouvidas na sindicância. Além de Gilberto e Erenice, outras figuras de alto escalão da República nos governos Lula e Dilma Rousseff também foram vetados pelo governo: José Viegas Filho, ex-ministro da Defesa; Carlos Eduardo Gabas, secretário-executivo do Ministério da Previdência; e Beto Vasconcellos, número dois da Casa Civil.
Das onze testemunhas que a CGU autorizou Rosemary a usar na sindicância, a maioria é formada por funcionários que trabalhavam no escritório da Presidência em São Paulo. O único da lista que já teve uma posição notória no governo é o ex-presidente da Previ, Ricardo Flores.
Nas últimas semanas, os advogados de Rosemary anunciaram que pediriam a anulação da sindicância porque sua cliente nunca tinha sido ouvida no processo. A CGU, no entanto, não está preocupada com o movimento da defesa. Nos dias 21 e 26 de dezembro, Rosemary foi procurada no apartamento da sua filha em São Paulo e não foi encontrada.
A edição de VEJA desta semana mostra como foi montada uma investigação paralela para tentar sabotar a sindicância da Casa Civil que apurou o tráfico de influência no período em que Rosemary esteve à frente do escritório da Presidência em São Paulo. Partidos de oposição cobram que o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, explique os motivos da instalação da investigação. Do site da revista Veja

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Medico de Cuba.

Para entrar num curso de medicina em Cuba, não precisa fazer teste vestibular. Basta ser indicado por uma organização qualquer de tendência comunista (MST, Campesina, PT, etc.). Por aí, já dá para perceber o tipo de médico que virá para o Brasil caso mais essa irresponsabilidade petista logre sucesso....Pimenta no cuba dos outros é esponja super macia embebida em água morna perfumada.(AC)

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Corrupção mata.

A revolta está latente só está faltando um líder, quem se apresenta?
O terrorismo, os assaltos aos bancos, os assassinatos e todos os crimes que cometeram em 1964 estão sendo cometidos com mais refinamentos.
O terrorismo praticado agora é fazer a dependência às bolsas tudo. Os assaltos aos bancos não são mais feitos com tiros e correrias, é com tranquilas e sofisticadas transferências de dinheiro público por políticos plantados em postos chaves. Os assassinatos como o do prefeito Daniel já não são necessários, eles tem o Ministério da justiça nas mãos.
São trinta e nove (39) ministérios nas mãos deles, são trinta (30) partidos políticos pulverizados e estão criando mais e nem um deles é oposição, são todos da "base". Só está faltando cooptar o STF (Superior Tribunal Federal) que está dando um trabalhinho danado para se enquadrar mas, as trocas dos juízes estão sendo providenciadas 
As forças armadas já não são mais aquelas Forças Armadas que tinham Ministros que eram apresentados por meritocracia pelos Oficiais Generais ao presidente da República e este escolhia um de cada Força para comandar durante algum tempo os respectivos Ministérios. Foram rebaixados, agora é um comandante com mordomias de ministro para cada força  com tempo de comando eterno enquanto obedecer as ordens do partido.
Em nome da acomodada mordomia (ops...quero dizer disciplina) todos estão quietinhos aguardando a reserva para desfrutar uma boquinha de um bom emprego numa estatal e terminar seus dias de uma vida inglória.
-A Rússia passou mais de setenta anos fechada para o mundo com seus dirigentes comunistas matando o próprio povo de fome, foram piores que os nazistas; o Brasil que tem um povo super acomodado deverá bater esse recorde.
-Quem no Brasil atual poderia liderar uma mudança política séria? Até agora a meu ver os pretensos candidatos são hilários!
*Por e-mail, via Grupo Resistência Democrática

Pessoas, objetivos e caráter...

Acima estão as fotos de Zé Dirceu e do Ministro do STF Joaquim Barbosa. Joaquim, quando jovem, com muitas dificuldades, deu prioridade ao trabalho e aos estudos e se tornou um homem de dedicação exemplar na Justiça Brasileira, enquanto Zé Dirceu dedicou-se à política.
Joaquim Barbosa que optou pelos estudos e trabalho árduos, luta pela Justiça e pela honestidade no serviço público.
É um exemplo em todo o mundo, para os homens de bem ...
Já quem optou pela política, vive nababescamente e diz ganhar muito dinheiro ao "prestar consultorias" a empresas, coincidentemente, às que tem interesses junto ao Governo Federal.
É um exemplo para a malandragem petista...

terça-feira, 7 de maio de 2013

A cubanização,no Brasil, começa pela saúde.

A foto acima é de uma vacinação promovida por médicos cubanos no Haiti. Esqueço, por ora, o "uniforme" profissional utilizado na ação. A nota no site do Conselho Federal de Medicina registrando críticas severas a importação de médicos cubanos sem revalidação do diploma, foi o start para a discussão do tema.
O Procurador Regional dos Direitos do Cidadão do MPF/GO, Ailton Benedito, atento, fez as considerações abaixo, sobre a intenção do governo em promover essa "abertura" que trará, em minha opinião, severas e graves consequências CONTRA a população. A saber, a mais carente das carentes, que conta apenas com o SUS ao necessitar de atendimento à saúde. Aspas para o Procurador da República:
- Qual seria o custo per capta (passagem, transporte, moradia, salário) desses 6 mil médicos cubanos?
- Junto com os 6 mil médicos cubanos viriam 6 mil tradutores? Ou a população assistida domina o portunhol?
- Esses médicos cubanos seriam federais, estaduais ou municipais?
Num tipo de brainstorm com o procurador Ailton, pela manhã, larguei algumas questões retóricas na conversa: como a execução dos serviços de atenção básica são municipalizados, se o governo federal obrigará as prefeituras a instalarem os (supostos) médicos cubanos em seus hospitais e postos de saúde. Também não me parece correto que, sobre solo da nação LIVRE brasileira, 6000 trabalhadores contratados sob responsabilidade do governo, não tenham seus salários pagos diretamente a eles, mas ao governo de Cuba, que repassa-lhes um valor irrisório. Se isso não é pagar o contrato ao feitor, não sei o que seja.
A questão pertinente à linguagem vai além da comunicação médico-paciente. Espanhol não é de tão fácil entendimento como parece. Como fica a comunicação com o corpo de enfermagem? Trata-se de alocar os tais "profissionais" nas regiões mais carentes do país. A dificuldade de entendimento de uma auxiliar de enfermagem ao preparar um procedimento prescrito a um paciente, em minha opinião, poderá causar danos irreversíveis, dentre eles, mortes. E ainda há o receituário. O Brasil da internet tem noção de como são também carentes os balconistas de farmácia do Brasil profundo? Que mal frequentaram escola e mal lêem português?
Isso não vai dar certo. Sob nenhum aspecto. E sequer cheguei, ainda, ao risco da nossa própria escravidão ideológica e o que o mundo livre, democrático e publicamente contra as ditaduras do mundo, acharão de participar de uma Copa do Mundo ou Olimpíadas podendo as suas delegações serem vítimas de espiões - ou coisa pior - pagos pelo governo brasileiro. Desses dois aspectos, há muito o que dizer em outros posts. E não, não se trata de inventar teoria da conspiração. Alguns de nós sabem de coisas e de pessoas (de outros países) que, por sua vez, sabem das coisas que vão além de delírios de alguma imaginação hiperativa.
Sugestão do blog: na oportunidade da visita da blogueira Yoani Sanchez ao Brasil, o procurador Ailton Benedito publicou em seu blog, Bendito Argumento, o artigo chamado A Cubanização do Brasil. Leitura recomendada.
*Postado por , recebido por e-mail, via Grupo Resistência Democrática.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Israel ataca carregamento de armas vindos da Síria para terroristas em território Palestino.

Autoridade síria diz que ataque é "declaração de guerra". Em entrevista à CNN, fonte do governo sírio faz ameaça de retaliação. TV estatal da Síria diz que "mísseis estão prontos para atacar" depois de bombardeio.

Céu iluminado por explosão em Damasco, na Síria. A imagem provém de vídeo cuja autenticidade não pôde ser verificada
Céu iluminado por explosão em Damasco, na Síria. A imagem provém de vídeo cuja autenticidade não pôde ser verificada  (Reuters)
Uma autoridade síria afirmou neste domingo que o ataque deste domingo contra o país foi uma “declaração de guerra” de Israel. “Quando eles atacam, isso é uma declaração de guerra. Isso não é algo novo. Nós já lidamos com isso em várias ocasiões, e retaliamos da forma que quisemos”, disse o vice-ministro de Relações Exteriores Faisal al Mekdad, em entrevista à rede americana CNN. Também na noite deste domingo, a TV estatal síria informou que "mísseis estão prontos para atacar alvos precisos" em caso de "uma nova violação".
As declarações são uma reação às explosões que iluminaram o céu da região de Damasco nas primeiras horas desde domingo. O governo sírio responsabilizou Israel pelos ataques – foram dois em menos de três dias. Israel não fez nenhum comentário oficialmente, mas fontes de segurança do país confirmaram que o ataque teve como objetivo impedir a transferência de mísseis iranianos ao Hezbollah, grupo xiita libanês aliado de Bashar Assad. As armas poderiam ser usadas contra Israel. Baterias antimísseis foram posicionadas no norte do país, onde o espaço aéreo está fechado até o dia 9 de maio.
O ataque teve como alvo um centro de pesquisas científicas em Jamraya, que já tinha sido bombardeado no final de janeiro por Israel, além de dois alvos militares – um grande depósito de munições e uma unidade da defesa antiaérea –, segundo um diplomata em Beirute que pediu para não ser identificado. "Cada vez que Israel tiver informações sobre a transferência de mísseis ou armas da Síria para o Líbano (para o Hezbollah), serão atacados", disse a autoridade israelense.

Órfãos da impunidade.

 
Na Veja desta semana:
"OS ÓRFÃOS DA IMPUNIDADE: enquanto o governo e as ONGs se ocupam em amparar assassinos de todas as idades, uma geração de vítimas invisíveis cresce sem pais e sem apoio".
Pagamos tributos para o Estado amparar criminosos, mas deixamos sem aparo as vítimas do crime, a quem a assistência estatal deveria se destinar em primeira lugar. ALGO ESTÁ ERRADO...(VEJA, 8.maio.2013)

Brasil, oposição zero.


PT compra votos impunimente.

video
 
Uma verdade negligenciada é que o Programa Bolsa Família é somente um dinheiro repassado para compra de votos!
É o voto mais caro do mundo, a campanha eleitoral mais ininterrupta do mundo, e o gasto de dinheiro público mais milionário da história universal, para manter um partido no poder!
Hélio Bicudo disse que Zé Dirceu falou a ele, que o Bolsa Família representa 40 milhões de votos!

domingo, 5 de maio de 2013

Fogão campeão,

Fogão campeão
Botafogo vence Flu, leva Taça Rio e conquista Carioca pela 20ª vez
Pela terceira vez, Botafogo e Fluminense disputaram a final da Taça Rio. Pela terceira vez, o caneco foi para General Severiano. E, com isso, também o título estadual antecipado, sem necessidade de final, já que os alvinegros venceram também a Taça Guanabara. Neste domingo, no Raulino de Oliveira, o time comandado por Oswaldo de Oliveira venceu por 1 a 0, gol de Rafael Marques, e completou o segundo turno com 100% de aproveitamento. É a 20ª conquista de Campeonato Carioca para os alvinegros. O último título foi em 2010, também vencendo os dois turnos. O Botafogo, porém, só sai do estádio com o troféu do turno - o estadual só será entregue na festa de premiação dos melhores do campeonato.
 

Mais uma moça estuprada dentro de uma Van no Rio.


Com uma arma na boca e em um ônibus que se dirigia ao centro do Rio pela Avenida Brasil, uma mulher de cerca de 30 anos foi estuprada por um assaltante no fim da tarde de sexta-feira, 3, menos de 35 dias depois que uma turista americana foi atacada sexualmente em uma van na região metropolitana da capital fluminense. Descrito como pardo, cerca de 24 anos, com cabelo preto corte tipo asa delta e parecendo estar sob efeito de drogas, o criminoso atacou a vítima em um micro-ônibus da linha 369 (Bangu-Carioca), depois de assaltar os passageiros e mandá-los para o fundo do veículo. O ataque sexual aconteceu na parte dianteira, ao lado do motorista, enquanto ele dirigia, e foi testemunhado por todos a bordo.
O criminoso continuará vivo, protegido por grupos de Direitos Humanos e sempre com alguns malucos defendendo que ele continue a usar drogas livremente.
Até quando???
COMENTO: Se o criminoso for preso terá escola ( se quiser ), trabalho ( se quiser), assistência médica, odontológica, jurídica através de defensores e membros do movimento pelos "direitos humanos", visitas íntimas para dar sua "transadinha" duas vezes por semana, uma gorda pensão que sua família receberá mensalmente do governo e viverá melhor que a maioria dos trabalhadores decentes e honestos do Brasil.

Salomão e o casamento gay.

O Rei Salomão
Enquanto isso, em 950 a.C., no palácio do Rei Salomão:
— Majestade, esses dois homens requerem vossa autorização para unir-se em matrimônio.
— Matrimônio? Aquele consórcio derivado do vocábulo que os romanos inventarão no futuro para referir-se a “mãe”?
— Não sei, majestade. Vossa alteza é que sois o sábio aqui.
— Certo, certo. Hum. Não ficariam satisfeitos apenas com um documento reconhecendo sua união civil?
— Não, majestade. Eles querem um matrimônio; e que seja realizado no templo.
— Entendo. Façais o seguinte: ponde-os em cativeiro, se eles conseguirem se reproduzir, libertai-os e deferi a petição.
— Sim, vossa majestade.
*Humor profano

Padre "extremamente liberal" é excomungado pela igreja.

O padre Roberto Francisco Daniel, 48, da Diocese de Bauru-SP, tem se caracterizado por seus posicionamentos  "muito liberais" para a Igreja Católica ( e todas as igrejas cristãs conhecidas ) a favor do homossexualismo e casamento aberto ( diz que havendo consentimento não há traição ) foi excomungado pela Diocese de Bauru (SP), à qual estava subordinado, logo após ter dado declarações a favor destes tais conceitos.
A imprensa brasileira repleta de gays e esquerdistas,  diz que ele fora excomungado por "defender direitos dos homossexuais". Pura balela. Defender o direitos dos homossexuais se tornou algo corriqueiro neste país. Cada dia o governo por seus prepostos incentiva na imprensa, nas escolas, na sociedade a banalização do homossexualismo confundindo isso com defesa dos homossexuais.
O ex Padre Roberto queria aparecer, criar uma situação que o tornasse um alvo-vítima da "igreja".Ser a favor dos direitos dos homossexuais, a maioria das pessoas o são. Eu também sou. Mas usar a igreja para se promover e coloca-la contra a sociedade gay é uma atitude comum aos mau caráter. 
Agora, como leigo, ela fale o que quiser, faça o que quiser. Ele não é burro, doente mental para não saber que toda instituição tem suas normas. É preciso respeitá-las. Ele poderia ter saído da Igreja como muitos, mas Roberto preferiu aparecer na mídia, ser conhecido, buscar espaços para se promover.
Agora se ele quer assumir sua preferência homossexual pode faze-lo sem macular os princípios da Igreja, se quiser fomentar as tais práticas de "troca de casais" ou "traição consentida", que o faça.
Quem sabe, no futuro bem próximo ele não se torne o " Rei do Swing", e das "Libélulas deslumbradas", também.?