sábado, 11 de janeiro de 2014

Depressa! Chama os Tucanos!!!

Este país é um mar de contradições. Há 11 anos a imprensa, comprada, brasileira vem dando espaço aos petistas no poder, e se aproveitando disso eles deitam e rolam a criticar os Tucanos, justo quem deixou o país pronto para crescer e bem estruturado.
Os petistas foram desfazendo a casa, cavando buracos, abusando do direito de se apropriar da obra alheia, descaracterizá-la e até desfigurá-la.
Agora não tendo como correr da realidade, lançam mão da cartilha Tucana  e iniciam uma série de privatizações (que eles chamam de "concessões") para desafogar o Estado e o Erário, já tão combalido pelos  abusos petralhas.
A mais nova prova da incapacidade de gestão petista, chega a ser hilária: Dilma montou um tal "gabinete de crise", com o objetivo de resolver apenas o caos no Maranhão ( a pedido de Sarney) mas, para resolver a situação chamaram um tucano.
A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB-MA), foi orientada a pedir ajuda ao governador tucano do Paraná, Beto Richa.
É mole?
E ainda tem imbecil que vota em PT-PMDB-PV e estas outras siglas que servem de abrigo aos incompetentes da política nacional.

A turma de João Paulo, ficará no poder.

João Paulo vai para a cadeia, mas sua influência no governo permanece...
Todos sabemos que Joaquim Barbosa, querendo ou não, deu um refresco ao mensaleiro João Paulo que está por aí, livre, leve e solto...
Alguém deve ter tido "muita dificuldade" para, de posse da decisão proferida e assinada, redigir o decreto a tempo. Funcionário Público "trabalha muito"...
É, vai ver que tem gente muito, mas muito ocupada mesmo no STF.
Mas as boas notícias para o mensaleiro não param por aí. Na coluna do Jornalista Lauro Jardim, destaca-se a notícia de que, mesmo quando for preso (?), ele já tem a garantia de que seus indicados no governo federal continuarão a usufruir seus cargos no Governo Federal, com belos salários.
A Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), que dizem ter uma caixa preta sem tamanho, tem um quadro recheado de indicados pelo mensaleiro e, inclusive, sua irmã Ana Lucia da Cunha Pucharelli exerce cargo de destaque e comando.
Sem dúvida, petista adora dinheiro público e zombar da Lei!

Peti$ta $o faz o que lhe intere$$a.

O  governo petista do Haddad anda de mal a pior. Gestor incapaz, político de ocasião, Haddad, à priori, tentou enfiar "goela abaixo"do tano o IPTU mais caro que se tem notícia no país. 
Perdeu. A Justiça não o deixou extorquir o povo. Agora através de outra nulidade política, seu secretário Gilmar Tato GILMAR TATO, contratou uma empresa por 4,5 bilhões de reais ( isso mesmo! quatero Bi e meio ) para pintar faixas exclusivas de ônibus na região metropolitana de São Paulo !
Mas vejam só, senhores petistas, a idéia não está dando certo, o dinheiro foi pelo ralo e com tantos problemas gravíssimos de saúde e educação, um gestor público ter coragem ( e o cinismo ) de gastar uma fortuna dessas ainda mais sob suspeitíssima licitação, fica difícil crer em boas intenções...
O tal Gilmar Tato é um ser puramente político, no mau sentido da palavra, nada mais fez ou faz do que realizar conchavos em favor do PT. É preciso anular essa licitação.

Porque hoje é Sábado, uma bela mulher.

A bela atriz Laura Neiva

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Silencio do grande chefão.


SILENCIO DO GRANDE CHEFÃO É UMA VERDADEIRA CONFISSÃO,
Afinal, quem cala, dessa forma, consente ou confessa?

Depois do livro bomba, Lula calou-se, ainda mais, para a imprensa!
Sem qualquer condição de honrar as calças que veste e enfrentar a mídia, cala-se, juntamente com a "gerenta". E o Brasil, mais uma vez assiste o drama da amnésia lulística numa total demonstração de falta de responsabilidade política do partido promotor da década perdida.
Os conservadores da moral, da ética e da decência, mais uma vez, estarrecidos com a cara de pau do chefe do bando, chama à responsabilidade o astro principal que, indiferente, continua vivendo a ilusão de que o povo esquecerá mais este episódio.
Ocorre que foi descoberta a melhor forma de reconstruir a história - Livros, livros e mais livros.
Todos mostrando a verdade que jamais poderá ser abafada.
*Celso Brasil

Israel pasmo: israelense católica é objeto de um milagre.

A cura do câncer, com fortes sinais de milagre, de Teresa Daoud – devota católica de nacionalidade israelense – abalou Israel, escreveu The Blaze. 
Ela contou o caso todo ao Canal 2 de Israel, que também entrevistou seus médicos e analisou seu caso clínico.
Teresa sofria de um câncer maligno na perna, o qual se desenvolvia rapidamente. Os médicos decidiram então amputar-lhe a perna.
A cirurgia foi adiada três vezes por razoes burocráticas. Ela interpretou os adiamentos como um sinal de que devia confiar mais na oração do que na intervenção médica.
O Dr. Jacob Bickels, chefe do Departamento de Oncologia Ortopédica do Hospital Ichilov, em Tel Aviv, disse: “Era claro para mim que ela ia morrer em pouco tempo. Ela é uma mulher instruída, inteligente, lúcida, e quando uma pessoa assim toma uma decisão sabendo bem das consequências, nós a respeitamos”.
 

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Um cadáver no caminho do PT.

O cadáver de Celso Daniel volta a incomodar Gilberto Carvalho

Carvalho: ele repudia a acusação e diz que processará Tuma Jr.
Carvalho: ele repudia a acusação e diz que processará Tuma Jr.
O ministro Gilberto Carvalho diz que vai processar o delegado Romeu Tuma Junior. Isso e lá com ele. Em entrevista à VEJA, Tuma Junior o acusa de ter confessado a existência, sim, de um propinoduto em Santo André — nota: Carvalho era o braço-direito do prefeito. Mais do que isso. O agora ministro teria dito ao delegado que ele, pessoalmente, levava a dinheirama para José Dirceu.
Não é a primeira vez que o nome do petista graúdo aparece na história. O oftalmologista João Francisco Daniel, um dos irmãos de Celso, diz que Carvalho lhe fez, sim, a confissão. E nos mesmos termos.  Marcos Valério também afirmou à polícia que foi convidado a dar um cala-boca, com grana, em pessoas que chantageavam Carvalho e Lula, ameaçando contar o que sabiam sobre a morte do prefeito. Segundo disse, não aceitou a tarefa. Acho que é mais uma questão a ser investigada. Já escrevi sobre o estranho comportamento dos petistas quando Celso foi assassinado.
Recuperem o noticiário de janeiro de 2002, por ocasião da morte do prefeito. Antes que qualquer pessoa aventasse publicamente a possibilidade de que o PT pudesse ter tido algum envolvimento, os petistas botaram a boca no trombone e saíram acusando a suposta tentativa de incriminar o partido, exigindo, em tom enérgico, que a polícia fizesse alguma coisa. Montou-se uma verdadeira operação de guerra para controlar o noticiário. No arquivo do blog, vocês encontram alguns textos a respeito. Celso foi o primeiro de uma impressionante série de oito cadáveres.
O prefeito morto era já o coordenador do programa de governo do então pré-candidato do PT à Presidência, Lula. O partido seria o primeiro a ter motivos para desconfiar de alguma motivação política para o sequestro e imediato assassinato. Deu-se, no entanto, o contrário: o partido praticamente exigia que a polícia declarasse que tudo não havia passado de crime comum.
Celso Daniel com Lula pouco antes de ser assassinado
Celso Daniel com Lula pouco antes de ser assassinado
O último morto, por causa desconhecida (!), foi o legista Carlos Delmonte Printes, que assegurou que Celso fora barbaramente torturado antes de ser assassinado. Luiz Eduardo Greenhalgh, advogado do PT que acompanhou o caso em nome do partido e teve acesso ao cadáver, assegurou à família do prefeito, no entanto, que não havia sinais de tortura. O fato é conhecido porque foi denunciado pelos familiares do morto.
Carvalho movimentou-se freneticamente logo depois da morte do “amigo” para que prevalecesse a versão do partido: crime comum. O esforço deixou um rastro de conversas gravadas que vieram a público. Tudo muito impressionante. Leiam, por exemplo, este diálogo em que Sérgio Sombra, acusado de ser um dos assassinos de Celso, entra em pânico e pede para falar com Carvalho. Alguém garante que está sendo montado “um esquema”. Sombra, no diálogo abaixo, é o “personagem A”.
A – Ô Dias!
B – Oi chefe!
A – Onde é que você está cara?
B – Tô na avenida (…). Eu tô saindo, to indo praí.
A – (…) Fala prá ligá nesse instante (…) Pará de fazer o que está fazendo.
B – Peraí, Peraí, Perai. Ei! Oi! Escuta o (…) Já está aí onde está todo mundo (…) Alô!
A – Ô meu irmão!
B – Cara cê está no sétimo?
A – Ô meu! O cara da Rede TV está me escrachando, meu chapa! Tá falando que… Tá falando que é tudo mentira, que o carro tá pegando, que não destrava a porta, que sou o principal suspeito.
B – Ô cara! Deixa eu te falar. O que hoje tá pegando contra você é esse negócio do carro. Nós temos que fazer é armar um esquema aí: “porque as empresas de (…) junto com a Mitsubishi, por razões óbvias de mercado, se juntaram para dizer que você está mentindo, que o câmbio está funcionando”…Entendeu? Então é o seguinte…
A – Peraí. Perai, péra um pouquinho.
B – (…) Pô! Pegá o que Porra?
A – Chama o Gilberto aí! Chama o Gilberto! Tem que armar alguma coisa!
B – Calma!
A- Eu tô calmo. Quero é que as coisas sejam resolvidas.
Outro diálogo: “Puta! Tá dez!”
Há outro diálogo bastante interessante. Alguém liga para Ivone, tornada pelo partido a “viúva oficial” de Celso — consta que era sua “namorada” à época… E lhe dá nota dez por sua performance como “viúva” numa entrevista. Vocês entenderam direito. Leiam. Ivone é a personagem B.
A – Oi!
B – Oi meu amor. O Xande quer falar com você. Tá bom?
A – Ok.
B – Tchau.
C – Como vai minha querida?
B – Vou assim. Arrastando.
C – Ótima a sua entrevista! Viu?
B – Você gostou Xande?
C – Eu gostei muito mesmo.
B – É importante a sua opinião pra mim porque estou totalmente sem referência. Né?
C – Eu achei muita boa. Entendeu. Tá super. Tem coisas… tá perfeito!
(…)
B – Hoje tem uma coisa. Programa pra ir na Hebe.
A – É. Porque vai a mulher… a viúva do Toninho.
B – Sabe que o Genoino quer. E é uma merda, né? Uma merda!
A – Olha. Se você falar o que falou ai está 10. Puta! Tá 10, não parece estrela, a dor de uma viúva. Tá dez!
Como se nota, a morte do “companheiro” havia se transformado apenas numa questão de marketing e de guerra para ganhar a “mídia”. Com direito a nota pela performance da, sei lá como chamar, “atriz” talvez.
João Francisco: Carvalho lhe teria contado tudo
João Francisco: Carvalho lhe teria contado tudo
Bruno: até irmão de esquerda teve de sumir
Bruno: até irmão de esquerda teve de sumir
RetomoJá lhes contei aqui. Mesmo a ala petista da família Daniel rompeu com o PT. Um dos irmãos, Bruno, teve de se exilar na França com mulher e filhos. Estavam sendo ameaçados de morte no Brasil. Vale a pena, reitero, por curiosidade quase científica, voltar ao noticiário daqueles dias para constatar a frenética movimentação preventiva do partido, certo de que poderia conduzir para onde quisesse a opinião pública. Passada uma semana, quem estava na defensiva era a polícia paulista… Agora, a acusação de Tuma Junior se junta às de João Francisco e Marcos Valério.
Uma coisa é certa: o cadáver de Celso Daniel volta a se agitar no armário.
PS – Por favor, nada de acusações ou ilações além dos fatos nos comentários. O certo é pedir que tudo seja devidamente apurado. E pronto!
Por Reinaldo Azevedo

Após adiar compra de lagosta, Maranhão agora quer banquete com uísque e caviar.

Governo Roseana Sarney abriu nova licitação nesta quinta-feira para comprar bebidas importadas e pratos sofisticados para eventos oficiais.

Roseana Sarney, ex-senadora (PMDB-MA) e atual governadora do Maranhão
A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB) (Foto - Joedson Alves/AE)
Às voltas com uma crise no sistema prisional do Estado, o governo do Maranhão abriu um pregão para comprar uísque escocês, champanhe, caviar e vinhos importados, no valor de 1,4 milhão de reais. O edital foi publicado nesta quinta-feira no site da Comissão Central Permanente de Licitação. 
O pregão está marcado para o próximo dia 17 e o contrato terá vigência até o final do ano.  Esta é a segunda compra de luxo publicada pelo governo do Maranhão nesta semana. Na quarta-feira, o jornal Folha de S.Paulo mostrou que a administração estadual havia aberto licitação para comprar 80 quilos de lagosta fresca e 1,5 tonelada de camarão para abastecer a residência oficial e a casa de praia da governadora Roseana Sarney (PMDB). A compra, entretanto, foi adiada nesta quinta.

O novo edital determina que a empresa vencedora da licitação deverá fornecer champanhe para as recepções, jantares, coquetéis e brunchs oficiais. As bebidas devem ser servidas em “mil copos e taças de cristal para vinho branco, tinto, água, champanhe, licor e uísque”. O edital alerta que “durante os eventos, deverão ser servidos em quantidades suficientes para todos os convidados bebidas, entradas, almoços e jantares”.
No menu de entradas, constam caviar, petiscos com carne de siri, bolinhos de bacalhau e patinhas de caranguejo. Como prato principal, estão na lista filé mignon ao molho de gorgonzola, salada de camarão, carne de carneiro, bacalhau com natas, pato ao molho de laranjas, risoto de lagostas e peru. 
Para ornamentar jantares e coquetéis, a empresa que vencer a licitação deverá providenciar tapetes estilo persa Golpayagan Sherkat Floral – um modelo similar está à venda na internet por até 24.000 reais.

Saída de dólares do país em 2013 foi a maior em onze anos.

O Brasil registrou uma saída de dólares de US$ 12,7 bilhões no ano passado, já descontado o ingresso de recursos, segundo o Banco Central. Trata-se da maior saída de moeda americana desde 2002, quando o fluxo cambial ficou negativo em US$ 13 bilhões, num ano marcado por turbulência no mercado financeiro durante a campanha do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo analistas, a saída de dólares torna o dólar mais caro para os brasileiros e deve aumentar neste ano. ( O Globo)
COMENTÁRIO: Vocês se lembram que até ano e meio atrás a "presidenta" e seu ministro-pateta da Fazenda diziam que os Estados Unidos estavam canalizando um excesso de dólares para o Brasil, a fim de valorizar o real e assim encarecer as exportações brasileiras? Seria a guerra cambial desencadeada contra o Brasil para boicotar o desenvolvimento nacional - o "tsunami" monetário, dizia a "presidenta". 
Dilma e Mantega até denunciaram, no FMI e outras instituições, essa suposta guerra cambial contra a potência emergente.
Pois bem: a situação se inverteu, como queria Dilma. Agora o dólar se valoriza, o real cai pelas tabelas; mas as exportações caíram ao menor nível histórico já registrado, as importações estouraram - e quem tem juízo está preocupado. 
DILMA E MANTEGA: DOIS IDIOTAS DESPREPARADOS, FALADORES DE BOBAGEM
É a história que está demonstrando.

Apenas mais uma vergonha nacional.

Isto é uma vergonha! Um país que vai sediar uma Copa do Mundo de Futebol. Que pretende sediar uma Olimpíada, não pode ser tão incapaz de proporcionar o mínimo de atendimento médico ao seu povo.
Como diria Gracias Ferraz: Conforme LULA, o Sistema Público de Saúde brasileiro é quase perfeito.Ele inclusive queria exportar este modelo "´perfeito" para os Estados Unidos, lembram-se? Uma foto panorâmica da emergência do Sistema de Saúde quase perfeito neste fim de ano.

Dinheirinho bom hein, Sarney?

Clique na imagem para ampliar

Governo petista mentiroso, é paradoxo!


Governo gaúcho mente ao afirmar que Presídio Central de Porto Alegre não registra homicídios há anos.

Pingo nos is – O Presídio Central de Porto Alegre (PCPA) está envolvido em um polígono de polêmicas. A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) expediu, em 30 de dezembro passado, Medida Cautelar que solicita ao governo brasileiro a imediata adoção de providências para solucionar a caótica situação do PCPA, onde, entre tantos descalabros, quadrilhas de presos controlam o acesso às galerias. O governo da presidente Dilma Vana Rousseff tem prazo até o próximo dia 15 de janeiro para informar à CIDH as providências tomadas.

Fosse o estado do Rio Grande do Sul governado por algum adversário político do Partido dos Trabalhadores, a estridente ministra Maia do Rosário Nunes, da Secretaria de Direitos Humanos, já estaria a circular pelo País com o documento nas mãos e fazendo o conhecido estardalhaço que os “companheiros” patrocinam com notória facilidade. Como a terra de chimangos e maragatos está sob a batuta do incompetente Tarso Genro, o peremptório, a ministra Maria do Rosário prefere se apequenar e adotar silêncio obsequioso.

Tarso Genro, por sua vez, ordenou aos seus estafetas que informassem que no Presídio Central de Porto Alegre não tem ocorrido homicídios nos últimos dois anos, como se a unidade prisional da capital gaúcha fosse uma congregação de monges. A informação que emanou do Palácio Piratini é mentirosa e foi duramente criticada na manhã desta quarta-feira (8) durante programa da Rádio Gaúcha. 

Em comentário tão contundente quanto preocupante, no programa radiofônico “Gaúcha Hoje”, Cláudio Brito afirmou que ao longo dos últimos anos foram registradas no Presídio Central de Porto Alegre “mortes suspeitíssimas, travestidas por laudos cadavéricos que não correspondem à verdade”. Ou seja, alguém, a mando do governo gaúcho, estaria fraudando laudos cadavéricos para passar à população a impressão de que no PCPA reina a mais absoluta tranquilidade.

Em seu depoimento, Brito citou o juiz Sidinei Brzuska, responsável pela Vara das Execuções Penais de Porto Alegre e que no programa mereceu elogios como “grande magistrado” e “o mais envolvido com o tema da execução das penas” no Rio Grande do Sul.

Diante do depoimento de Cláudio Brito, não apenas o petista Tarso Genro deve explicações céleres, mas a ministra Maria do Rosário, que adora fustigar os adversários com os temas relacionados aos direitos humanos. Fora isso, o ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, tem o dever de cobrar explicações daquele que já ocupou a pasta, o companheiro Tarso Genro, pois é inimaginável que um governante se valha de expedientes criminosos para maquiar a própria administração. Ademais, cabe ao Conselho Nacional de Justiça, na pessoa de seu presidente, ministro Joaquim Barbosa, determinar imediata inspeção do Presídio Central de Porto Alegre, uma vez que o silêncio das autoridades servirá para perpetuar a vergonhosa violação do que determina a legislação vigente no País. 
* Por ucho.info

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Lula quer dar rasteira em Dilma?

Lula é candidatíssimo às próximas eleições presidenciais 
A sucessão presidencial de 2014 teve início exatamente no momento que a presidente Dilma Rousseff tomou posse.
Dilma, inegavelmente, é uma criação de Lula, mas é claro que tem personalidade própria e está fazendo um governo que é bem superior a de seu antecessor. Caso típico de que “a Criatura superou o Criador”.

Lula, para tristeza dos que não o querem de volta (dentre os quais me incluo), tem o maior potencial de votos deste País. É um fenômeno eleitoral! Só não enxerga isso aquele que deixa o ódio sobrepor-se a uma realidade para lá de comprovada.
Na Democracia, vence uma eleição o candidato que tem o maior número de votos. Não importa se seja o mais ou menos (no caso de Lula o “menas”) preparado, o mais culto, o mais erudito ou o mais inteligente. Vence quem o eleitor escolheu. E ponto final!
Nunca me canso de repetir o que afirmou o grande político mineiro Milton Campos, para quem não havia saída fora da Democracia, numa entrevista concedida após sofrer uma derrota para João Goulart, na eleição para vice-presidência da República (à epoca que os candidatos ao cargo recebiam votação própria, independente do candidato a presidente).
Ao ser perguntado por jornalistas a que atribuía sua derrota, o grande mineiro, após uma tragada no cigarro, que sempre o acompanhava, respondeu de imediato:
“Atribuo minha derrota ao maior número de votos obtido por meu adversário, o Dr. João Goulart!”

SÁBIA LIÇÃO
Belíssima e sábia lição de Democracia. Análise precisa e e sucinta, despida de razões complicadas de Ciência Política, Sociologia ou Economia, tão ao agrado dos “cientistas políticos” de plantão, que adoram teorias, mas jamais concorreram a qualquer eleição!
Por tudo isso, aqueles que quiserem candidatar-se a sucessão de Dilma (inclusive ela própria), não se esqueçam de apresentar ideias novas, que consigam sensibilizar o eleitor, notadamente aqueles que se beneficiaram com os programas sociais implantados por Lula. E principalmente não se esqueçam: o ex-presidente, embora negue, é candidatíssimo à sucessão de Dilma!
O resto é conversa fiada, ou melhor, tema para cientista político discutir enquanto bebe um bom whisky.
07 de janeiro de 2014
José Carlos Werneck

A última que morre.

João Paulo, quem diria, não queria ser preso "tão cedo"...
Até ontem, o deputado João Paulo Cunha (PT-SP) acalentava a esperança de prorrogar sua sobrevida fora da cadeia. O petista torcia para que o ministro Joaquim Barbosa esperasse a volta dos colegas, em fevereiro, para submeter seu último embargo ao plenário do STF. No fim de dezembro, Cunha se dizia aliviado por não ter sido preso antes do Natal. Os outros três condenados do PT, José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares, tiveram menos sorte: passaram as festas na Papuda.
Carona Cunha decidiu que faria de carro a viagem entre São Paulo e Brasília, onde deve se entregar hoje à Polícia Federal. Segundo aliados, ele faria o trajeto acompanhado do motorista.
No banco A defesa do condenado ainda não definiu se pedirá a transferência do deputado para um presídio paulista ou ou sua liberação para trabalhar. No passado, ele disse a outros petistas que gostaria de conseguir emprego em um clube de futebol de Osasco (SP).
*Por BERNARDO MELLO FRANCO - Folha S.Paulo

"Dilma Rousseff nada de braçada nas bilionárias verbas publicitárias do governo e das estatais"...

Dilma Rousseff nada de braçada nas bilionárias verbas publicitárias do governo e das estatais e manipula o orçamento público como caixa de campanha eleitoral. E, em rede nacional de rádio e tevê, chama de “guerra psicológica” as críticas à sua política econômica.
A propaganda oficial vende o Brasil potência, a ilha de prosperidade. O discurso oficial diz que os críticos do governo são inimigos em guerra contra a pátria.

Enquanto a extrema direita tem saudade da ditadura parece que o PT começa a ter inveja dos ditadores. Qual a consequência da “guerra psicológica”? O ato institucional?
Junte o ódio à imprensa crítica a esse balão de ensaio da “guerra psicológica” e imagine o que vai ser a campanha eleitoral. Na política dos sonhos da presidente e seus ghostwriters só há espaço para aplausos e bajulação. Não há lugar para oposição e crítica.
“ÓDIO À IMPRENSA”
No artigo “Dos que tanto amam odiar a imprensa”, publicado em 26 de dezembro, Eugênio Bucci situa a tática do “ódio à imprensa” na estratégia do Partido dos Trabalhadores para continuar no poder. O texto associa esta tática à lógica de um projeto autoritário ou totalitário, que depende da fabricação de inimigos a serem odiados. Bucci deve saber do que fala, porque foi do PT e do governo Lula.
Não vamos esquecer que o outro inimigo da vez é o presidente do STF, Joaquim Barbosa, e, por tabela, a justiça. É o preço do julgamento do Mensalão e da condenação e prisão de Dirceu, Genoino e cia.
Ao chamar de “guerra psicológica” as críticas à política econômica do governo, a presidente ameaça jornalistas, juízes, economistas e quem se atreve a desagradar o governo e o partido do poder. Mentes totalitárias convenceram Dilma a entrar na roubada da “guerra psicológica”. Será que vão convencer a presidente a baixar um ato institucional?

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Barbosa decide: João Paulo na cadeia.

Deputado mensaleiro foi condenado a nove anos e quatro meses de prisão pelos crimes de peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. 
Laryssa Borges, de Brasília, Veja.com
O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) em 2003, quando presidia a Câmara (Fernando Pilatos/Futurapress)

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, determinou a prisão imediata do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), condenado no julgamento do mensalão. A decisão do magistrado, tomada de forma individual, data do dia 2 de janeiro, mas só foi tornada pública nesta segunda-feira. A Polícia Federal, que deverá cumprir a ordem judicial, informou em sua conta no Twitter que ainda não foi notificada para efetuar a prisão. 

De acordo com Barbosa, parte da sentença de condenação imposta pelo STF a João Paulo – pelos crimes de peculato e corrupção passiva – já pode começar a ser cumprida, já que ele não tem direito a apresentar novos recursos. Com isso, é esperado que a carta de sentença confirme que o mensaleiro deve cumprir pena inicial de seis anos e quatro meses em regime semiaberto. Em sua manifestação sobre os pedidos do parlamentar, Barbosa considerou que parte dos apelos eram "meramente protelatórios" e tinham o objetivo de evitar o fim do processo judicial. 

“Nego seguimento ao recurso do embargante quanto aos crimes de corrupção passiva e peculato relativo à contratação da empresa SMP&B por faltar-lhe requisito objetivo essencial de admissibilidade e por considerá-lo meramente protelatório. Determino, como consequência, a imediata certificação do trânsito em julgado quanto a essas condenações e o início da execução do acórdão condenatório", diz trecho do despacho do presidente do Supremo. 

O advogado Alberto Toron, que defende o petista, afirmou que ele se apresentará nas próximas horas. Em seguida, João Paulo fará exames no Instituto de Medicina Legal (IML) e deverá ser levado para o Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal. O petista foi condenado a nove anos e quatro meses de prisão em regime fechado pelos crimes de lavagem de dinheiro, peculato e corrupção passiva, mas ainda recorre da condenação de lavagem por meio dos chamados embargos infringentes. Ele teve cinco votos favoráveis, um a mais do que o mínimo necessário para apresentar o recurso.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

E a esquerda se prepara para dividir, ainda mais, a frágil oposição.

Os socialistas Eduardo Campos e Marina decidem tentar a Presidência da República. Sabem que não tem condições mas terão os votos dos incautos para ajudar o PT a permanecer no poder. Tudo devidamente sob a aquiescência de Lula.

Dilma confessa: " Não há espaço para a verdade no meu governo!"

video

A Ferrovia Norte-Sul do Brasil Maravilha e a estrada de ferro que se arrasta no país real.

Monumento à gastança e à incompetência

BRANCA NUNES
“O setor ferroviário brasileiro está em boa fase”, garante a repórter da TV PAC, no vídeo publicado em abril de 2012. “Entre os projeto de expansão está a Ferrovia Norte-Sul, onde o PAC 2 financiou mais de 3 bilhões de reais no trecho entre Palmas e Anápolis. 98% das obras já estão concluídas”.
Depois de mostrar os avanços da obra ─ “Pensada pela primeira vez em 1927 como uma grande espinha dorsal cruzando o país de norte a sul”, festeja Josias Cavalcanti, diretor de planejamento da Valec, empresa ligada ao Ministério dos Transportes ─, a jornalista entrevista um dos beneficiados pelo projeto: “Quem já está se preparando para a chegada da ferrovia é esse pequeno produtor do estado do Tocantins”, diz a repórter ao apresentar o vaqueiro Ademir dos Santos.
Ademir embarca no otimismo com o olhar do sertanejo que, a cada eleição, acredita na promessa de que aquela será a última das tantas secas que o atormentaram. “É muito bom a chegada da ferrovia aqui na nossa região. Vai valorizar muita coisa, vai ter muita economia”, sonha. “Muitas pessoas deixavam de plantar porque o frete hoje está muito alto. Aqui falta oportunidade de transporte e agora vai ter”.
Quem viu a fantasia da TV PAC deve ter acreditado que a obra estava a um passo da inauguração.
Um ano depois, a reportagem do Fantástico confirmou que o Brasil real continua muito longe do Brasil Maravilha. “Os 700 quilômetros entre Anápolis, em Goiás, e Palmas, no Tocantins, ainda não podem ser chamados de ferrovia”,constatou a jornalista Sônia Bridi  (veja o vídeo abaixo). “O país gastou 5,1 bilhões de reais e, depois de duas décadas, continua esperando pelo trem. 


Ficaram tantos problemas acumulados que o Brasil ainda vai precisar gastar 400 milhões de reais”.
Os pareceres do Tribunal de Contas da União atestam que, além de superfaturada, o que o Lula do século passado chamava de Ferrovia do Sarney  é um monumento à inépcia. Entre os problemas listados figuram taludes que se desmancham, curvas fechadas demais (que obrigam o trem a reduzir a velocidade para não descarrilar), trilhos que não foram soldados e outras provas incontestáveis de incompetência. A inexistência de pátios de manobra, por exemplo, impossibilita o carregamento ou o descarregamento e impede a passagem de outro trem em sentido contrário. Pior ainda: como o aço dos trilhos comprados na China não tem a dureza necessária, é preciso diminuir a carga transportada.
O ritmo exasperante das obras da Norte-Sul contrasta com a alta velocidade do enriquecimento de José Francisco das Neves, o Juquinha, presidente da Valec até ser preso em julho de 2012. Enquanto comandou a empresa, seu patrimônio saltou de R$ 500 mil para R$ 60 milhões. A anulação das escutas telefônicas que mostram a procissão de ladroagens livrou Juquinha da cadeia. Enquanto o processo judicial se arrasta tão vagarosamente quanto a ferrovia, ele gasta em liberdade o que embolsou.
Na contramão do ex-presidente da Valec, comerciantes como Osmar Albertine, diretor de uma empresa de farelo de grãos nas proximidades da Norte-Sul, não param de desembolsar dinheiro. “Essa promessa era para 2008, mas continua só no leito, nem mesmo os trilhos estão aí”, conta Osmar. 
“Com a ferrovia, haveria a economia de 4 mil quilômetros de transporte marítimo para exportamos para a Europa. É o custo Brasil”.
O Ministério dos Transportes segue a partitura do coro dos contentes. “A reportagem não aborda os benefícios já gerados pelos trechos em operação da Ferrovia Norte-Sul e omite parte de sua história”, protesta o ministro César Borges, disfarçado de nota da assessoria de imprensa. “Os 10% restantes de obras, entre o trecho entre Palmas e Anápolis, serão realizados até o final de 2013 e o segmento entrará em operação em 2014″ . promete. “A conclusão das obras no trecho Anápolis/Estrela d’Oeste será em julho de 2014″.
Se um dia ficar pronta, a ferrovia em construção desde 1987, no mandato de José Sarney, será uma espécie de memorial do Brasil Maravilha sobre trilhos: demorou o dobro do tempo para sair do papel, custou mais do que o triplo e, inaugurada no século 21, terá a cara de estrada de ferro dos tempos em que os vagões eram puxados pela maria-fumaça.

Resposta às agressões de Marilena Chauí.

Quando você for ao exterior...

             Quando você viajar ao exterior ou encontrar alguém que queira saber algo a respeito do Brasil, conte um pouco sobre as leis brasileiras ao seu amigo estrangeiro, seja norte-americano, europeu, asiático ou até mesmo argentino. Veja se você consegue que ele entenda o que você explica assim:
- Se você for com sua esposa, seus filhos, noras, genros, netos, almoçar fora no domingo e tomar 1 ou 2 chopps, ou 1 ou 2 copos de cerveja no almoço e for parado numa blitz, você paga uma multa de R$ 1.960,00, tem a carteira cassada por um ano, o carro apreendido.
- Se você comer 1, 2 ou 3 bombons de licor, tomar xarope para a tosse ou tomar alguns comprimidos de homeopatia e for parado numa blitz, você paga uma multa de R$ 1.960,00, tem a carteira cassada por um ano, o carro apreendido. Se tem dúvidas tome conhecimento da lei que estabeleceu estas punições.
- Se você fumar maconha, fumar crack, cheirar cocaína, tomar comprimidos de excstazy, tomar injeção de heroína ou ópio e for parado numa blitz, nada vai acontecer.
- Se você roubar, assaltar, estuprar, atropelar e até matar alguém, com um bom advogado, o máximo que vai acontecer é você esperar o julgamento em liberdade e se for condenado como réu primário, ir para o regime semi-aberto. E se tiver bom comportamento só vai cumprir um terço da pena.
- Já se você roubar milhões de reais do povo ou dos cofres públicos, várias coisas podem acontecer: vai se eleger deputado ou senador, vai passar 15 dias num resort na Bahia em companhia da amante, vai ser eleito presidente do Senado, vai ser nomeado ministro ou presidente de uma agência controladora.
- E mais um detalhe: se você tiver menos de 18 anos completos, aí você pode beber e dirigir como quiser, roubar, assaltar, estuprar e matar à vontade (quantas pessoas quiser, é verdade mesmo, acredite!) que não tem problema algum. Você só pode ser "apreendido" porque é criança e pega no máximo 3 anos.
- Agora o melhor de tudo: se você tem uma arma em casa, comprada regularmente depois de passar por todas as dificuldades da compra, com todos os atestados, testes e documentos apresentados e tiver a infelicidade de atirar em um bandido que entrou na sua casa para roubar o que é seu, será preso por tentativa de homicídio e terá que pagar indenização ao bandido por danos físicos e morais.
- Pior ainda se o bandido for menor. Aí você está lascado mesmo. E se por acaso ele estiver desarmado, aí é caso de tentativa de homicídio qualificado, sem possibilidade de defesa da vítima.
- Portanto cuidado: se um bandido entrar na sua casa, antes de atirar pergunte o que ele deseja, pergunte se ele está armado e pergunte se ele é menor. Agora, se ele te matar e for preso, vai receber R$ 922,00 por filhos/mês.
- Depois dessas explicações, veja a cara do seu amigo estrangeiro. Ele vai estar pensando que você é gozador, mentiroso ou ignorante mesmo. Mas, afinal, você é brasileiro mesmo...
- Ele só vai te chamar de mentiroso mesmo se você disser que precisa trabalhar 5 meses e 8 dias de um ano para pagar seus impostos!
- Talvez comece a achar você louco e seu país um hospício, se Vc. disser que dois políticos condenados pela mais alta corte do pais, e sem direito a recorrer, estão como deputados na Câmara Federal, presidente do Senado e diga mais, que eles são membros da (CCJ) Comissão de Constituição e Justiça!!?

domingo, 5 de janeiro de 2014

O velho complexo de vira lata e a política nacional.

Muita gente que tem complexo de inferioridade criticam FHC por qualquer coisa. Alguns acham até que ele não se liga porque se acha acima do bem e do mal.
Decerto não conhece a obra que FHC construiu para o Brasil, ao montar uma equipe forte, inteligente e criativa para gerir o país e proporcionar estabilidade política e econômica.
Todos os chamados "cobrões da República" tentaram, mas só a equipe de FHC, a partir do Governo Itamar Franco, conseguiu.
O certo é que um estadista não pode entrar em embates sem importância.
Quem lutou pelas diretas já. Quem sentiu o peso do Regime Militar mas não o combateu com covardia e espírito de vingança.

Quem abriu o país para o mundo como potência emergente e criou políticas públicas e sociais perenes, não pode se meter em debates políticos não produtivos.
Estamos vivendo um momento de desgaste político do PT. O PT mantém um discurso antigo e bate nas mesmas pessoas a 20 anos...
É hora do brasileiro ter vergonha e deixar de valorizar um grupo político que a única coisa que fez foi ampliar o sistema de distribuição gratuita de dinheiro público.
Se por um lado distribui migalhas para os pobres, por outro lava dinheiro em Cuba, na África, distribui dinheiro com empreiteiros amigos e enriquece seus dirigentes e mentores.
Imaginem se FHC tivesse 1% da fortuna do Lula?
Imaginem se Aécio tivesse enriquecido em 8 anos de Governo em Minas?
O PT estaria solto em seu discurso.
Mas o discurso petista está sendo repetitivo. E só os incautos, os bobos, e os petralhas dão valor as tais baboseiras.

Apenas mais uma mentira do petê.

Brasil comprou mais de US$ 20 bilhões de petróleo no ano passado

Ainda ecoam no governo as bravatas do ex-presidente Lula, mãos sujas de óleo, anunciando a sonhada conquista da auto-suficiência do petróleo. O factoide foi novamente desmascarado e de maneira contundente esta semana, quando resultaram abertas as contas da balança comercial de 2013, a de pior resultado desde 1993, quando elas começaram a ser tabuladas.
. No ano passado, o Brasil fechou com superávit raquítico de US$ 2,56 bilhões, ainda assim porque "exportações" de mentirinha de plataformas de petróleo somaram US$ 7,7 bilhões.
. A pior conta foi a de petróleo e derivados:
- O déficit registrado na balança comercial entre a compra e venda de petróleo e derivados chegou a US$ 20,2 bilhões - quase quatro vezes maior do que o déficit de 2012.
. Ou seja, o Brasil gastou mais do que US$ 20 bilhões com a importação de petróleo.
. A prometida auto-suficiência foi jogada para as calendas gregas, para o dia em que o petróleo estiver jorrando a pleno no Pré-Sal. 
* Via facebook

Para acalmar os “nervosinhos”, só há uma coisa a ser feita…

 
Por Rodrigo Constantino

O governo Dilma rasgou o último pilar do tripé macroeconômico que herdou. A meta de superávit fiscal foi para o “beleléu”. Era uma meta móvel, reduzida sob medida ao decorrer do ano para ser batida. Ainda assim, não seria possível, pois o governo só aumenta gastos e a receita não acompanhava, pois a economia quase não cresce. A saída foi apelar para malabarismos primários, já uma constante da equipe de Guido Mantega. 

As receitas extraordinárias obtidas com a venda de Libra e o Refis ajudaram o governo a ficar dentro da meta, já devidamente reduzida. O governo até antecipou a divulgação dos dados, segundo o ministro Mantega para acalmar os “nervosinhos” por aí. Será que o ministro acha que aqueles que estão nervosos, justamente porque sabem fazer contas e não são facilmente enganados por truques infantis, iam cair nessa? 

Haja amadorismo! Receitas extraordinárias e atípicas possuem essa definição porque não ocorrem com freqüência regular, não se repetem. Que tipo de credor contaria com uma renda extra esporádica como algo certo e garantido para a frente? Será que Mantega e Dilma acham que o “mercado” é tão trouxa e só olha para o número final, e pronto? Mais assustador do que os malabarismos toscos é o fato de o governo realmente acreditar que os investidores são tão idiotas assim. 

Após avisar que antecipou os dados extraordinários para acalmar os “nervosinhos”, o ministro Mantega resolveu cobrar explicações da GM sobre demissões. Pouco mais de mil funcionários, quase todos da linha de produção do Classic, que não é mais produzido naquela fábrica, já sabiam que seriam dispensados, pois era parte do acordo. 

Mas Mantega tinha dito que iria conversar com a GM, pois a empresa não poderia demitir. Como assim? Chegamos, na cabeça do ministro, a este ponto de socialismo, em que não são mais as próprias empresas que decidem sobre contratação e demissão, mas sim o governo? Vivemos sob o nacional-socialismo agora, onde as empresas mantêm a propriedade privada só nas aparências, mas quem controla tudo são os agentes do estado? 

São comentários absurdos como esse, que o ministro Mantega e sua equipe fazem rotineiramente, que deixam todos os investidores “nervosinhos”. É que a estupidez econômica do governo costuma enervar mesmo aqueles que tomam decisões de investimento, pois são diretamente afetados por ela. Vide Argentina ou Venezuela. 

Se Mantega e sua chefe Dilma efetivamente querem acalmar os “nervosinhos” e atrair mais investimentos para o país, só há uma coisa a ser feita: renunciarem aos seus respectivos cargos, pedirem para sair! 

"Maus médicos" cubanos põe brasileiros em perigo.



"Fui abordado PELA PACIENTE quando desesperada saiu do consultório do ‘mau medico’ munida de sua prescrição. A prescrição entre outras continha as 90 U de Regular pela manhã, (CLICK) então sem a desculpa esfarrapada usada na Bahia, que certamente teria as consequências mais nefastas caso ela houvesse feito e fosse ignorante o suficiente para seguir. Felizmente não era, felizmente tinha comigo um bom Rapport e me solicitando fui felizmente obrigado a corrigir. 
Como outros erros e situações atípicas continuaram a se repetir embora em situações algo menos agudamente graves, mas potencialmente igualmente a longo prazo, e como por força das circunstâncias eu fui obrigado a ‘informar’, claro por escrito e guardando cópias à secretária, o ‘mau médico’ acabou sendo afastado. Seria submetido a mais um longo período de duas semanas de capacitação. Desnecessário dizer o quanto detesto e acho ridícula esta palavra que descreve na melhor das hipóteses políticas medíocres e hipócritas que nunca se sabe ao certo quanto são oriundas da mais perversa vontade de se fingir que faz ou de expor ao mundo a sua mais completa ignorância. 
De qualquer forma após tal período ele seria avaliado e poderia ser reprovado ou poderia ser re-integrado ao sistema. Isto é, em meu entender, receber ‘licença para matar’. 
Ouvi dizer que estará de volta em breve. 
De resto as imagens eu creio falam por si mesmas. 
Note-se que o autor é o ‘mau médico’ esta lá o registro PMM antes do CRM, mas há ai mais uma ironia. O PMM CRM PR não é dele, para complicar tudo. É de outra ‘mau médica’. Sim confira quem desejar. Isto também foi comunicado. Havia incompatibilidade entre o nome do autor da prescrição, um Mexicano, não Cubano, note-se o PMM CRM PR. Não sei as razões disto, mas parece que ele tinha já um registro junto ao CRM PR de PMM. Aliás ‘cirurgião’, parece que todos os PMM são cirurgiões. Temamos.”
* Via facebook