sábado, 22 de fevereiro de 2014

Baderneiros ocupam o centro de São Paulo e depredam o patrimônio público e privado.

Sob o pretexto de protestar contra a realização da Copa do Mundo, no Brasil, manifestantes ocuparam o centro de São Paulo.
Entre eles, centenas de baderneiros mascarados, portando paus e pedras, depredaram o patrimônio público e privado sobretudo lojas e bancos, que tiveram suas portas de vidros quebradas ou rachadas.
Os baderneiros agiam sempre em grupos e eram acompanhados de fotógrafos e pessoas que se diziam repórteres mas apenas seguiam e se integravam aos grupos de baderneiros.

Guerrilheiros cubanos ajudam Maduro a atacar manifestantes na Venezuela.










“Não se sabe com certeza quantos já morreram nas manifestações na Venezuela. Fala-se em mais de 20, mas, certamente, pela informação que tivemos, muita gente já perdeu a vida nas manifestações violentas nas ruas daquele país. Ainda mais depois da chegada, em Caracas, de aviões carregados de cubanos. A milícia cubana veste o uniforme do Exército venezuelano e vai para as ruas. Esta é a informação que vem da Venezuela: cubanos que vestem o uniforme do Exército venezuelano para o enfrentamento nas ruas do país. É muito grave o que acontece nestes dias na Venezuela”. A afirmação foi feita pelo senador Alvaro Dias, ao citar, no Plenário, mensagens e cartas que recebeu de venezuelanos e brasileiros que moram naquele país, e que relatam a crise vivida na Venezuela.
A informação sobre a presença de soldados cubanos na Venezuela, recebida pelo senador, é confirmada em vídeos e relatos que circulam nos últimos dias nas redes sociais. Em um dos vídeos, o periodista cubano Uberto Mario afirma que as tropas de elite de Cuba, as “Avispas Negras”, se deslocaram de forma camuflada para a Venezuela, e já estariam tomando posições estratégicas para combater as marchas opositoras a Nicolás Maduro. Os Avistas Negras foram chamados para se infiltrar em meio aos manifestantes com objetivo de os atacar e ajudar a dispersar os protestos.

Venezuela faz vítimas os estudantes que clamam por democracia.

EMBAIXADOR AMERICANO DENUNCIA QUE TERROR DO HEZBOLLAH AJUDA A DITADURA DA VENEZUELA NA BRUTAL REPRESSÃO CONTRA OS ESTUDANTES.
O ex-embaixador dos Estados Unidos junto à OEA, Roger Noriega, expert em assuntos latino-americanos, fala sobre as suspeitas de que o grupo terrorista islâmico Hezbollah está operando na Venezuela em apoio à repressão desencadeada pela ditadura comunista de Nicolás Maduro desde que a maioria do povo venezuelano está nas ruas pedindo o fim do castro-chavismo que domina o país.
Vale lembrar também que em 2011, o site Mídia Sem Máscara publicou artigo traduzido pela jornalista Graça Salgueiro, revelando as articulações do terror do Hezbollá na Venezuela e suas conexões também como o Brasil e toda a América Latina.
O artigo do diplomata americano acaba de ser postado no site InterAmerican Security Watch e também pode ser lido no original em inglês no siteAEIdeas - The public policy blog of the American Enterprise Institute.
Neste artigo Noriega revela que "um homem a quem o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos aponta como um operativo da organização terrorista Hezbollah, aparentemente se transferiu da Síria para a Venezuela nos últimos dias em apoio à violenta repressão do governo venezuelano contra os manifestantes estudantis. 
Ghai Atef Nassereddine foi listado pelo governo americano em 2008 por proporcionar apoio logístico e financeiro ao Hezbolá.
Noriega, afirma em seu artigo que 'duas testemunhas também me revelaram que Nassereddine foi chave para obter a aprovação de Nicolás Maduro no estabelecimento de esquemas de lavagem de dinheiro do Hezbolá por meio de entidades venezuelanas.
Um plano implicava a transferência de petróleo sírio por meio de uma refinaria operada pela Venezuela no Caribe para evadir divisas internacionais. Esses convênios tem outorgado enormes benefícios para os representantes corruptos do regime de Maduro e Hezbolá.
Mas não é só isso. Familiares desse terrorista já emigraram nos tempos de Chávez para a Venezuela, segundo revela Roger Noriega. Um dos irmãos de Nassereddine participa de um "círculo bolivariano".
Recomendo que leiam o artigo do embaixador Roger Noriega. Embora esteja em espanhol com link ao final para a leitura em inglês, dá perfeitamente para compreender o texto mesmo aqueles leitores que conheçam pouco o espanhol.


Censura e morte na Venezuela. Enquanto isso a imprensa brasileira cala por conivência e por dinheiro.

Após Nicolás Maduro ameaçar tirar a rede do ar, o canal em espanhol da emissora informou que o governo retirou as permissões de trabalho.

A censura venezuelana, sob às ordens do ditador doidivanas Madura está cada vez pior. Depois da ameaça que ele fez  cortar o sinal da CNN na Venezuela, a rede de televisão americana informou nesta sexta-feira que os vistos de trabalho de seus funcionários foram anulados pelo Ministério de Comunicação e Informação. 
A CNN, que mantém um canal em espanhol no país, afirmou que o governo chavista retirou a permissão de trabalho da correspondente Osmary Hernández, da apresentadora Patricia Janiot e de sua produtora, e do repórter Rafael Romo.
Enquanto isso a maioria da imprensa brasileira, cala-se, por conivência e por dinheiro.

Porque hoje é Sábado, uma bela mulher.

A bela atriz Vanessa Gerbelli

Mulheres não votam em Dilma.

Mulheres que tem vergonha e amor próprio não votam em Dilma.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Senadores à favor da impunidade dos bandidos de menores de 18 anos.

Senadores acima são a favor da impunidade dos menores de 18 anos que matam, estupram, assaltam, roubam e traficam drogas.

O desabafo de uma venezuelana: como é viver no socialismo.


Os venezuelanos continuam sendo atacados incessantemente  pela força nacional e tropa cubana, p/ ar e terra, inclusive em suas residências.  Em algumas cidades, o comunista Maduro mandou cortar o abastecimento de água e luz.

"Eles dizem que os manifestantes são fascistas. Nossos filhos querem FUTURO. É injusto que o meu sobrinho esteja entubado agora por causa de sanguinários que saíram para caçar carne. Queremos justiça, justiça. Não temos mais justiça. Quem manda, ordena, e todos ficam impunes e calados. Chega de mentirosos. 
Chega de FASCISTAS! O povo não é fascista, somos VENEZUELANOS que SOFREM por tudo que estão passando nesse país que nos deu a vida. Agora dizem que há guerra civil. Aqui não há NENHUMA GUERRA CIVIL, porque aqui se COMBATEM AS IDEIAS COM BALAS. Os jovens estão lutando neste país todos os dias, apesar dos assaltantes, que invadem seus lares e os roubam. Somos artistas, atores agora? Já estamos CANSADOS, CANSADOS e CANSADOS.
NOS ENTENDAM!!! Sim, sou opositora, não sou OLIGARCA, nem anéis nas mãos eu tenho!!! RESPEITEM ESTE POVO QUE ESTÁ CANSADO! Entendam a DOR e o SOFRIMENTO, TODOS OS DIAS!!! TODOS OS DIAS!!!"

*Povo Brasileiro, via Facebook

Com petralhas no comando, seremos uma nova Venezuela, amanhã!


Você brasileiro do bem concorda com isso? Acorda Brasil, estamos numa situação pior do que da nossa irmã Venezuela com os Petralhas no comando! 
Em quem confiar? 
Justiça Brasileira omissa, cega e surda? Oportunista? 
Sejamos brasileiros e defendemos nossas famílias e todos! Agora é a hora! 2014 o ano das verdades e das revelações! 
Ou estamos juntos e unidos OU estamos pensando em nosso proprio bem-estar egoisticamente! 
MADURO ATERRORIZANDO E MATANDO O POVO VENEZUELANO E AQUI A DILMA DESVIANDO RECURSOS DOS NOSSOS IMPOSTOS PARA FINANCIAR O MASSACRE COMUNISTA NO PAIS VIZINHO...

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Barbárie bolivariana.



Leopoldo Lopez, preso por Maduro sem explicações, apenas por liderar a oposição.
Por Nilson Borges Filho (*) 

No Blog do Aluizio Amorim

Nicolás Maduro é um tosco. Na verdade, um estúpido. Chegou à presidência da Venezuela pelas mãos de Hugo Chávez, um coronel-engenheiro que dirigiu o país com mão de ferro, sob à tutela das Forças Armadas e de uma guarda pretoriana formada por militares cubanos. Diz que vez ou outra gosta de dormir ao lado da tumba de Chávez. O caudilho, que morreu vitimado por câncer, já apareceu para o atual presidente venezuelano na figura de um pássaro, segundo garante o tiranete. 

Maduro tem o carisma de um pregador de roupa e se sustenta no cargo pelo aparato repressivo que circula em seu entorno, desde militares corruptos, passando por milícias à soldo dos petrodólares e até as gangues do narcotráfico, financiadas pelas FARCS. 


Analistas econômicos confirmam que a Venezuela está quebrada, que o setor produtivo – o pouco que não foi estatizado – rasteja procurando de alguma oportunidade de negócio. E, para horror da população falta de tudo nas gôndolas dos supermercados: da carne aos itens de higiene. 


A mídia independente desapareceu do país. Empresários da comunicação social foram perseguidos e suas emissoras foram estatizadas. Quando não, foram transferidas para grupos ligados ao chavismo que se prestam a servir de porta-vozes da idiotia bolivariana, que não passa de um socialismo tosco e boçal. O lupemproletariado se abastece das migalhas que o regime oferece e se comporta como massa de manobra do chavismo. 



Os militares de alta patente enriquecem com o dinheiro da corrupção e das negociatas com grupos estrangeiros interessados no petróleo venezuelano. A baixa patente tem tido sucessivos aumentos, como forma de domesticar os quartéis. O judiciário é um arremedo de justiça, que se submete às ordens dos donos do poder. 



A oposição está esfacelada, com os seus principais líderes na prisão ou na clandestinidade. Capriles, candidato oposicionista derrotado no último pleito presidencial, perdeu espaço para Leopoldo López, um jovem político, que surge agora como a principal liderança das manifestações de rua em Caracas. 
López, com voz de prisão decretada por Maduro, num lance de audácia permitiu, ao lado da mulher e dos manifestantes, ser levado pelas tropas chavistas para um presídio nos arredores da capital da Venezuela. Antes, porém pediu que as manifestações continuassem com todas as forças que desejam a volta da Estado de direito e da democracia. 



A violência policial já fez os seus mártires e existe a possibilidade de que o poder possa cair nas ruas, sem o mínimo controle do regime sobre as ações clandestinas das milícias cubanas e das gangues do narcotráfico. 



O presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, um militar oportunista e corrupto, que compartilha o poder com o seu inimigo Nicolás Maduro, acredita que pode surgir como o fiel da balança num governo de transição. É bem provável, no entanto, que caia junto com Maduro et caterva. 



Há uma inquietação no cenário internacional com as crises na Ucrânia e na Venezuela. No lado de lá o problema é do presidente russo Vladimir Putin. No lado de cá, o problema é latino-americano, mas com o olhar fixo dos falcões norte-americanos. 


(*) Nilson Borges Filho é mestre, doutor e pós-doutor em direito e colaborador deste blog.

Eduardo Azeredo evita o teatro petista, em ano de eleição.

EDUARDO AZEREDO EVITA O "TEATRO" PETISTA SOB OS AUSPÍCIOS DO PT E RENUNCIA AO MANDATO.
Segundo ele, provará sua inocência. Mas, ao contrário do que aconteceu com os mensaleiros, ele já foi julgado "equivocadamente"  pelo Ministério Público, pelos comunistas petistas e por alguns Ministros do STF que fizeram alusão a ação penal contra Azeredo, durante o julgamento do mensalão do PT, sem nenhum cabimento legal e/ou necessidade...

Os Que Estão nas Ruas na Venezuela Querem é Democracia; os black blocs no Brasil são é bandidos.

Assim, comparar os protestos que ocorrem lá com os que ocorrem aqui, como querem fazer alguns, é uma tremenda bobagem. Os critérios com que se avaliam as lutas contra uma ditadura não podem servir de baliza para manifestações de descontentamento num regime democrático. De resto, os estudantes venezuelanos promovem protestos realmente pacíficos e saíram às ruas neste domingo justamente para repudiar a violência, obra de delinquentes a serviço do governo.
Um lamento adicional é saber que, desrespeitando o protocolo do Mercosul — que não aceita governos ditatoriais —, Dilma Rousseff e Cristina Kirchner, presidente da Argentina, promoveram a entrada da Venezuela no bloco. O Brasil decidiu ser sócio de um governo que censura a imprensa, prende opositores e mata seu próprio povo.
Por Reinaldo Azevedo

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

CAS do Senado vota projeto de Aécio sobre Bolsa Família.

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado tem tudo para ser o próxima trincheira de oposição e base aliada. 
O segundo item da reunião de hoje, às 9 horas, é assinado por Aécio Neves e altera as regras de pagamento do Bolsa Família.
A tomar pela gritaria ouvida na ocasião em que o projeto foi apresentado, no final do ano passado, a turma governista vai entrar com tudo para impedir eventuais retoques na principal bandeira petista. 
O texto obriga o Executivo a continuar pagando o benefício por seis meses a usuários que em determinado momento consigam incrementar a renda da família acima do piso do programa – 140 reais per capta.
A ideia, de acordo com Aécio, é impedir que o Bolsa Família desestimule os trabalhadores de baixa renda a entrar no mercado por medo de perderem o auxílio do governo.
(Radar Online-Veja)
COMENTO: Com apoio da base alugada, os comunistas atrapalharam e conseguiram adiar a análise do projeto que acrescenta à LOAS o programa bolsa família, tornando-o perene e sob a égide na necessidade social, segundo a LEI Nº 8.742, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1993.

Funcionário da embaixada dos Estados Unidos é assassinado por milícia socialista-bolivariana na Venezuela.

Maduro, um ditador doidivanas manda milícia socialista-bolivariana assassinar quem ele julga adversário
Um funcionário do departamento de segurança da Embaixada dos Estados Unidos em Caracas foi assassinado por homens armados na localidade de El Junquito, 20 quilómetros a sul da capital da Venezuela.
Segundo o diário Últimas Notícias, Miguel Ángel Cartaya Borges (39 anos), ex-funcionário da Polícia Nacional Bolivariana, saiu de casa pelas 04.30 horas locais de terça-feira(9 horas em Portugal continental) na urbanização Araguaney daquela localidade, para cumprir mais uma jornada de trabalho.
Pouco depois foi intercetado por homens armados que tentavam assaltar uma residência. Os assaltantes dispararam contra o funcionário da Embaixada, que se lançou por uma ribanceira onde foi encontrado morto.
No domingo a Venezuela declarou "persona non grata" e expulsou três diplomatas norte-americanos, acusados de ingerência nos protestos estudantis que se registam desde há seis dias no país, intimando-os a abandonar o país em 48 horas.
"Que vão conspirar em Washington!", disse o Presidente venezuelano, Nicolás Maduro.
Em Washington, uma porta-voz do Departamento de Estado reagiu e considerou serem "falsas e sem fundamento" as acusações de Caracas.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

A barbárie é esta na Venezuela. E o PT corrobora e patrocina com seu apoio explícito.

Soldados fuzilam um estudante desarmado, sem condições de reação. Notem que ele não porta armas, paus, pedras, nada que possa ferir alguém.
Apenas participa de uma passeata que reivindica paz social, fim da censura, empregos, democracia e, pasmem, comida...
Foi morto sumariamente, para exemplar os demais...Uma barbárie.
Um país que é um dos maiores produtores de petróleo do planeta, que poderia ser um dos mais ricos do mundo, está à beira do caos econômico e já chegou ao caos social.
Seria cômico não fosse trágico: Falta até papel higiênico na Venezuela.
O que Nicolás Maduro quer é manter-se no poder como um ditador incontestável. Quer ser obedecido, adorado, e agir como um imperador.
É a síndrome de Lula, que Chávez até foi acometido por um tempo, mas o câncer salvou, pelo menos por algum tempo, a já combalida Venezuela.
Agora Maduro, seu herdeiro, segura o bastão e, para exercer sua força de "imperador" compra as forças de repressão cubanas com petróleo e, assim, mata seu povo, até agora, impunemente.

É hora de intervir.


HÁ UM SADDAN HUSSEIN NA VENEZUELA
A frieza com ele manda matar, destruir, humilhar e desmoralizar a própria sociedade se seu país, indica que se trata de um homem sem alma.
Um ser de má índole. Ele tornou-se um ser nocivo à humanidade, principalmente, para seu povo.
Ao usar gases letais, bombas e balas reais rechaçando um protesto de paz, simplesmente porque ele se espalhou por todo país, graças a adesão de estudantes e famílias inteiras, ele prova ser uma pessoa insana ou dotado da maldade dos serial killers.
Ele só pensa em ser um grande líder comunista na América Latina, um novo Fidel Castro, como se em nossos tempos, justificasse o surgimento de um ser tão abjeto.
Os Estados Unidos que tem um contrato de fornecimento de petróleo com a Venezuela, e sabe que a Venezuela se encontra em plena Guerra Civil ,não honrará contratos e tem declarado ódio ao povo americano.
É hora de os Norte Americanos intervirem para assegurar seus interesses e a paz em território Venezuelano.
Neste momento, soldados estrangeiros, agentes cubanos a serviço do mal, fuzilam sem piedade, matando e ferindo estudantes e pais de família, estupram e desmoralizam famílias inteiras, desarmadas por lei, assim como já fizeram no Brasil.
O povo americano que ainda está na Venezuela corre risco de vida.
A invasão e intervenção dos Estados Unidos se faz necessária.
Os cubanos, sob as ordens dos Castro e Maduro, estão destruindo um país!
Maduro, guardando as devidas proporções, tem sido muito pior para seu povo que o próprio Saddan Hussein.

Coautores da barbárie na Venezuela.

Clique na imagem para ampliar

Junta médica da Câmara nega pedido de aposentadoria por invalidez de Genoino.

Como todo bom petista, Genoíno tenta levar vantagem "na maciota" e procura se aposentar por invalidez, em razão de uma hipertensão crônica. De doente não tem nada. É um mentiroso. Hipertensão crônica se trata e dá para se viver com cautelas, mas com um bom aproveitamento de algumas coisas boas da visa.
A junta médica da Câmara dos Deputados expediu novo parecer negando pedido de aposentadoria por invalidez ao ex-deputado José Genoino (PT-SP), um dos condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão. 
No documento, entregue na última sexta-feira (14), os médicos afirmam que Genoíno, que tem pressão alta, não é portador de cardiopatia grave e, portanto, não teria direito a aposentadoria integral.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

O que ganhamos com o dinheiro que o governo "deu" à Cuba?

E aí Dona Dilma? Que tal investir no povo carente brasileiro?
Saiba que este dinheiro ( dos nossos impostos ) que a senhora "deu" à Cuba 
(quase dois Bilhões de Reais ) daria para construir milhares de escolas nas zonas rurais do Brasil?
Que daria para construir milhares de postos de saúde em todo país?
Centenas de Hospitais de pequeno porte?
Dezenas de Hospitais de grande porte?
Porque a senhora não investiu aqui? 
O que nós brasileiros ganharemos com dinheiro dado à Cuba?

Enquanto isso no Brasil do PT.


video
Mãe desesperada implora atendimento ao filho doente em um hospital público. Isto é em Santa Catarina...imaginem no longínguo  (para os políticos ) e pobre Nordeste brasileiro. 

Pressões, incompreensões e especulações fazem Joaquim Barbosa se manifestar.

Um dos grandes de exemplos como pessoa, como Juiz e como representante da ainda chamada "minoria negra", o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) declarou que, definitivamente, não será candidato a presidente nas eleições de 2014.
Joaquim Barbosa divulgou nota ontem, sábado, 14, na qual afirma ainda que não pretende ficar na Suprema Corte até os 70 anos de idade ( hoje tem 59 anos de idade) quando seria aposentado compulsoriamente.
Eis alguns dos trechos da Nota emitida por Barbosa:
"O Presidente do Supremo Tribunal (STF), Ministro Joaquim Barbosa, ratifica que não é candidato a presidente nas eleições de 2014", diz o trecho inicial da nota. "Com relação a uma possível renúncia ao cargo que hoje ocupa, o Ministro já manifestou diversas vezes seu desejo de não permanecer no Supremo até a idade de 70 anos, quando teria que se aposentar compulsoriamente. No entanto, não existe nenhuma definição com relação ao momento de sua saída.
Joaquim Barbosa, é fruto de uma grande contradição brasileira. Enquanto ele age com inteligência, sabedoria, presteza e respeito incondicional à Lei, quem o indicou desrespeita a lei ( principalmente a lei eleitoral ) e despreza aos princípios básicos que conceitua o bom caráter, relegando a verdade e fazendo de seu discurso político um teatro de quinta categoria.
Lamentavelmente Joaquim Barbosa é uma pessoa diferenciada como operador do direito. Todos gostaríamos que todos os seus colegas, mesmo com as divergências naturais que nos traz a difícil "arte" de interpretar a lei, se espelhassem nele na simplicidade, na objetividade, no respeito a verdade dos fatos e na obediência, imprescindível, à Lei.

Venezuela às portas da Guerra Civil.


Estudante Venezuelano vítima da polícia de Madúro
- População desarmada (o que nos lembra isso aqui no Brasil?);
- Sem polícia militar (o que nos lembra isso aqui no Brasil?);

- Sem judiciário para intervir constitucionalmente (o que nos lembra isso aqui no Brasil?);

- Imprensa censura (o que nos lembra isso aqui no Brasil?);

- Mais de 30.000 "médicos' cubanos em território venezuelano (o que nos lembra isso aqui no Brasil?);
- Sem comida, sem direitos, estudantes sendo presos e torturados, etc.
Chavistas queimam escombros em chacao e atacam fachada do Banco da Venezuela para culpar estudantes.
América LatRina entupida com tanta sujeira despejada por líderes cubanos, venezuelanos, brasileiros etc. O último que sair dê a descarga! ( )