sexta-feira, 21 de julho de 2017

Por que a morte de policiais comove tão pouco os grupos de direitos humanos e a grande imprensa?

Morte de mais um policial em serviço. A maioria da imprensa brasileira ( comunista ) cala-se junto com os organismos de Direitos Humanos( hipócritas ).  Foto internet - Google.

Existe uma verdadeira caça a policiais no Brasil. Quem conhece a realidade, sabe que a farda de um policial militar nunca é posta para secar num varal. Motivo: isso denunciaria a presença de um policial naquela residência, colocando sua vida e de sua família em risco. Também é de conhecimento geral que diversos policiais só vestem sua farda longe de suas casas pelo mesmo motivo. São vários os exemplos desse tipo de comportamento que denota o óbvio: o policial no Brasil está sendo caçado pelos bandidos.

Apenas nesse ano, no Rio de Janeiro, já foram 89 policiais militares ASSASSINADOS. Esse número impressiona a população, causa medo nas famílias de policiais, mas por incrível que pareça parece não despertar maiores simpatias nos grupos de direitos humanos e nem na grande imprensa. Por que isso ocorre?

A primeira explicação refere-se a política de segurança pública adotada pela esquerda. Para os esquerdistas, grande parte deles com postos altos na mídia e nas ONG's de direitos humanos, o crime dificilmente é culpa do bandido. Pelo contrário, o bandido seria ele mesmo vítima do sistema. E um dos principais sustentáculos do sistema é a polícia. Logo, numa brutal inversão de valores, a polícia é geralmente vista com viés negativo. Policiais são perseguidos por traficantes, por assassinos, por criminosos em geral, sob o silêncio covarde de vários "especialistas" em direitos humanos.

Outra explicação é que ao reconhecer que a polícia é perseguida por bandidos resta evidente também que parte da violência policial, que as ONG's adoram denunciar, é legítima forma de autodefesa da polícia contra bandidos desumanos.

O Brasil é um país violento. Em nenhum lugar do mundo se matam tantas pessoas quanto aqui. Apenas no ano passado foram mais de 60.000 pessoas assassinadas. Infelizmente, o establishment prefere criar espantalhos em vez de lidar com problemas reais. Nesse caso, adoram culpar a "cultura machista" do brasileiro para expressarem que isso mata muitas mulheres. Sim, sem dúvida isso é um problema. Contudo, num país onde a taxa de homicídios entre homens é 12 vezes superior a taxa de homicídios entre mulheres, essa dificilmente é a explicação correta. O mesmo vale para a homofobia, certamente alguns homossexuais são perseguidos e sofrem por causa da intolerância. Contudo, fingir que a violência no Brasil decorre da discriminação sofrida por homossexuais está longe de ser verdadeiro. O número de assassinatos decorrentes de homofobia no Brasil estão longe de mostrarem algum padrão distinto da violência enfrentada pelo resto da população.

Basta de criar espantalhos! A violência no Brasil se combate com policias nas ruas e bandidos na cadeia. Se puder liberar o porte de armas para a população melhor ainda. Mas é fundamental lembrar de uma lição básica: na hora do perigo é para a polícia que pedimos socorro. Desmerecer o policial, enfraquecer sua legitimidade, atacar a polícia como a culpada por ser a guardiã do "sistema", só fazem colocar a vida do policial em risco e, em última instância, colocar toda a sociedade sob riscos cada vez maiores associados ao crime e a violência.


33 comentários:

Alcione Rocco disse...

Com certeza, toda comunidade precisa da proteção da polícia! Eu admiro e agradeço o trabalho de todos os policiais brasileiros e me solidarizo com os familiares de policiais mortos, em serviço ou não! Todos somos humanos!

José Chagas disse...

Infelizmente,enquanto este país for administrado por pessoas não idôneas,e com sérios problemas com a justiça,jamais se chegará a um acordo,entre polícia,e justiça.Quem está legislando hoje,é o crime organizado e engravatado.Estes tais políticos,não pensam em um país de qualidade devida superior.Quanto mais analfabeto,ignorante,e sem o mínimo de conhecimento de direitos humanos melhor.Cada policial,é um cidadão como outro qualquer,corre sangue nas veias,constitui famílias,paga seus impostos,e arriscam suas vidas defendendo o ilustre desconhecido(povo).

Beell disse...

Porque os direitos Humanos no Brasil só serve para bajular bandido. Já viram alguém doa direitos humanos consolar o parente de uma vítima dos bandidos? Com certeza os direitos humanos do Brasil deve ser constituído de bandidos também.

Gloria Maria disse...

fato ... impossivel, nada esse esquema essa situação, e desmerecer o policial querem enfraquecer,a força policial,culpa la o sistema so coloca a vida do policial em risco,e por essa sociedade e associados em maiores crimes e violéncia poe em risco todo a lição do soldado

paulo almeida disse...

realmente e uma covariance que cria uma deliberada in versao de valores na sociedade mas acredito que o acirramento da violencia ira lentamenta fazer com que a sociedade perceba o quao equivocadas para nao dizer criminosas Sao essas politicas

Nilton Mauli disse...

Ou o Brasil impõe uma política de defesa da Democracia, incluindo aí, por óbvio, a defesa do cidadão honesto e trabalhador, ou vamos acabar virando um país onde a lei do mais forte vai mandar.

Jefferson Gonçalves disse...

ORDO AB CHAO

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o texto, e digo mais,só neste país um assassino,um estuprador tem o benefício da saída temporária,só aqui o marginal não cumpre toda a sua pena, devido a tantos benefícios! No Brasil o vagabundo tem mais direitos que um cidadão de bem! Esta visão esquerdopata de que o marginal é "vítima" é facilmente na imprensa, no meio político, na justiça e parte da sociedade! Ou o Brasil muda,ou será destruído!

Odysseus Jugger disse...

A mais pura verdade! In totum!

Fernando A L Corrêa disse...

A insegurança jurídica que tolhe a ação policial, o torna vulnerável diante dos confrontos com os criminosos. Os policiais com dúvidas na sua resposta proativa, simplesmente morre. O policial tem poucos segundos para reagir. E dúvidas tomam muito tempo e inclusive a sua vida.

Anônimo disse...

Faltou escrever o principal motivo. Pra sobreviver este tipo de Ong criminosa quer dinheiro e dinheiro e a defesa dos bandidos as mantém funcionando!!!!

Anônimo disse...

Porque os valores estão distorcidos, o povo só enxerga os policiais corruptos, não consegue alcançar que existe polícias honestos heróis, à mídia e o direitos humanos ajuda para que à morte de policais seja uma coisa banal ,se não existir bandidos para que direitos humanos? ? Eles só vão para mídia quando defende bandidos tipo aquele da rocinha que virou manchete e todo mundo sabia que era um safado ,alguém já viu direitos humanos aparecer na mídia por ter defendido polícias? Não é assunto interessante, o policial tem que mudar sua postura, não prende bandidos mata à cada bandido que ele matar e um policial militar vivo ,o bandido pensa assim, é polícia mata se todos os policiais fazer dessa maneira teremos meno bandidos, à lei o povo de comunidade protege o bandido, todos tem um telefone celular para filmar o erro do policial, ninguém filma à covardia do bandido, o filho morre de bala perdida foi o policial ,ainda não vi ninguém pedir justiça contra os bandidos fechar rua incendiar ônibus em protesto contra o bandido ,olha o tamanho da rocinha já pensou todo aquele povo na rua revoltados com os bandidos, que dia histórico é um sonho ,e mais fácil condenar o policial, isso é Brasil país sem lei o policial militar tem que deixar de ser herói, para que serve para sua família herói morto

Anônimo disse...

Mais um herói que tomba em defesa de uma sociedade que lhe é indiferente. Se fosse Neymar, um cantor sertanejo ou um ator da Globo seria uma comoção. Mas, um PM? Que importância tem pra imprensa e pra sociedade? Só no RJ, 91 PMs tombaram no exercício da função. Ninguém se importa. A OAB, governadores, deputados, senadores, presidente, estão todos se lixando. A Rede Globo faz longas matérias quanto um marginal é morto e abusa nas críticas ao trabalho da PM. Esse país é inviável. Bolsonaro 2018

Anônimo disse...

Texto perfeito, parabéns!!!

TENENTE VEIGA disse...

Ad Sumus

Ale disse...

Só não entendi o conteúdo de uma foto que não é brasileira e não declara a fonte, como relata o blog, em sua primeira linha.

Rubens disse...

Lamentavelmente o pessoal dos direitos humanos, aliás direitos dos manos ou direitos dos desumanos não está nem aí pelo policial morto e sim para a defesa da bandidagem que tomou conta do Brasil. Enquanto a esquerda estiver no poder, seja com Lula, Dilma ou Temer temos sim muito a temer, pois formou-se no País uma corja de políticos safados e poucos são aqueles que ainda merecem alguma consideração. Acho que está na hora do Exército tomar uma decisão, ou acabam com a bandidagem ou a bandidagem acaba com o Brasil. É preciso uma faxina geral, doa a quem doer e custe o que custar, chega de ver a Maria do Rosário derramar lágrimas quando morre e um bandido e se alegar quando morre um policial.

J00TA CFAL disse...

Parabéns, autor do texto. Faço das suas palavras e sua opinião, as minhas!

Camilo disse...

Infelizmente somos um país governado por uma elite que ao mesmo tempo é uma organização criminosa onde seus integrantes,pelos privilégios que usufruem estão longe de vivenciar a nossa dura realidade e assim propor mudanças de verdade.Quem não conheçe violência não pode defender os que sofrem de violência,quem tem saúde de qualidade não pode defender os que vivem nos corredores da morte e assim por diante. Sem um levante popular jamais passaremos esse país a limpo.

Anônimo disse...

Acho uma palhaçada deixar só a Polícia sacrificar seus policiais. Enquanto os soldados do exército engordam e não tomam as dores de uma cidade e a nação que só quer viver em Paz.

negoedi disse...

Só não concordo com o termo comunista,isso é politicagem idiota diante de uma situação tao triste e real do dia a dia de nossos guerreiros.Tudo começa em um país onde se criam leis para beneficiar governos corruptos e que por sua vez beneficia gangues menores e colocam nós em estado de risco todos os dias.Exemplo a começar de cima com penas severas para esses ladroes de nosso dinheiro assim como para todos que infligem a lei.Em algumas situações sou a favor de pena de morte e sem espera,,rebelião em presídios sou a favor de extermínio dos responsáveis,,visita intima só do diabo eu acabava.Proteção de menor assassino também acabava e pegariam pena pesada.Se tiver curso superior,pena dobrada por terem conhecimento e usufruir desse para se beneficiar.Por fim politico ladrão PAREDÃO,tenho certeza que tudo fluiria excepcionalmente.Outra coisa,quero que exploda opinião contraria.

MIMI AIRES disse...

Concordo com o posto a respeito da violência, contudo discordo que esse seja um projeto equivocado, degovernos comunistas. Os altos índices de assassinato não são características de países comunistas. O que temos aqui é um secular desmande com a "res publica", caracterizado pela corrupção que, ao invés de equipar as polícias com veículos de 200cv, compram os chamados 1.0; ao invés de fuzis AK, usamos os Faos e ao invés de 9mm, usamos os modernos 3.8. Mas, os preços pagos pelo equipamento das polícias brasileiras, sem precisar recorrer a qualquer pesquisa das licitações, e sem ser injusto: deve se equiparar aos custos da SWAT americana. Aí, pra completar o cenário de horror, a falta deformação dos indivíduos recompõemis chamados "grupos de direitos humanos" no Brasil é tal que deveriam declamar "direitos desumanos"; visitam a família do traficante morto na troca de tiro com a polícia e munca a de um policial morto. Mas, aí eu vejo outra vertente: num país onde a clssse mais privilegiada é a classe política e, por esta razão e por falta de escrúpulo (não vou falar ética,porque não cabe para o congresso) se faz qualquer aliança para chegar à eleição: como tem mais bandidos que policiais no país,melhor é defender os criminosos... porque dão mais votos.

jose carlos N disse...

O povo tem aquilo que merece!
A culpa não é só dos políticos...!
Enquanto a desgraça vai batendo na porta dos outros nao incomoda, mas depois quando tem azar chora.
É preciso mudar mentalidades!

Anônimo disse...

Concordo plenamente, pena que o sistema não pensa assim, é muito bom dizer vai e faz, agora ir pra linha de frente ninguém quer. Esse tal de direitos humanos é uma vergonha, essa imprensa é um lixo.

indignada disse...

Eu tenho tanta tristeza quando vejo a noticia de mais um policial morto. Tenho alguns amigos que já foram e já foram pq morreram na policia que muito me preocupa se terei que ir no enterro de mais algum. Por mais que a sociedade diga que a policia e corrupta me entristeça saber que quando seu carro esta com um documento atrasado vc paga, que sai mais barato. Pura hipocrisia pq sai mais barato e agir certo. Ai depois fiz que policia so serve pra pegar dinheiro. E não policia serve pra servir e proteger a sociedade. Hajamos corretos que não precisaremos do errado. A nossas lei tem que mudar. Sofro todo dia por esses homens que se dedicam por nos. Precisamos mudar tudo começando por nossos políticos hipócritas

Rejane Rocha disse...

O homem é o lobo do homem.
Precisamos humanizar as pessoas, já que elas tem capacidade, mas nao enxergam a solução. Amar o próximo é amar a si mesmo.
A destruição de uma pessoa vai influenciar a todos;
A humanização de uma pessoa influencia também à muitos.

Rejane Rocha disse...

O homem é o lobo do homem.
Precisamos humanizar as pessoas, já que elas tem capacidade, mas nao enxergam a solução. Amar o próximo é amar a si mesmo.
A destruição de uma pessoa vai influenciar a todos;
A humanização de uma pessoa influencia também à muitos.

Antonio JL. disse...

Sou Policia a 27 anos, já vi diversas vezes colegas de fardas morrerem por deixar de fazer o que tem de fazer que é usar sua arma em defesa própria e de outrem, e se aliarem a bandidos, mas nem por isso deixei de acreditar, o que falta é o primeiro escalão deixar de ser hipócrita e não agir conforme tem que ser feito (quem é sabe) o que estou dizendo, enquanto isso não acabar iremos ter vários policiais mortos.

Gioconda Siervuli disse...

Uma sociedade onde a novela tem bandida que salva policial !!

Anônimo disse...

Quando começarmos (o povo, alguém do povo) a matar políticos corruptos estes começaram a entender o recado , antes disto esqueçam. Basta começar por um grandão ! e deixar claro.

Anônimo disse...

Atualizando foram 91 políciais mortos este ano, em um total descaso de um governo falido é a incompetência do governo federal que não coloca no mínimo 50% dos militares das forças armadas nas ruas para proteger o cidadão de bem, já que bandidos com um poder de fogo muito acima dos policiais militares e policiais civis

Anônimo disse...

Concordo com o autor do texto. Aqui em PoA, um Secretário de Justiça ( Bisol) saiu abraçado com um bandido de uma lotação em que havia sequestrado. Isto para protegê-lo. Depois disto, percebi o quanto o governo (PT) estava comprometido com o crime.

Anônimo disse...

Com certeza, a verdade é que os direitos humanos no Brasil é tão incoerente e bizarro com relação à verdade e a justiça que chega ao absurdo de defender bandidos cruéis, violentos e assassinos com a desculpa de que eles merecem serem tratados com dignidade. Mas vejam: os bandidos encarcerados exigem e são atendidos com relação a terem uma alimentação boa muitíssima superior a que o estado oferecem aos estudantes e demais servidores. As famílias deles recebem pensão de dois salários mínimos, enquanto um professor com nível superior de 17 horas recebe menos de um salário mínimo e meio; além deles terem direito à médicos, psicólogos, atendimento diferenciado, direito à visitas íntimas, saída de natal, etc. Mas as famílias das vítimas destes criminosos nunca são "privilegiados" por um bom atendimento dos direitos humanos. De fato, os direitos são só para os bandidos da pior espécie. É uma verdadeira contra-mão em relação à dignidade e justiça das vítimas. E nossos juristas ficam calados e acomodados. Então não nos restam outras alternativas a não ser a revolta e a indignidade social.